Esportes (291)

 

Apesar do empate, PSG continua na liderança do Campeonato Francês

O Paris Saint-Germain entrou em campo neste sábado sem poder contar com Neymar, poupado com dores no pé, e acabou sofrendo. Jogando fora de casa contra o Montpellier, pela sétima rodada do Campeonato Francês, o time da capital mostrou pouca inspiração ofensiva e ficou no 0 a 0.

Com o empate, os parisienses não só perderão os 100% de aproveitamento na competição como também ficaram com 19 pontos, ainda na liderança, mas com apenas um de vantagem em relação ao Monaco. Já a equipe do sul da França segue no meio da tabela com oito pontos somados.

Pela próxima rodada, o Paris volta para o Parc des Princes para encarar o embalado Bordeaux, no próximo sábado. No dia anterior, o Montpellier visita o vice-líder Monaco, no estádio Louis II.

O Paris Saint-Germain entrou em campo neste sábado sem poder contar com Neymar, poupado com dores no pé, e acabou sofrendo. Jogando fora de casa contra o Montpellier, pela sétima rodada do Campeonato Francês, o time da capital mostrou pouca inspiração ofensiva e ficou no 0 a 0.

Com o empate, os parisienses não só perderão os 100% de aproveitamento na competição como também ficaram com 19 pontos, ainda na liderança, mas com apenas um de vantagem em relação ao Monaco. Já a equipe do sul da França segue no meio da tabela com oito pontos somados.

Pela próxima rodada, o Paris volta para o Parc des Princes para encarar o embalado Bordeaux, no próximo sábado. No dia anterior, o Montpellier visita o vice-líder Monaco, no estádio Louis II.

 Fonte: Gazeta Press

Na Ilha do Urubu, com time reserva, o Rubro-negro jogou mal e empatou com o Avaí em 1 a 1, e pode deixar o G-6 ao fim da rodada

O jogo que serviu de teste para a final da Copa do Brasil confirmou que o Flamengo não está nem aí para o Brasileiro. Na Ilha do Urubu, com time reserva, o Rubro-negro jogou mal e empatou com o Avaí em 1 a 1, e pode deixar o G-6 ao fim da rodada, hoje. Basta Cruzeiro e Botafogo vencerem para o Fla cair até para a sétima posição. Pedro Castro abriu o placar, em falha da defesa, e Rodinei deixou tudo igual, com golaço no fim.

O que tirar do empate? A boa participação de Paquetá para a possível vaga deixada por Everton, em recuperação. Gabriel começou a semana como favorito a ocupá-la, mas jogou mal e o jovem, improvisado no ataque, criou as melhores chances.

O foco agora é na final contra o Cruzeiro, na quarta-feira, no Mineirão. Pelo Brasileiro, a Ponte Preta é o adversário de segunda-feira.

Rueda surpreendeu na escalação. Optou por não usar o goleiro Alex, que ficará dez dias sem atuar até a final, e manteve Diego Alves, seguro. A observação estava no ataque. Lá, a surpresa foi Matheus Sávio. Ele, Gabriel e Paquetá formaram a linha de frente e iniciaram a disputa interna pela possível vaga de Everton. No primeiro tempo, o melhor deles foi Paquetá, que criou chances.

Quem também teve uma, após dois meses, foi Mancuello, mas o argentino não conseguiu aproveitar. Sem ritmo, o argentino, Rafael Vaz e Rodinei estiveram muito abaixo. De volta após lesão, Renê foi bem e vai brigar com Trauco por vaga.

Paquetá, com bola na trave e outras chances no segundo tempo, confirmou a boa fase e se consolidou como melhor do time. Os minutos de Vinícius no fim não foram suficientes para gerar dúvida. Vizeu também voltou ao time e perdeu chances.

FICHA

Flamengo Diego Alves, Rodinei, Rhodolfo, Vaz, Renê; Márcio Araújo, Mancuello (Vizeu), Éverton Ribeiro; Gabriel (Vinícius Júnior), Paquetá, Matheus Sávio (Geuvânio). Técnico Reinaldo Rueda.

Avaí Douglas; L.Silva; Betão; F.Alemão e Capa; Judson; W.Simião (Luan Pereira); P.Castro e Juan (Willians); J.Dutra e Joel (Lucas Otávio). Técnico Claudinei Oliveira.

gols 1° tempo: Pedro Castro 17 min. 2° tempo: Rodinei, 35 min (Flamengo).

cartões Amarelo: Gabriel (Flamengo).

árbitro Claudio Silva (SE).

renda e público Público pagante 8.032 / presentes 9.584 / Renda: R$ 290.381,00.

 

Por Diogo Dantas / extra.

 

Time francês enfrenta o Celtic, da Escócia, no Reino Unido

Parece que as Eliminatórias Sul-Americanas trouxeram problemas para o elenco do Paris Saint-Germain, que inicia sua caminhada atrás do título da Liga dos Campeões, nesta terça-feira, diante do Celtic. Sem Di María e Pastore, que voltaram sem condições de jogo da seleção da Argentina, o PSG vai enfrentar a equipe escocesa sem um de seus pilares do ataque na equipe principal.

Na manhã desta segunda-feira, o time francês realizou os últimos ajustes, antes de seguir viagem para o Reino Unido afim de encontrar com o Celtic, em Glasgow. Quem ficou de fora dos treinamentos para se recompor fisicamente foram os argentinos Di María e Pastore. O atacante voltou da seleção com uma lesão no tendão, enquanto o meia alegou desconforto muscular e será encaminhado ao departamento médico para se recuperar.

Apesar da ausência destas duas importantes peças, todos os brasileiros estiveram presentes nas atividades e vivem boa fase. Além de Thiago Silva, Marquinhos, Dani Alves, Thiago Motta e Neymar terem sido frequentemente relacionados à equipe principal, o meio-campista Lucas se recuperou de uma lesão que adquiriu durante a pré-temporada e até já deixou seu gol na última rodada do Campeonato Francês.

Uma das grandes contratações do ano dos parisienses, mesmo que por empréstimo, também participou do treino. Trata-se do jovem Mbappé, que fez grandes atuações diante da seleção francesa em jogos válidos pelas Eliminatórias e marcou um dos gols da goleada do Paris Saint-Germain, sobre o Metz, pela competição nacional.

 

Fonte: Gazeta Press

 

Os gols do Belo foram marcados por Rafael Oliveira (2x), e Dico

O Botafogo-PB venceu o Sampaio Corrêa por 3 x 2, na noite deste sábado (9), em São Luís. O time contou com a derrota do Moto Club por 1 x 0 para o Fortaleza para garantir a permanência na Série C do Campeonato Brasileiro.
Jogo
 
Líder do campeonato, o Sampaio Corrêa lidou com um Botafogo-PB que foi para cima nos primeiros minutos de jogo. A equipe paraibana foi bem, mas cedeu o gol a equipe maranhense, marcado por Isac, aos 34’ do primeiro tempo.
 
Ainda no primeiro tempo, o Belo empatou em cobrança de pênalti. Dico foi derrubado por Maracás na área, Rafael Oliveira desencantou após 4 jogos sem marcar e igualou o marcador.
 
Mesmo com a ofensividade do Sampaio, o Botafogo-PB conseguiu virar o jogo em apenas dois minutos na segunda etapa. Aos 14’, Rafael Oliveira aproveitou falha da defesa e marcou o segundo após cruzamento de Dico. O próprio Dico fez jogada individual aos 16’ e ampliou.
 
Após o fim da última rodada da Série C, o Botafogo-PB conseguiu escapar por um ponto da zona da degola, que rebaixou o ASA, com 13 pontos, e o Moto Club, com 20 pontos. O Belo finalizou sua participação na competição na 8ª colocação, com 21 pontos.

 

Promovido pelo Movimento NU (Naturistas Unidos), o Tambaba Open é a única competição do gênero do mundo e vem atraindo a cada edição um número maior de competidores e de público

A Praia de Tambaba, localizada na Costa de Conde na paraíba, famosa por permitir a prática do naturismo, será palco da 10ª Edição do Tambaba Open de Surf Naturista e do VI Encontro Norte Nordeste de Naturismo, que acontecem simultaneamente nos dias 7 a 9 de setembro. Idealizado durante o 31º Congresso Internacional de Naturismo, em 2008, em Tambaba, o Open de Surf tem a finalidade de promover a filosofia naturista por meio desse esporte, que representa o conceito de liberdade, harmonia com a natureza e respeito mútuo, características presentes no naturismo. A Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) apóia a realização dos eventos, promovendo a divulgação em todos os meios de comunicação do país.

Promovido pelo Movimento NU (Naturistas Unidos), o Tambaba Open é a única competição do gênero do mundo e vem atraindo a cada edição um número maior de competidores e de público. Este ano, a expectativa dos organizadores é de aumento no número de participantes, pois, além de ser uma edição comemorativa - completa 10 anos -, o campeonato integra a programação oficial do Encontro Norte-Nordeste de Naturismo.

A competição é homologada pela Federação Paraibana de Surf e será disputada em quatro categorias: Iniciante, Local, Open e Expression Session, sendo que a categoria Open vale 500 pontos para o Circuito Paraibano de Surf. O Campeonato premiará os quatro melhores de cada categoria, exceto Expression Session, que valerá troféu e brinde apenas na manobra de maior grau de dificuldade. Os campeões das categorias Open, Local e Iniciante receberão pranchas, troféus e brindes, enquanto que as demais colocações premiarão com troféus e brindes.

As inscrições ocorrerão no local nos dias das competições da 9h às 12h. A taxa de inscrição varia de acordo com a categoria e deverá atender aos critérios preestabelecidos, sendo: Open (R$ 40), Local (R$ 30) e Iniciante (R$ 20). Já a Expression Session é gratuita.

Qualidade de vida - Já o Encontro Norte Nordeste de Naturismo vai discutir a temática “Naturismo, mais qualidade de vida”, aprofundando questões e reflexões sobre o tema. Na programação, estão previstas várias atividades como palestras, vivências, visitações, plenária, atividades recreativas e culturais. A inscrição e o credenciamento do Encontro ocorrerão na secretaria do evento, localizada no setor naturista da Praia de Tambaba e será cobrada uma taxa de R$ 50, para possuidores do cartão INF/FBrN em dia, e R$ 60, para os demais participantes.

A 10ª edição do Tambaba Open é realizada pelo Movimento NU, tem como correalizadores a Prefeitura de Conde, PBTUR e a Sonata, além do apoio do Sebrae, INF, FBrN, Território Macuxí, NIP, FPbS, Pranchas WM, ATCC, ACIC, Plume Comunicação Visual, Arca de Bilú Pousada e Restaurante, Tambaba Camping, Supermercado Novo Mundo, The Perfect Tattoo, Cut Back, Grillo Tattoo Art, Rolly Surfboards, Magnet Wax, R3 Surf, Fort Motos e Loja do Motociclista. 

Da Redação com Assessoria

O atacante chegou a um total de 78 gols pela seleção portuguesa na vitória por 5 a 1 sobre as Ilhas Faroe

Com três gols de Cristiano Ronaldo, a seleção de Portugal goleou as Ilhas Faroé por 5 a 1, na última quinta-feira, e continua na caça à líder Suíça no grupo B das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Vice-líderes, os portugueses chegaram a 18 pontos contra 21 dos suíços, restando apenas três rodadas para o fim. Apenas o líder do grupo avança diretamente ao mundial da Rússia.

Maior astro do time português, Cristiano Ronaldo não decepcionou o público presente no estádio do Bessa Século XXI, na cidade do Porto, e chegou a 78 gols pela seleção portuguesa, superando os 77 de Pelé com o Brasil.

Fonte: Band.uol

Jogo marcaria o fim da participação brasileira na missão de paz no país caribenho

 

A Seleção do Brasil tem boas chances de voltar ao Haiti. Desta vez, com um grupo de veteranos, para marcar o fim da participação brasileira na missão de paz no país caribenho - previsto para 15 de outubro. O amistoso está sendo negociado pelo ministério das Relações Exteriores com a CBF, que deu o sim à iniciativa. Faltam, porém, detalhes como os convites aos jogadores e a organização da viagem.

A intenção é levar ao Haiti atletas que participaram do Jogo da Paz em 18 de agosto de 2004 (ano em que começou a missão brasileira), como Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo, Roberto Carlos, Juninho Pernambucano, Roger e Adriano. Alguns continuam em atividade, casos do goleiro Julio Cesar (Benfica) e do atacante Nilmar (Santos). Eles dificilmente poderão ir. O grupo seria completado com ídolos dos haitianos como Cafu e ex-jogadores como o volante Emerson. Técnico do Brasil naquele amistoso em que a Seleção fez 6 a 0, Carlos Alberto Parreira já teria sinalizado positivamente sobre sua participação.

 

A CBF prefere não falar oficialmente sobre a "missão no Haiti", pois ainda não está totalmente fechado o “envio de sua tropa". Na entidade, convencer os ex-jogadores, que têm agendas diversas dentro e fora do futebol, é tido como “algo complicado", assim como a logística.

A reportagem apurou que o pedido do ministério foi feito há cerca de 40 dias, e o presidente Marco Polo Del Nero se mostrou disposto a atender. A ideia original de levar a Seleção atual foi descartada. Além de o Brasil ter compromissos dias 5 e 10 de outubro pelas Eliminatórias, vários jogadores estão em clubes europeus, que não os liberariam para um amistoso fora da data Fifa. Chegou-se então à alternativa de levar a equipe de 2004, "reforçada" por outros ex-jogadores que serviram à Seleção Brasileira.

Israel x Palestina

Outra ação social que poderá vir a ter envolvimento da CBF é um evento entre israelenses e palestinos, que teria um jogo entre as duas seleções como ponto alto. Isso, porém, não ocorrerá no curto prazo.

Nesse caso, a bola está com a Fifa. Em congresso no mês de maio, no Bahrein, a entidade adiou o reconhecimento da Federação de Futebol da Palestina, mas mostrou interesse em fazer uma ação envolvendo Israel.

A CBF, então, se colocou à disposição da Fifa para “ajudar na construção dessa relação". Ainda não há planejamento efetivo de alguma ação.

 

Jogo marcaria o fim da participação brasileira na missão de paz no país caribenho

A luta ocorreu na madrugada do último domingo (27/8), na cidade norte-americana de Las Vegas, e foi uma das mais aguardadas dos últimos anos

O boxeador Floyd Mayweather Jr. venceu a chamada “luta do século”, contra o lutador de MMA irlandês Conor McGregor na madrugada de sábado (26/8) para domingo (27). O combate, que usou as regras do boxe, terminou com um nocaute técnico do lutador americano, durante o décimo assalto. A luta ocorreu na cidade norte-americana de Las Vegas, e foi uma das mais aguardadas dos últimos anos.

Após seis rounds mornos, o cansaço de McGregor começou a pesar após o sétimo assalto. Mesmo com investidas pesadas, Mayweather parecia ter a tática de administrar o resultado até o final do combate. Porém, no décimo round, uma boa sequência de golpes encaixada pelo norte-americano significou nocaute técnico e a vitória.

Ao final da luta, o lutador irlandês reconheceu que o cansaço o prejudicou na fase final, mas entendeu que o árbitro da luta o prejudicou. “Eu estava apenas um pouco fatigado. Ele (Mayweather) estava muito mais sereno nos seus golpes”, considerou. “Mas o juiz tinha que ter deixado continuar.”

De fato, Mayweather pareceu permitir que McGregor despontasse nos primeiros assaltos para, depois, aproveitar o cansaço do irlandês, muito menos acostumado com este tipo de combate. Tratou-se, também, de uma vitória simbólica do boxe sobre o MMA, afinal, o esporte poderia perder espaço caso visse seu principal nome dos últimos tempos cair diante de um adversário que fazia apenas sua primeira luta profissional na modalidade.

Com a vitória, Floyd Mayweather, de 40 anos, encerra a carreira de maneira invicta: 50 vitórias em 50 lutas, sendo 26 por nocaute – quebrando a marca de 49 vitórias de Rocky Marciano, que durava mais de seis décadas. O norte-americano declarou, em entrevista, que esta é realmente sua despedida dos ringues. “Está decidido, não volto mais”, afirmou. “Esta foi minha última luta. Esta é uma decisão a que devo para minha família, e que vou cumprir. Vou-me invicto.”

Já McGregor, de 29 anos, mantém o cinturão de peso-pena do UFC, por se tratar de uma categoria de luta diferente do boxe. “A tentativa foi muito boa, mas a modalidade do boxe é muito diferente e complicada”, reconheceu o irlandês.

Mayweather, que tinha se aposentado em 2015 após vencer o filipino Manny Pacquiao, voltou aos ringues especialmente para esta luta, seduzido pelas altas cifras oferecidas pela organização. O convite veio para atuar contra a estrela do UFC Conor McGregor, concretizando o sonho de um combate capaz de unir as maiores estrelas das duas principais categorias de luta no planeta atualmente.

Com o interesse elevado na noite da luta, os valores que envolveram a luta impressionam mais do que qualquer outro combate já realizado: apenas a vitória de Mayweather rendeu ao lutador US$ 100 milhões (R$ 315,9 milhões). Acredita-se, porém, que com os valores relativos ao pay-per-view, o montante recebido pelo norte-americano possa chegar a US$ 250 milhões (R$ 789 milhões). Ao todo, a luta, junto com seus direitos de transmissão e apostas, deve gerar mais de R$ 1,9 bilhão em receitas.

Fonte: Metropoles

 

 

 

Jamais antes um lutador de MMA consagrado e no auge da carreira migrou para o boxe para enfrentar uma lenda da modalidade

Para quem duvidou quando as especulações surgiam, se espantou com a confirmação do inusitado duelo entre o americano Floyd Mayweather, 40, multicampeão e lenda viva do boxe, e Conor McGregor, 29, principal lutador de MMA da atualidade e campeão do UFC. O combate entre artistas marciais de modalidades diferentes ocorrerá no ringue da nobre arte, amanhã, em Las Vegas (EUA). Mais do que um simples confronto, o encontro é encarado como um embate boxe x MMA.

A situação do irlandês McGregor é inédita no mundo dos combates. Lutador de MMA no auge da carreira e astro maior do UFC no momento, o irlandês migrou para o boxe para enfrentar aquele que é considerado um dos maiores pugilistas de todos os tempos. É um encontro de gigantes das lutas.

O caminho inverso, de um pugilista campeão mundial indo para o MMA, já aconteceu, mas sem a mesma dimensão e publicidade de agora.

Mayweather se aposentou em 2015, invicto com 49 vitórias, sem jamais ter sofrido um knockdown, ou seja, nenhum árbitro abriu contagem contra ele.

A expectativa é que todo o evento movimente US milhões. Os cachês dos dois atletas somados pode chegar a US milhões — US milhões para o americano e US milhões para o irlandês. É esperado que o confronto quebre o recorde de vendas de pay-per-view, que pertence ao duelo Mayweather x Pacquiao, publicizada como a “luta do século” em 2015.

“A diferença entre esta luta e a luta entre Mayweather e Pacquiao é que o alcance do Conor no mundo é maciço. Essa é a luta que o mundo vai assistir”, dimensionou Dana White, presidente do UFC. “Esta é a luta que vai trazer todas as estrelas de Hollywood: Jay-Z, Beyoncé, todos os atores e atrizes de Hollywood, as estrelas da NBA”, garantiu Leonard Ellerbe, promotor da Mayweather Promotions.

 MARCA UFC 

A divulgação da marca UFC vinculada a Conor McGregor é valiosa para o crescimento da organização, já considerada a maior do MMA — cujo recorde de arrecadação anual é US milhões em 2015 —, mas que ainda está distante do dinheiro movimentado na indústria do boxe. É a chance de conquistar novos patamares.

 

Por  Lucas Mota.  

 

 

O Tricolor ainda pode embolsar mais R$ 20 milhões de acordo com o desempenho de David Neres no Ajax, de Maicon no Galatasaray e de Augusto Galvan no Real Madrid B.

O São Paulo já embolsou R$ 160 milhões nos primeiros meses do ano com as vendas de jogadores para o exterior.

O valor, que já exclui a participação de terceiros nas negociações, aumentou na última semana depois da confirmação do atacante Centurión no Genoa, da Itália, por R$ 13 milhões.

No total, foram sete jogadores vendidos: David Neres, Luiz Araújo, Thiago Mendes, Maicon, Lyanco, Centurión e Augusto Galvan, que jogava no Sub-17.

E o valor tem tudo para crescer. O Tricolor ainda pode embolsar mais R$ 20 milhões de acordo com o desempenho de David Neres no Ajax, de Maicon no Galatasaray e de Augusto Galvan no Real Madrid B.

Fonte: Jorge Nicola, da Rádio Bandeirantes.

FONTE: esporte.band.uol

 

Pagina 1 de 21
JR Esquadrias