Segunda, 20 Novembro 2017 18:08

Polícia desarticula quadrilha responsável por homicídios e assaltos na orla de João Pessoa Destaque

Escrito por  Postado por redação
Avalie este item
(0 votos)

De acordo com o delegado Aldrovilli Grisi, titular da Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) de João Pessoa, desde o início da investigação somam-se 11 pessoas presas.

As Polícias Civil e Militar da Paraíba realizaram  uma operação no bairro de Mandacaru, na manhã   desta sexta feira(17) em João Pessoa, com o objetivo de prevenir e reprimir de maneira qualificada crimes contra a vida e contra o patrimônio. Na operação denominada 'Latrós', 16 mandados de busca e apreensão foram cumpridos, seis pessoas foram presas e um adolescente foi apreendido.

Todos são suspeitos de integrar uma organização criminosa responsável por assaltos na orla marítima e que também é investigada pela prática de assassinatos. De acordo com o delegado Aldrovilli Grisi, titular da Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) de João Pessoa, desde o início da investigação somam-se 11 pessoas presas.

"Iniciamos o trabalho com a elucidação do latrocínio de que foi vítima o segurança Fábio Alves de Lima, de 38 anos, no mês de setembro. Por isso, o nome da operação: Latrós. A partir daí, desarticulamos juntamente com a Delegacia de Crimes contra a Pessoa (Homicídios) esse grupo especializado em assaltos a transeuntes nos bairros da orla e deflagramos a operação no bairro de Mandacaru, onde também apreendemos uma arma de fogo", explicou o delegado.


Ainda segundo a autoridade policial, o modo de atuação do grupo criminoso era sempre o mesmo: eles roubavam um veículo, geralmente uma moto, escondiam na parte seca do mangue, e se revezavam para cometer os roubos. Um dos crimes atribuídos a essa quadrilha é o de Fábio, cujos suspeitos foram presos anteriormente.



Os seis presos e o adolescente foram encaminhados para a Central de Polícia, onde permanecem à disposição do Poder Judiciário. Segundo a Polícia, outras pessoas podem ser presas nos próximos dias também por envolvimento na quadrilha. 

 

Secom-PB

Ler 26 vezes
JR Esquadrias