Quinta, 06 Julho 2017 23:52

Onde estão os jogadores da estreia de Messi pelo Barcelona? Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Ronaldinho, Messi e Eto'o fizeram um dos melhores ataques da história do Barça Ronaldinho, Messi e Eto'o fizeram um dos melhores ataques da história do Barça

 

Sete dos jogadores que entraram em campo pelo time catalão seguem na ativa

O anúncio da renovação de contrato de Lionel Messi com o Barcelona, feito na dia (5/7), dá continuidade a um casamento de quase duas décadas. O argentino de 30 anos chegou jovem à base do clube. E já se passaram 13 anos desde a estreia dele pelo time profissional, num clássico local contra o Espanyol, em 16 de outubro de 2004.

Relembre onde estão os jogadores que estavam em campo pelo Barcelona naquela vitória por 1 x 0: 
 
Victor Valdés (goleiro, 35 anos)
Está sem clube desde 1º de julho, quando foi liberado pelo Middlesbrough após o fim do contrato. Desde que deixou o Barça, em 2014, também jogou por Manchester United e Standard Liege, mas sem nunca convencer. Segundo o Mundo Deportivo, recusou quatro propostas de times espanhóis, pois não quer voltar ao país.
 
Belletti (ex-lateral, 41 anos)
O brasileiro, herói mais improvável do título do Barcelona na Liga dos Campeões, trabalha como diretor do Coritiba para assuntos internacionais e embaixador do Barcelona. Antes de encerrar a carreira, jogou por Chelsea, Fluminense e Ceará.
 
Oleguer (ex-zagueiro, 37 anos)
O patinho feio do time titular encerrou a carreira cedo, aos 31 anos, depois de uma passagem pelo Ajax. É defensor ferrenho da causa catalã e chegou a recusar chamada da seleção espanhola. 
 
AFP
Carles Puyol (ex-zagueiro, 39 anos)
Está aposentado desde 2014, quando recusou todas as propostas para continuar a carreira. Puyol disse adeus aos gramados tendo jogado apenas pelo Barça: foram 589 partidas. Hoje, é assistente do comitê executivo do clube.
 
Giovanni van Bronckhorst (ex-lateral, 42 anos)
Ao deixar o Barcelona, voltou para o Feyenoord, time que o revelou, no qual passou três temporadas. Aposentou-se em 2010 e virou assistente técnico do clube até 2015, quando assumiu o comando. Ganhou o Campeonato Holandês em maio.
 
Rafa Márquez (volante, 38 anos)
Segue na ativa tanto no time quanto na seleção mexicana, da qual foi capitão na última Copa das Confederações. Hoje, defende o Atlas, em seu país natal. Depois de deixar o Barça, teve uma grande temporada pelo italiano Verona e também jogou pelo New York Red Bulls.
 
Deco (ex-meia, 39 anos)
Autor do único gol no jogo de estreia de Messi, o luso-brasileiro também passou pelo Chelsea antes de voltar ao país natal. No Fluminense, foram três anos, dois títulos brasileiros e um carioca. ( Atualmente o jogador Deco é jogador do Flamengo)
 
Xavi (meia, 37 anos)
Um dos maiores responsáveis pelo bom jogo do Barcelona neste século, Xavi defende o Al-Sadd, do Catar, há dois anos. Ele tem contrato por mais uma temporada e promete cumpri-lo para, depois, se aposentar. 
 
Samuel Eto'o (atacante, 36 anos)
Depois de deixar o Barcelona, viveu um novo auge da carreira na Inter de Milão, time no qual foi ídolo. Teve passagens apagadas por Anzhi, Chelsea, Everton e Sampdoria até chegar ao Antalyaspor, da Turquia, em 2015. Segue no clube.
 
Henrik Larsson (ex-atacante, 45 anos)
O sueco passou apenas um ano no Barça, o suficiente para ganhar a Liga dos Campeões. Defendeu o Manchester United por dois meses e passou o restante da carreira no Helsingborgs, time que o revelou.
 
Ronaldinho (ex-atacante, 37 anos)
Hoje, é a principal estrela do time de lendas do Barcelona. Depois de viver seu auge na Espanha, passou por Milan, Flamengo, Atlético-MG, Querétaro e Fluminense antes de aceitar o fim da carreira.
 
AFP
Frank Rijkaard (ex-técnico, 54 anos)
Pelo Barcelona, ganhou uma Liga dos Campeões e dois Campeonatos Espanhóis. Depois, o holandês treinou o Galatasaray e a seleção da Arábia Saudita, sem sucesso. Decidiu se aposentar da carreira. 
 
Andrés Iniesta (meia, 33 anos)
Entrou aos 22 minutos do segundo tempo, no lugar de Eto'o. Ainda era um jovem meia e raramente jogava como titular. Hoje, é um dos maiores ídolos da história do Barça, com 624 jogos disputados.
 
Lionel Messi (atacante, 30 anos)
Entrou aos 37 minutos do segundo tempo, no lugar de Deco. Messi usava a camisa 30 e teve atuação discreta no pouco tempo em que ficou em campo. 
 
Rubén Martínez (goleiro, 33 anos)
Ficou no banco e não foi acionado. Jogou a primeira metade da temporada no Deportivo La Coruña e a outra no Anderlecht, da Bélgica. Foi sempre reserva.
 
Damià (ex-lateral, 35 anos)
Ficou no banco e não foi acionado. Aposentou-se em 2016, pelo Middlesbrough, onde pouco jogou. Viveu o auge da carreira no Osasuna, único time em que conseguiu ser titular.
 
Fernando Navarro (lateral, 35 anos)
Ficou no banco e não foi acionado. Teve passagem vitoriosa pelo Sevilla, de 2008 a 2015, e hoje defende o Deportivo La Coruña. Prepara-se para a última temporada da carreira.
Relembre onde estão os jogadores que estavam em campo pelo Barcelona naquela vitória por 1 x 0: 
 
Victor Valdés (goleiro, 35 anos)
Está sem clube desde 1º de julho, quando foi liberado pelo Middlesbrough após o fim do contrato. Desde que deixou o Barça, em 2014, também jogou por Manchester United e Standard Liege, mas sem nunca convencer. Segundo o Mundo Deportivo, recusou quatro propostas de times espanhóis, pois não quer voltar ao país.
 
Belletti (ex-lateral, 41 anos)
O brasileiro, herói mais improvável do título do Barcelona na Liga dos Campeões, trabalha como diretor do Coritiba para assuntos internacionais e embaixador do Barcelona. Antes de encerrar a carreira, jogou por Chelsea, Fluminense e Ceará.
 
Oleguer (ex-zagueiro, 37 anos)
O patinho feio do time titular encerrou a carreira cedo, aos 31 anos, depois de uma passagem pelo Ajax. É defensor ferrenho da causa catalã e chegou a recusar chamada da seleção espanhola. 
 
AFP
Carles Puyol (ex-zagueiro, 39 anos)
Está aposentado desde 2014, quando recusou todas as propostas para continuar a carreira. Puyol disse adeus aos gramados tendo jogado apenas pelo Barça: foram 589 partidas. Hoje, é assistente do comitê executivo do clube.
 
Giovanni van Bronckhorst (ex-lateral, 42 anos)
Ao deixar o Barcelona, voltou para o Feyenoord, time que o revelou, no qual passou três temporadas. Aposentou-se em 2010 e virou assistente técnico do clube até 2015, quando assumiu o comando. Ganhou o Campeonato Holandês em maio.
 
Rafa Márquez (volante, 38 anos)
Segue na ativa tanto no time quanto na seleção mexicana, da qual foi capitão na última Copa das Confederações. Hoje, defende o Atlas, em seu país natal. Depois de deixar o Barça, teve uma grande temporada pelo italiano Verona e também jogou pelo New York Red Bulls.
 
Deco (ex-meia, 39 anos)
Autor do único gol no jogo de estreia de Messi, o luso-brasileiro também passou pelo Chelsea antes de voltar ao país natal. No Fluminense, foram três anos, dois títulos brasileiros e um carioca antes do fim da carreira.
 
Xavi (meia, 37 anos)
Um dos maiores responsáveis pelo bom jogo do Barcelona neste século, Xavi defende o Al-Sadd, do Catar, há dois anos. Ele tem contrato por mais uma temporada e promete cumpri-lo para, depois, se aposentar. 
 
Samuel Eto'o (atacante, 36 anos)
Depois de deixar o Barcelona, viveu um novo auge da carreira na Inter de Milão, time no qual foi ídolo. Teve passagens apagadas por Anzhi, Chelsea, Everton e Sampdoria até chegar ao Antalyaspor, da Turquia, em 2015. Segue no clube.
 
Henrik Larsson (ex-atacante, 45 anos)
O sueco passou apenas um ano no Barça, o suficiente para ganhar a Liga dos Campeões. Defendeu o Manchester United por dois meses e passou o restante da carreira no Helsingborgs, time que o revelou.
 
Ronaldinho (ex-atacante, 37 anos)
Hoje, é a principal estrela do time de lendas do Barcelona. Depois de viver seu auge na Espanha, passou por Milan, Flamengo, Atlético-MG, Querétaro e Fluminense antes de aceitar o fim da carreira.
 
AFP
Frank Rijkaard (ex-técnico, 54 anos)
Pelo Barcelona, ganhou uma Liga dos Campeões e dois Campeonatos Espanhóis. Depois, o holandês treinou o Galatasaray e a seleção da Arábia Saudita, sem sucesso. Decidiu se aposentar da carreira. 
 
Andrés Iniesta (meia, 33 anos)
Entrou aos 22 minutos do segundo tempo, no lugar de Eto'o. Ainda era um jovem meia e raramente jogava como titular. Hoje, é um dos maiores ídolos da história do Barça, com 624 jogos disputados.
 
Lionel Messi (atacante, 30 anos)
Entrou aos 37 minutos do segundo tempo, no lugar de Deco. Messi usava a camisa 30 e teve atuação discreta no pouco tempo em que ficou em campo. 
 
Rubén Martínez (goleiro, 33 anos)
Ficou no banco e não foi acionado. Jogou a primeira metade da temporada no Deportivo La Coruña e a outra no Anderlecht, da Bélgica. Foi sempre reserva.
 
Damià (ex-lateral, 35 anos)
Ficou no banco e não foi acionado. Aposentou-se em 2016, pelo Middlesbrough, onde pouco jogou. Viveu o auge da carreira no Osasuna, único time em que conseguiu ser titular.
 
Fernando Navarro (lateral, 35 anos)
Ficou no banco e não foi acionado. Teve passagem vitoriosa pelo Sevilla, de 2008 a 2015, e hoje defende o Deportivo La Coruña. Prepara-se para a última temporada da carreira.
 
Fonte df.superesportes
Ler 394 vezes

PUBLICIDADE

JR Esquadrias