Segunda, 03 Setembro 2018 15:57

Projeto de Ivonete implanta medidas de prevenção ao assédio sexual nos transportes coletivos Destaque

Escrito por  POSTADO ATUAL
Avalie este item
(0 votos)
Presidente da CMCG vereadora Ivonete Ludgério (PSD) Presidente da CMCG vereadora Ivonete Ludgério (PSD)

As empresas deverão afixar adesivos nos interiores dos ônibus contendo orientações sobre as medidas a serem adotadas pelas vítimas da violência e assédio sexual, assim como a identificação do autor e orientações sobre como proceder a denúncia.

Foi aprovado pela Câmara Municipal de Campina Grande um amplo projeto de lei visando a segurança das mulheres no tocante ao assédio e abuso sexual nos transportes coletivos da cidade. O projeto é de autoria da vereadora Ivonete Ludgério (PSD). As medidas vão desde a realização de campanhas educativas permanentes, como também a capacitação dos profissionais do setor para lidar com o problema.

"Muitos são os casos de abusos e assédio às usuárias de transporte coletivo não só em Campina Grande, mas todo o país. Precisamos dar um basta na violência contra as mulheres em todos os níveis. Precisamos encarar esse problema de frente e esse projeto de lei apresenta uma regulamentação preventiva de violência sexual contra as mulheres no interior dos transportes coletivos", explicou a vereadora.




A matéria institui em Campina Grande a 'Campanha Permanente contra Assédio Sexual no Transporte Público'. As empresas deverão afixar adesivos nos interiores dos ônibus contendo orientações sobre as medidas a serem adotadas pelas vítimas da violência e assédio sexual, assim como a identificação do autor e orientações sobre como proceder a denúncia.

De acordo com o projeto, os profissionais do transporte público coletivo deverão receber capacitação e treinamento com foco na orientação sobre como agir nos casos de abuso sexual. O projeto exige também disponibilização das imagens de câmeras de vídeo-monitoramento e sistema de GPS, quando existentes, para facilitar a identificação dos suspeitos.

"Todas as medidas visam coibir os atos de violência e abuso sexual das mulheres que utilizam o sistema de transporte coletivo de Campina Grande. A campanha educativa permanente e a capacitação dos trabalhadores do sistema de transporte podem colaborar com esse propósito. Mas entendemos que esse é um grave problema que deve ser enfrentado por toda a sociedade campinense", avaliou  Ivonete Ludgério.

O Projeto de Lei Nº 190/2018 foi aprovado por unanimidade. O texto integral pode ser encontrado para consulta no portal da CMCG, na plataforma do Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL) - Assessoria.

 

 

 

Fonte: portal Carlos Magno

 

Ler 14 vezes Última modificação em Segunda, 03 Setembro 2018 16:15
JR Esquadrias