Quinta, 29 Março 2018 19:31

A PF começou a desbaratar o Quadrilhão de Michel Temer e quase todos os homens no entorno do usurpador estão caindo nas malhas da Lei. Destaque

Escrito por  POSTADO ATUAL
Avalie este item
(0 votos)
 Pelo andar da carruagem só falta o chefão ser encarcerado e mostrar o quanto o Brasil é discriminador e tolerante com os bandidos de colarinho branco já que, enquanto o cerco a eles se faz paulatinamente alguém cujos crimes atribuídos nunca foram provados está na iminência de ser preso.
 
As provas contra Michel Temer são contundentes e reveladoras do potencial de delinquência que o ocupante ilegítimo da Presidência possui e, mesmo assim, com esse prontuário permanece presidente mostrando os limites que o poder maléfico da Rede Globo tem municiado exclusivamente pelo ódio que inoculou no país contra um homem que até agora a Justiça condenou baseada apenas em convicções de um manifestoche que ela produziu nos laboratórios da mentira, do engodo, da injúria, da calúnia e da infâmia, porém, impotente para retirar do poder um marginal de habilidades insuperáveis, capaz de colocá-lo na galeria dos grandes criminosos, como o gangster Al Capone, preso por sonegação fiscal já que não deixava rastros dos crimes que cometia e que assombraram a Chicago da década de 30.
 
As prisões realizadas hoje pela PF mostram o grau de dissolução que as instituições brasileiras atingiram as mesmas instituições tão alardeadas pelos golpistas e que referendaram o golpe parlamentar que derrubou Dilma Rousseff, ela que teria cometido pedaladas fiscais, algo tão simplório e venial diante do que se pratica hoje no país.
 
De tudo o que acusaram Lula, apenas convicções e ilações robustecem o processo, ao contrário do que já foi levantado contra Temer e contra outros delinquentes da política brasileira do calibre de Aécio Neves hoje escondido por baixo desse mar de lama esquecido do noticiário em razão da plumagem colorida dos tucanos, os grandes responsáveis pela desmoralização plena das instituições nacionais.
 
A operação em andamento tem um lado especial que mostraria uma divisão dentro da Justiça que estaria trabalhando para mostra que a corrupção não foi invenção do PT e que ela traz uma conotação cultural a permitir que os bandidos ricos possam ultrapassar todos os limites da Lei sem qualquer consequência e que os de origem pobre mesmo tendo ascendido aos patamares da presidência sejam punidos, mesmo que apenas por convicções de canalhas togados, indiferentes aos crimes de colarinho branco, quando esses são cometidos por partidários.
 
A polícia fecha o cerco ao quadrilhão de Temer, mas ele deverá ser blindado pelos asseclas com mandatos no Congresso numa demonstração de desprezo pela opinião pública jamais vista na história desse país, e muitos desses comparsas estarão nas ruas pedindo o voto dos eleitores para continuarem na senda do crime.
 
[Quase] todos os homens de Temer foram presos
 
Quase todos os homens, amigos e operadores de Michel Temer foram presos por corrupção com a operação Skala, deflagrada nesta quinta-feira 29 pela Polícia Federal.
 
A tendência é que uma terceira denúncia contra o emedebista chegue ao STF nos próximos dias.
 
Na manhã de hoje, a PF prendeu o círculo mais íntimo de Temer, tais como o ex-assessor e operador José Yunes; Antônio Celso Grecco, dono da Rodrimar; coronel João Batista Lima; e ex-ministro da Agricultura Wagner Rossi.
 
As prisões desta manhã foram autorizadas pelo ministro Luís Roberto Barroso, do STF, relator do inquérito que investiga se Temer, por meio de decreto, beneficiou empresas do setor portuário em troca de suposto recebimento de propina.
 
Antes, porém, a PF prendeu outros ilustres amigos de Temer: Henrique Eduardo Alves, Eduardo Cunha, Geddel Vieira Lima, Lúcio Funaro, dentre outros.
 
A pergunta que não quer calar: que horas será a vez de Michel Temer?
 
 
Fonte: Redação/Portais/Jampanews
Ler 44 vezes Última modificação em Quinta, 29 Março 2018 19:52
JR Esquadrias