Terça, 24 Janeiro 2017 11:13

Polícia desmantela quadrilha de hackers acusada de desfalque em transferência bancária na Paraíba

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

De acordo com a DDF, o grupo é responsável por desfalque superior a R$ 200 mil de uma empresa do estado do Espírito Santo

Quatro membros de uma suposta organização criminosa com autuação em todo território nacional foram presos  por agentes da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João pessoa. Os quatro, Jose Hilton Barros Silva, 36 anos, Antônia Andrade Marques, 28 anos, Alan Paolo Chagas do Nascimento, 31 anos, e Débora Kelly Olegário Barreto, 30 anos, são acusados de desvio em transferência bancária fraudulentas.

Jose Hilton foi preso na cidade de Rio Tinto

De acordo com a DDF, o grupo é responsável por desfalque superior a R$ 200 mil de uma empresa do estado do Espírito Santo.

Antônia Andrade (Lili) foi presa no Bairro das Indústrias, em João Pessoa; Jose Hilton na cidade de Rio Tinto; Alan Paolo e Debora Kelly Foram Presos, em Mamanguape. Uma quinta pessoa fugiu. A polícia está caçando. Maria Luiza Vicente Da Silva (Malu).

Alan Paolo e Debora Kelli foram presos em Mamanguape

O dinheiro, segundo a DDF, vinha sendo desviados desde o dia 20 de janeiro. Quando o grupo fez uma transferência de R$ 40 mil uma segunda transferência de R$ 30 mil seria realizada nesta segunda-feira (23), quando foram presos antes mesmo de sacar o dinheiro.

O ‘modus operandi’ da quadrilha, de acordo com a Delegacia de Defraudações e Falsificações consistia em conhecimento avançado em informática. O grupo, hackeava as contas bancárias e logins de sistemas internos de grandes empresas e transferia valores para contas de terceiros, os chamados laranja.

Outros membros do grupo são responsáveis pela “contratação” dos terceiros que forneciam suas contas bancárias pessoais para uso da quadrilha.

Ainda de acordo com a DDF, cada transação bancária é  varia de R$ 40 a  30 mil, cujo dinheiro é subtraído da conta pelos titulares, mediante  gratificação de até R$ 3 mil.

A DDF identificou uma quinta pessoa envolvida. Maria Luiza Vicente Da Silva (Malu) encontra-se foragida.

A Delegacia de Defraudações e Falsificações acredita  que há outros membros do bando  que ainda não foram identificados.

            Maria Luíza – Malu (Foragida)

 

Ler 416 vezes

PUBLICIDADE

JR Esquadrias