Sexta, 03 Fevereiro 2017 07:53

Veja o antes e o depois da prisão na vida do ex-governador Sérgio Cabral

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Sérgio Cabral em Bangu Foto:  Freelancer / Agência O Globo Sérgio Cabral em Bangu Foto: Freelancer / Agência O Globo

Do luxuoso apartamento no Leblon para uma pequena cela em Bangu. Do caviar dos bistrôs de Paris ao pão com manteiga do presídio. As mudanças são muitas na vida do ex-governador Sérgio Cabral e da ex-primeira dama, Adriana Ancelmo, presos no Complexo Penitenciário de Gericinó.

 

Apartamento luxuoso x cela

 

Sérgio Cabral e a esposa moravam em um luxuoso apartamento no Leblon, na Rua Aristides Espínola, Zona Sul do Rio. O imóvel, bastante amplo, está localizado no ponto de metro quadrado mais caro do Rio, de acordo com levantamento feito no início de 2016 pelo Índice FipeZap. O valor está avaliado em R$ 23.427, segundo a pesquisa.

Em contrapartida, o metro quadrado em Bangu não chega a R$ 3.500, de acordo com o mesmo levantamento. Isso representa um valor 85% menor do que a mesma área medida no bairro nobre. Desde novembro, Cabral ocupa uma cela com 16 metros quadrados e divide o espaço com outros cinco detentos.

 

 

O ex-governador dorme na cama de baixo de um beliche onde estão um livro, os óculos e um relógio pendurado. Embaixo da cama, um par de tênis e garrafas de água mineral. A porta da cela e a janela são cobertas com tela verde para a proteção contra insetos. São cinco ventiladores, dois na parede e três no chão e uma televisão pequena.

 

Já a ex-primeira-dama Adriana Ancelmo está sozinha numa cela de seis metros quadrados com livros, uma bíblia, dois terços pendurados, um ventilador, pão de forma, adoçante e o controle remoto da televisão. Ela utiliza garrafas de água para fazer a faxina da cela. As imagens foram obtidas pelo Jornal Nacional.

 

Restaurantes x quentinha

 

O casal costumava frequentar restaurantes caros, como o Le Louis XV, do chef Alain Ducasse. O local tem um menu inspirado nas cozinhas francesa e italiana. O restaurante está localizado dentro do Hotel Paris de Monte Carlo. Com 47 suítes, abriga uma adega de 600 mil garrafas e o acesso a um spa luxuoso. Em 2009, o ex-governador apareceu em uma foto com guardanapos da cabeça dentro do local.

 

 

Já em Bangu, a rotina é outra. O cardápio do presídio consiste em arroz ou macarrão, feijão, uma porção de proteína (carne, frago ou peixe), salada, fruta ou doce de sobremesa e refresco. No café da manhã, são servidos café com leite e pão com manteiga. O lanche consiste em suco e bolo. O cardápio é o mesmo servido para todos os outros detentos.

 

Banheiro de luxo x vasos sanitários lado a lado

 

O apartamento do casal tinha mais de um banheiro. No da ex-primeira dama, uma privada repleta de botões, com um grande X, chama a atenção. Mas, apesar da letra em destaque, não é um produto das empresas de Eike Batista. O X é da marca polonesa Xime, de privadas de alta tecnologia, que fornece água em três temperaturas: 35°C, 40°C ou 45°C. O assento também pode ser aquecido.

 

 

Em contrapartida, os banheiros de Bangu não oferecem o mesmo conforto. No banheiro de Cabral, há um chuveiro de água fria e dois vasos sanitários lado a lado, utilizados por ele e por seus cinco companheiros de cela. No banheiro de Adriana, o sanitário é o tradicional boi - um buraco no chão. Há baldes com roupas de molho.

 

Ternos caros x uniforme verde

 

Sérgio Cabral tem mais de 20 ternos Ermenegildo Zegna su misura — o termo se refere ao processo de alfaiataria sob medida da marca italiana. O nome do ex-governador está bordado em todos eles. Na loja, um desses varia entre R$18 mil e R$ 140 mil. Agora, tanto ele quanto sua esposa usam o uniforme da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), com camiseta verde e calça jeans.

 

extra.globo

 


 

 

Ler 509 vezes

PUBLICIDADE

JR Esquadrias