Sexta, 10 Maio 2019 11:40

Polícia Federal deflagra 3ª fase da Operação Gremlins no Ceará

Escrito por  postado por revista atual nordeste
Avalie este item
(0 votos)

PF investiga grupo criminoso responsável pela aprovação fraudulenta de financiamentos do PRONAF e cumprem oito mandados de busca e apreensão nos municípios de Fortaleza, Morada Nova, Tabuleiro do Norte e Quixadá.

 A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (10/5) a terceira fase da Operação Gremlins, com o objetivo de coletar novos elementos de prova relacionados à atuação de grupo criminoso responsável pela aprovação fraudulenta de 351 financiamentos do PRONAF, contratados nos anos de 2009 a 2011, junto à agência do BNB de Limoeiro do Norte/CE.

Policiais federais cumprem oito mandados de busca e apreensão nos municípios de Fortaleza, Morada Nova, Tabuleiro do Norte e Quixadá. As medidas foram determinadas pela 15ª Vara da Justiça Federal em Limoeiro do Norte, que autorizou, ainda, o bloqueio de contas e bens móveis dos investigados.

Serão indiciados dez suspeitos envolvidos nas fraudes, entre os quais funcionários do banco, pecuarista, elaboradores de projetos e lideranças de projeto de assentamento. Alguns já respondem a processos na Justiça Federal de Limoeiro do Norte por fraudes na obtenção de financiamento relacionadas a 1ª fase da operação.

As investigações apontam que o esquema criminoso gerou prejuízo aos cofres públicos em um montante que poderá ultrapassar R$ 50 milhões, conforme dados levantados nas 1ª, 2ª e 3ª fases da Operação Gremlins.

Os indiciados poderão responder, de acordo com o nível de participação, pelos crimes de associação criminosa e fraude na obtenção de financiamento, com aumento de pena em razão do prejuízo causado à instituição bancária oficial. Já os bancários, em razão da função exercida, poderão responder também pelo crime de gestão fraudulenta.

O nome da operação é uma alusão ao personagem do filme homônimo da década de 80, que retratava um pequeno bichinho, aparentemente inofensivo, que se multiplicava rapidamente e causava transtornos no meio social.

 

Fonte: Comunicação Social da Polícia Federal no Ceará 

Contato: (85) 3392-4867/9.8970-0624

Ler 31 vezes
JR Esquadrias