Esportes (352)

Dia comemorativo as Mães não foi um bom dia para a torcida botafoguense. Pela quinta rodada do Grupo A da Série C, a equipe do Botafogo-PB foi derrotado por 3 a 1 pela forte equipe do Remo, em pleno estádio Almeidão.

A partida começou com o Belo indo para cima, se aproveitando da má fase vivida pelo adversário. E conseguiu armar uma boa trama aos 4 minutos, quando Marcos Aurélio recebeu no meio, na entrada da área, e tocou de cavadinha para Carlos Renato, que invadiu a área e chutou de pé esquerdo, mas Vinicius fez boa defesa.

No lance seguinte, a resposta paraense. Em cobrança de falta da entrada da área, Everton bateu de pé esquerdo, por baixo da barreira. Saulo espalmou e depois a defesa afastou o perigo.

Também em cobrança de falta, desta vez o Belo que quase marca. Do meio da rua, Marcos Aurélio soltou a bomba de pé direito, no ângulo do arqueiro paraense, que se esticou todo e fez uma defesaça para evitar o que seria um golaço.

Com o pé calibradíssimo, o camisa 10 botafoguense bateu nova falta da meio esquerda. A bola bateu na junção da trave e do travessão esquerdo de Vinícius, e na sobra, Mário Sérgio cabeceou para abrir o placar no Almeidão, aos 27 minutos.

Empolgado, aos 30, o Botafogo-PB chegou com Allan Dias pela direita. O meio campista cruzou para a área, onde Dico entrava livre de marcação, mas o baixinho pegou de canela na bola, e desperdiçou uma grande oportunidade de ampliar o marcador.

Aos 39 minutos, a defesa do Belo cochilou após cobrança de escanteio, Mimica subiu livre e cabeceou a bola para empatar o jogo.

Segundo tempo

Depois do intervalo foi correria para todo lado. As duas equipes queriam ficar a frente do marcador, e o ritmo era bastante intenso.

Aos 9 minutos, Marcos Aurélio encontrou Mário Sérgio passando por trás da defesa. O atacante invadiu a área e tocou na saída de Vinícius, que fechou o ângulo e mandou para escanteio.

Dois minutos depois, o Belo assustou de novo em uma subida de Allan Dias pela direita. Ele tocou a bola com precisão para o meio da área, mas Mário Sérgio não conseguiu chegar a tempo de encostar nela.

O Botafogo-PB pressionava, mas quem marcou foi o Remo. Aos 20 minutos, Isac cobrou lateral rapidamente, a defesa estava desatenta à bola que veio da esquerda, e Jayme aproveitou para escorar e marcar o gol da virada.

A noite não era das melhores para a retaguarda botafoguense. Aos 33, Isac subiu livre após cobrança de falta e Saulo fez uma defesaça, no canto esquerdo rasteiro. Mas, no rebote, Gabriel Lima apareceu sozinho e mandou de cabeça para o fundo da rede, marcando o terceiro gol dos paraenses.

O time da Maravilha do Contorno sentiu os gols tomados e não conseguiu reagir. Perto do fim da partida, a torcida entoou cânticos criticando a diretoria.

Antes do apito final, Rafael Jataí fez falta dura em Everton perto da linha lateral, recebeu o segundo amarelo e foi para o chuveiro mais cedo.

No próximo sábado (18), o Botafogo-PB vai tentar se recuperar enfrentando o Santa Cruz, no Arruda. O Belo segue na quarta colocação do Grupo A, com 7 pontos, mas pode deixar o G4 caso a Cobra Coral vença o Globo-RN na segunda-feira (14), no fechamento da quinta rodada. O Remo também chega aos 7 pontos, e fica na quinta posição. Na próxima rodada o time do Pará vai receber o Confiança-SE.

Ficha técnica

Botafogo-PB 1 x 3 Remo

Campeonato Brasileiro da Série C (Grupo A – 5ª rodada)
Estádio: Almeidão (João Pessoa)

Arbitragem: Willian Machado Steffen; Thiaggo Americano Labes e Eli Alves Sviderski. Todos de Santa Catarina.

Gols: Mário Sérgio (B); Mimica, Jayme (R)
Cartões amarelos: Walber, Allan Dias, Rogério, Rafael Jataí (B); Dudu, Esquerdinha, Elielton, Douglas [goleiro reserva] (R)
Cartão vermelho: Rafael Jataí (B)

Botafogo-PB: Saulo, Felipe Cordeiro, Walber, Lula, Carlos Renato; Rafael Jataí, Allan Dias (Mazinho), Marcos Aurélio; Dico (Alex Gonçalves) e Mário Sérgio (Nando). Técnico: Leston Júnior.

Remo: Vinicius, Gustavo, Mimica, Bruno Maia, Esquerdinha; Dudu, Leandro Brasília, Everton; Elielton (Gabriel Lima), Jayme (Jefferson Recife), Isac (Dedeco). Técnico: Givanildo Oliveira.

 

Fonte: Equipe @Vozdatorcida

O Flamengo foi a campo com uma equipe mista e inédita.
 
A decisão de poupar jogadores para enfrentar o Emelec, na próxima quarta-feira, pela Libertadores, teve um preço. E não foi nada barato, pelo menos no Campeonato Brasileiro. Contra uma limitada Chapecoense, o Flamengo demorou demais para fazer jus à sua superioridade técnica. Quando decidiu buscar a vitória, sofreu um gol aos 45 minutos e acabou derrotado por 3 a 2.
 
O resultado não tirou a liderança da equipe treinada por Maurício Barbieri. Com os mesmos 10 pontos do começo da rodada, viu Corinthians e Atlético Mineiro encostarem com a mesma pontuação, mas ainda atrás do time rubro-negro nos critérios de desempate.
 
Sabíamos que seria um jogo difícil, mas estamos infelizes com o resultado — comentou o atacante Paolo Guerrero. — Fomos superiores nessa partida, mas demos mole e não vencemos. Teremos um jogo importante na quarta-feira que precisamos vencer.
 
O peruano marcou o primeiro gol do Flamengo, de cabeça, beneficiado por uma falha de Jandrei, goleiro da Chapecoense, no começo do segundo tempo. Na primeira etapa, a Chape abriu o placar com Canteros, ex-jogador rubro-negro que não comemorou em respeito ao clube com quem tem contrato até o fim do próximo mês.
 
O atacante Guerrero lutou muito e mostrou evolução na parte física, depois do longo tempo inativo por causa da suspensão por doping sofrida ano passado. Nesta semana, será julgado o recurso do caso na Corte Arbitral do Esporte e o atacante saberá, finalmente, se poderá disputar a Copa do Mundo com o Peru.
 
"Estou confiante porque sou inocente e confio na Justiça, não podem impedir de jogar alguém que não fez nada de errado" afirmou.
 
Quem não pode dizer o mesmo é o árbitro Leandro Vuaden. Desde o começo com atuação confusa, ele errou ao marcar pênalti a favor da Chapecoense. Foi com ele que o time fez 2 a 1 no placar, com bela cobrança de Guilherme, ex-Botafogo. Até então burocrático, o Flamengo resolveu jogar e conseguiu o empate com Vinícius Júnior. Quando mais pressionava, viu Leandro Pereira aproveitar um contra-ataque e marcar o terceiro da Chapecoense: 3 a 2 logo em seguida o árbitro deu por encerrado a partida. 
 
 
FICHA TÉCNICA

 

CHAPECOENSE-SC 3 X 2 FLAMENGO-RJ

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 13 de maio de 2018 (Domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS)

Cartões Amarelos: Rafael Thyere, Douglas (Chape); Marlos, Léo Duarte, Jonas (Fla)
Gols:
CHAPECOENSE: Canteros, aos 22min do 1º tempo; Guilherme, aos 23, Leandro Pereira aos 45 min do 2º tempo
FLAMENGO: Paolo Guerrero, aos 3 min do 2º tempo; Vinícius J., aos 33 min do 2º tempo

CHAPECOENSE: Jandrei, Apodi (Bruno Silva), Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo e Canteros (Neném); Guilherme (Eduardo), Leandro Pereira e Arthur
Técnico: Gilson Kleina

FLAMENGO: César, Pará (Henrique Dourado), Juan, Léo Duarte e Trauco; Jonas, Jean Lucas (Vinicius Junior) e Diego; Rodinei, Paolo Guerrero e Marlos (Cuellar)
Técnico: Maurício Barbieri

 

Fonte: Da Internet

 

 

O peruano ficou quase sete meses afastado por doping e começou no banco de reservas. Teve o nome gritado pelos torcedores, foi celebrado quando anunciado no sistema de som e reviu a esperança que dá aos aficionados.

Paolo Guerrero voltou e o Flamengo venceu. Uma partida que parecia fadada a terminar sem gols contou com um gol em rebote de cobrança de falta de Lucas Paquetá para mudar de perfil. Com mais um, de Everton Ribeiro, o placar foi 2 a 0 para o Fla neste domingo (06), no Maracanã, pela quarta rodada do Brasileirão. O jogo ainda teve confusão com a expulsão de William Pottker, do Inter, e terminou em `Olé´ da torcida rubro-negra.

Com a vitória, o Flamengo segue líder do Brasileirão. São 10 pontos conquistados. Já o Inter cai para a 12ª posição com apenas quatro pontos. O jogo ainda marcou o maior público do campeonato até agora. Foram 60.155 presentes.

Foi bem: Paquetá decide com gol de falta

O jogo estava complicado para ambos, parecia que não sairia do 0 a 0, e num lance fortuito Lucas Paquetá decidiu. Uma falta cobrada na barreira sobrou para ele, que já havia batido. Sem alternativa, tentou o gol e aproveitou-se de Danilo Fernandes encoberto para fazer 1 a 0.

Foi mal: Henrique Dourado perde chances

O Flamengo teve poucas chances de gol, e quando teve perdeu. O centroavante Henrique Dourado acabou desperdiçando duas conclusões e foi o primeiro substituído no jogo.

Paolo Guerrero volta após quase sete meses

Paolo Guerrero voltou ao Flamengo. O peruano ficou quase sete meses afastado por doping e começou no banco de reservas. Teve o nome gritado pelos torcedores, foi celebrado quando anunciado no sistema de som e reviu a esperança que dá aos aficionados. No segundo tempo sua entrada foi pedida desde os 5 minutos. Entrou aos 13 minutos de partida e ameaçou o gol de Danilo Fernandes ao menos duas vezes.

Confusão, expulsão e troca de agressões

A partir dos 33 minutos do segundo tempo, o jogo foi marcado por confusão. Começou com a expulsão de William Pottker, que tentou recuperar a bola para bater um lateral rápido, discutiu com Vinícios Jr e acertou uma cabeçada no rival. Na sequência, D´Alessandro se envolve em confusão com Lucas Paquetá e depois de alguns minutos de empurrões e xingamentos,o clima normal foi retomado.

Desempenho: Flamengo marca pressão e ataca sempre

O Flamengo assumiu protagonismo do jogo desde o primeiro minuto. Tratou de adiantar as linhas e marcar a saída de bola do Inter. Provocou vários erros do time visitante. Com a bola, o time carioca utilizou os flancos com Paquetá e Vinícius Jr. Tanto martelou que parecia próximo de marcar a cada minuto.

Desempenho: Inter recua linhas, explora contra-ataque e erra saída

O Inter adotou o oposto. Firmou duas linhas de quatro jogadores cada em frente à área e diminuiu os espaços à frente delas com Patrick e Leandro Damião. Foi vulnerável apenas no lado em que esteve D´Alessandro, cuja marcação não é ponto forte. As tentativas de saída de jogo foram repetidamente equivocadas e a pouca retenção de posse no campo de ataque não deu alternativas ao visitante. O ponto alto foi a presença de Leandro Damião, que criou as melhores chances dos gaúchos no primeiro tempo.

Barbieri muda pouco o Flamengo

Atrás da vitória e contra um time que se aplicava apenas em defender, o técnico Maurício Barbieri mudou pouco. Em suas trocas alternou jogadores de características e posições semelhantes, deixando sua equipe com as mesmas capacidades desde o início do jogo.

Odair muda peças de lugar no Inter

Uma movimentação diferente do que houve até agora. Esta foi a conduta do Inter em campo no Maracanã. Odair Hellmann centralizou Patrick só que à frente da linha de marcadores. Abriu D´Alessandro e Pottker dos lados e montou um 4-2-3-1 defensivo.

Maior público do Brasileirão

Com 60 mil pessoas no Maracanã, Flamengo x Inter foi o maior público do Campeonato Brasileiro até agora. O antigo dono do topo da lista era outro jogo do Fla, mas contra o Ceará, no Castelão. No dia 29 de abril foram 51.952 torcedores.

 

Foto: Luciano Belford/AGIF (via UOL)

A primeira derrota no Grupo A da Série C deixa o Botafogo-PB na terceira colocação da tabela, com 7 pontos. No próximo domingo (13), o Belo volta a campo para enfrentar o Remo, no Almeidão.

Pela quarta rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro, ABC-RN e Botafogo-PB se enfrentaram no estádio Frasqueirão, em Natal, na tarde do último domingo (06). Os donos da casa desperdiçaram várias oportunidades, mas contra um adversário que só criou perigo em bolas paradas cobradas por Marcos Aurélio, o oportunismo de Leandrão garantiu a vitória por 1 a 0 para o alvinegro potiguar.

O ABC assustou pela primeira vez aos 11 minutos. Higor Leite cruzou da direita e Marcos Júnior apareceu na pequena área e deu de peixinho, mas a bola foi por cima da meta de Saulo.

Em grande jogada de Luan pela esquerda, quase o Elefante abre o placar. Aos 20 minutos, o camisa 11 passou como quis por Gedeilson, invadiu a área e tocou no canto esquerdo do goleiro botafoguense, que fez uma grande defesa para salvar o Belo.

Quatro minutos mais tarde não teve jeito. Muito confiante, Lula roubou a bola de Higor Leite e tentou sair jogando, mas cochilou e Marcos Júnior roubou a bola e cruzou da direita para Leandrão, que na pequena área, de carrinho, empurrou a bola para o fundo do gol. Foi o primeiro tento sofrido pela defesa do Belo na competição.

Jogando mal, o Botafogo-PB só se arriscou no ataque aos 38 minutos, em cobrança de falta de Marcos Aurélio, que passou por cima do travessão, sem dar trabalho ao goleiro Rodrigo.

Aos 42, um milagre de Saulo evitou o segundo gol potiguar. Leandrão tocou para Igor Fernandes, que invadiu a área e bateu firme de pé esquerdo, mas o arqueiro botafoguense, no reflexo, tocou com a mão esquerda na bola e salvou o Belo.

Segundo tempo

Na volta para a segunda etapa, o Botafogo-PB veio modificado. Com o ataque praticamente nulo na primeira metade do jogo, Leston Júnior mexeu na frente, sacando Mazinho e Nando e colocando em campo Mário Sérgio e Alex Gonçalves.

Apesar de ter mais peças na frente no segundo tempo, o Belo sofria com a defesa. Luan, infernizando o lado direito da defesa botafoguense, cortou para o meio e chutou colocado no canto esquerdo do gol, mas a bola foi para fora, passando muito perto da trave.

Trocando de lado, dessa vez o ataque abcdista começou na esquerda. Aos 20, Marcos Júnior saiu da lateral, foi puxando para o meio sem ser incomodado e bateu de pé esquerdo da entrada da área. A bola foi pela linha de fundo, assustando a defesa do Belo.

Melhor jogador do Botafogo-PB em campo, Saulo mais uma vez salvou seus companheiros. Em contra-ataque, Fessin encontrou Luan pela esquerda, livre. Aos 27, Ele avançou em velocidade, invadiu a área e, de frente com o arqueiro, tentou deslocar de pé direito, mas o camisa 1 fechou o ângulo e fez a defesa.

Três minutos depois, em bola parada, Marcos Aurélio bateu da meia direita com muito veneno, e Rodrigo pela primeira vez fez uma grande defesa, se esticando todo para buscar a bola que ia no seu canto esquerdo.

Em mais uma cobrança de falta, Marcos Aurélio aos 36, assustou de novo. Ele cobrou falta da entrada da área, e a bola explodiu na trave esquerda do goleiro do time potiguar.

Já nos acréscimos, o árbitro Jonathan Benkestein marcou pênalti após a bola bater no braço de Walber. Na cobrança, aos 48, Fessin mandou no canto direito de Saulo, que foi para o outro lado, e fechou o placar do jogo.

A primeira derrota no Grupo A da Série C deixa o Botafogo-PB na terceira colocação da tabela, com 7 pontos. No próximo domingo (13), o Belo volta a campo para enfrentar o Remo, no Almeidão. Já o ABC-RN chega aos mesmos 7 pontos, e fica na quarta posição. O próximo compromisso do clube potiguar é diante do Confiança-SE, fora de casa.

Ficha técnica

ABC-RN 2 x 0 Botafogo-PB

Campeonato Brasileiro da Série C (Grupo A – 4ª rodada)
Estádio: Frasqueirão (Natal)

Arbitragem: Jonathan Benkestein; Michael Stanislau e André da Silva Bittencourt. Trio do Rio Grande do Sul

Cartões amarelos: Arez, Danrlei (ABC); Lula, Walber (BFC)
Gols: Leandrão, Fessi (ABC)

ABC-RN: Rodrigo, Arez (Vitinho), Tonhão, Danrlei, Igor Fernandes; Anderson Pedra, Guedes, Higor Leite (Fessin); Marcos Júnior, Luan (Erivelton) e Leandrão. Técnico: Ranielle Ribeiro.

Botafogo-PB: Saulo, Gedeilson, Walber, Lula, Carlos Renato; Rafael Jataí (Allan Dias), Rogério, Mazinho (Mário Sérgio), Marcos Aurélio; Dico e Nando (Alex Gonçalves). Técnico: Leston Júnior.

 

Fonte: Vozdatorcida

O técnico de ginástica artistica Fernando de Carvalho Lopes foi afastado de suas funções do clube Mesc, em São Bernardo do Campo-SP
 
Acusado de abuso sexual por 40 jovens, o técnico de ginástica artistica Fernando de Carvalho Lopes foi afastado de suas funções do clube Mesc, em São Bernardo do Campo-SP. A decisão foi anunciada pela instituição nesta segunda, após o programa “Fantástico”, da TV Globo, tornar públicas as denúncias contra o profissional.
 
“Considerando a gravidade das acusações que recaem sobre o colaborador Fernando de Carvalho Lopes, veiculadas pela mídia na data de ontem, o clube MESC, por meio de sua administração, resolveu reforçar as cautelas anteriormente adotadas e determinou o afastamento do coloborador em questão de todas suas atividades nas dependências do Clube, até o final da apuração dos fatos pelas autoridades competentes. Reiteramos nosso compromisso com a segurança e bem-estar de nossos associados e visitantes”, informou o clube.
 
Fernando trabalha no Mesc, há 20 anos, com atletas de base. Todos homens. Desde a primeira denúncia, no entanto, há quase dois anos, ele vinha atuando apenas no setor administrativo.
 
Em 2016, às vésperas da Olimpíada do Rio, o técnico foi desligado da seleção brasileira por causa de uma denúncia de abuso sexual por parte dos pais de um menino menor de idade treinado por ele num clube de São Paulo. Neste domingo, o “Fantástico” mostrou que este jovem não foi o único a se dizer molestado e deu voz a alguns atletas e ex-atletas que, depois de anos, tiveram coragem de revelar seus casos. Ao todo, 40 pessoas afirmaram terem sido vítimas de abusos. Destes, 10 levaram o caso à Justiça. O Ministério Público de São Paulo já convocou várias pessoas para prestarem depoimento.
 
Todos acusam o técnico de aproveitar a pouca idade deles e a falta de conhecimento dos processos do treinamento para tocá-los insistentemente. Um dos poucos a falar abertamente sobre o assunto foi Petrix Barbosa, campeão pan-americano por equipes em 2011, em Guadalajara, no México, que pela primeira vez contou sua história.
 
A Confederação Brasileira de Ginástica disse que nunca teve notícias desses fatos.

Amigos  sou editor do jornal Altiplano, da revista ATUAL Nordeste do portal Atual Nordeste sou desportista, ex-atleta do campo e do salão sou peladeiro tenho um  leque  de amigos que jogaram e  ainda hoje jogamos juntos, o  amador  propociona a beleza nosso futebol  e futuro daqueles que sonham uma carreira sólida em um grande clube da Paraiba do Brasil e do Mundo. Quero dizer que  apartir desta data  vou contibuir  com nosso futebol amador por intermedio desta  empresa esporteamadorp  e  seus  diretores  que  tanto fizeram e faz divulgando nosso futebol e os  futuros atletas da paraiba.

 

1. Na sexta feira pelo Campeonato Noturno do Vieira Diniz jogaram no campo da caixa d’água as 19h Industrial 2x0 Sport e as 21h Arsenal 1x0 Poeirão 

                                                                                                                                           2. Na sexta feira pela Copa Sabadaço dos Funcionários 2 jogaram no campo Vincentão as 20h CSP 1x5 CRACS e no Sábado jogaram River 1X1 Penha

 

3. No sábado no Campeonato de Futebol Amador Veteranos do Cristo jogaram no campo Chico Matemático as 8h Beira Rio 2x1 Carcara e as 10h Verona 3x2 Cidade Maravilhosa

 

4. No sábado no Campeonato de Futebol Amador Veteranos de Mandacaru jogaram no campo do CSU as 15h Vasco 3x1 MIB

 

6. No domingo pela Copa Orion de Futebol Amador em Mandacaru não terá partida, a final entre Grêmio e Figueirense será em 29 de abril as 9h

 

5. No sábado no Campeonato de Futebol Amador Veteranos de Mangabeira jogaram no Estádio Wilsão as 14h Mangueirão 0x1 Colombo e as 16h Juventude 1x1 Independente

 

7. No domingo pela Copa da Paz de Futebol Amador dos Funcionários 2 jogaram as 8h América 2x0 Flamengo dos Func. 3 e as 10h Parayba 3x1 Maguari

 

8. No domingo pela Copa da Paz de Futebol Amador de Mangabeira A RODADA FOI CANCELADA no campo do Verão as 8h União x Lazio e as 10h GDR x CENE

 

9. No domingo pela Copa de Futebol Amador do Timbó jogam no campo Belpão as 8h Independente 1x1 Osmar e as 10h Juventus 3x2 R16

 

10. No domingo pelo Campeonato de Futebol Amador dos Bancários jogaram no campo da Paz as 8h Planalto 0x3 Mocidade e as 10h Goiás 0x4 Benfica

 

11. No domingo pelo Campeonato de Futebol Amador do Planalto Boa Esperança no Valentina não teve rodada, volta dia 13 de Maio com Independente x Bacanas as 8h

 

12. No domingo pelo Campeonato de Futebol Amador do Cristo jogaram no campo Chico Matemático as 8h Boa Esperança 5x1 Bragantino e as 10h Bela Vista 7x2 Lazio

 

13. No domingo pelo Campeonato de Futebol Amador da Varanda em Oitizeiro jogaram as 8h Real Alvorada 2x6 Palmeiras e as 10h União Novais 4x1 Meninos da Vila

 

14. No domingo pelo Campeonato de Futebol Amador do Gervasio Maia jogaram no campo Gervasão as 8h União 2x2 Varanda e as 10h Amigos de Bruno 1x1 Napoli

 

15. No domingo pelo Campeonato do Laranjeira não terá rodada, volta dia 29 de Abril com 2 jogos no Danielsão pelas Quartas de Finais, jogam 8h Independente x Palmeiras e as 10h jogam Sociedade x Ajax

 

16. No domingo pelo Campeonato de Futebol Amador do Bairro dos Novais jogaram as 8h São Domingos 2x1 Atlético e as 10h Botafogo 0x1 Escolinha

 

17. No domingo pelo Campeonato de Futebol Amador do Vieira Diniz campo da Caixa d’água, não terá rodada, volta 29 de Abril com um jogo pelas Quartas de Finais as 9h Fênix x Paysandu

 

18. No domingo pela Copa João Pessoa sub 20 jogaram no campo dos Funcionários 2 Flajampa 2x0 Juventude de Mituaçu

 

 


Fonte. esporte amador pb

Seleção Brasileira derrotou a Colômbia por 3 a 0 e levantou a taça com uma campanha perfeita. Vagas nas Olimpíadas e na Copa do Mundo foram carimbadas

Com uma campanha perfeita, a Seleção Brasileira Feminina conquistou a Copa América no último domingo. O Brasil precisava apenas de um empate contra a Colômbia, mas antes da partida, já podia comemorar título, já que a Argentina, única equipe que poderia passar as brasileiras, foi derrotada pelo Chile.

Além disso, a vitória do Brasil por 3 a 0 sobre a Colômbia coroou uma campanha com 100% de aproveitamento. Os gols da partida foram marcados por Mônica, duas vezes e Formiga.

Na Copa América, o Brasil disputou sete partidas, quatro na primeira fase e três no quadrangular final, e ganhou todas. Ao todo foram 31 gols marcados e apenas dois sofridos.


Esta foi a sétima vez que o Brasil conquista a Copa América. A conquista fez com que a Seleção Brasileira garantisse as vagas na Copa do Mundo feminina de 2019, na França, e nas Olimpíadas de Tóquio, em 2020.

 

 

Fonte: Extra.globo

De acordo com um balanço feito pela revista 'France Football', o craque argentino faturou mais que o português nesta temporada. Neymar aparece em terceiro.
 
A revista francesa "France Football", traz em sua pagina que o argentino Lionel Messi é o jogador mais bem pago do mundo. Na edição desta semana, o veículo destaca que o craque do Barcelona fatura 126 milhões de euros (cerca de R$ 528 milhões), entre salário, prêmios e patrocinadores.
 
Com isso, ainda de acordo com a revista, Messi superou o protuguês Cristiano Ronaldo, que na temporada passada faturou cerca de 94 milhões de euros (R$ 392 milhões).
 
Em terceiro aparece o brasileiro Neymar. Segundo a "France Football", o camisa 10 do Paris Saint-Germain faturou uma receita de 81,5 milhões de euros (R$ 340 milhões).
 
Treinadores que tem os maiores salários. 
 
Começando pelo treinador, Jose Mourinho, do Manchester United é o mais bem pago, com 26 milhões de euros (R$ 106 milhões). Em segundo está o técnico da China, Marcello Lippi aparece em segundo com 23 milhões (R$ 96 milhões), seguido por Diego Simeone, do Atlético de Madrid, 22 milhões de euros (R$ 92 milhões).
 
 
Fonte: portal TERRA
 

Agora desafiante, Jedrzejczyk fala muito diante da campeã Namajunas

Com a mudança da luta principal logo na véspera, quando Al Iaquinta foi deslocado para o duelo contra Khabib Nurmagomedov, valendo o cinturão peso leve apenas para o russo, coube as mulheres o papel de chamar atenção dos fãs presentes ao Barclays Center, no Brooklyn, em Nova York, na pesagem oficial do UFC 223, nesta sexta-feira. Rose Namajunas, campeã peso palha, teve uma encarada bem séria contra a ex-dona do título, Joanna Jedrzejczyk.
Continua depois da publicidade
 
Joanna até mudou um pouco o estilo ao longo da semana, contrapondo o que ocorreu no duelo anterior, também em Nova York, no ano passado, quando ela perdeu o cinturão para Namajunas. Na encarada desta sexta-feira, no entanto, a polonesa olhou nos olhos da campeã e falou algumas frases, sem tirar a concentração da norte-americana. 
 
No duelo principal, Khabib e Iaquinta tiveram encarada séria, mas sem tensão. O russo bateu o peso (70,08kg) e será o novo campeão peso leve em caso de triunfo. Já o norte-americano, que estava escalado para enfrentar Paul Felder, no card principal, excedeu o limite em 100g e não terá direito ao título se vencer em Nova York.
 
 
 
 
Fonte: Mg.superesportes
 

"Notorius" pagou o valor estipulado em US$ 50 mil e não teve que entregar o passaporte, sendo assim, poderá voltar para a Irlanda sem maiores problemas

 
Após toda a confusão causada na última quinta-feira (5), nos bastidores do UFC 223, no Brooklyn (EUA), Conor McGregor precisou comparecer a Brooklyn Criminal Courthouse, na sexta-feira (6). O irlandês respondeu pelo crime de vandalismo e mais três infrações de agressão. A fiança de "Notorious", estipulada no valor de US$ 50 mil, foi paga por Dillon Danis, treinador de Jiu-Jitsu. Conor não vai precisar entregar o passaporte e poderá responder em liberdade. Um novo julgamento foi marcado para o dia 14 de junho.
 
A corte também anunciou um pedido de proteção para Michael Chiesa, Ray Borg, Ozzy Arias e Ricardo Chico, que foram atingidos por destroços, após McGregor, junto com um grupo de amigos, atacar um ônibus que levava atletas e treinadores. Cian Cowley, amigo de McGregor e que participou do ato de vandalismo, se entregou na sexta-feira e pagou a fiança de US$ 25 mil, como informou o site MMA Fighting.
 
A confusão teve início quando Conor apareceu de surpresa na arena que vai receber o UFC 223, e os lutadores chegavam para o Media Day. O irlandês estava atrás de Khabib Nurmagomedov, após o russo o "enquadrar" seu companheiro de treino, Artem Lobov. Em seguida, o lutador arremessou objetos no vidro do ônibus que feriram Chiesa e Borg, obrigando o Ultimate a cancelar duas lutas do card.
 
 
 
Fonte: Portal terra
Pagina 2 de 26
JR Esquadrias