Quinta, 18 Outubro 2018 11:07

Comércio varejista da Paraíba registra maior taxa de crescimento do país, diz IBGE

Escrito por  POSTADO ATUAL
Avalie este item
(0 votos)
Comércio varejista da Paraíba registra maior taxa de crescimento do país, diz IBGE imagem da internet

A Paraíba também liderou a taxa de crescimento do volume de vendas do país, quando comparado ao mês anterior de julho, com alta expressiva de 7,5%, enquanto o país registrou alta mais tímida de 1,3%. 

Os indicadores econômicos da Paraíba voltaram a liderar no país. O volume de vendas do comércio varejista teve um crescimento de 14,1% em agosto sobre o mesmo mês do ano anterior, alcançando a maior taxa entre todas as unidades da federação, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Já a média de crescimento do país ficou em 4,1%.

A Paraíba também liderou a taxa de crescimento do volume de vendas do país, quando comparado ao mês anterior de julho, com alta expressiva de 7,5%, enquanto o país registrou alta mais tímida de 1,3%. No varejo ampliado, que inclui material de construção, veículos e peças, o crescimento atingiu 13,3% em agosto sobre o mesmo mês do ano passado. A Paraíba ficou atrás apenas do Espírito Santo (15,8%), enquanto o país apresentou alta de 6,9%.

Segundo o IBGE, as maiores altas no mês foram registradas nos setores de vestuário, calçados, veículos, material de construção e combustíveis. A gerente da Pesquisa Mensal do Comércio, Isabella Nunes, citou entre os fatores de influência para a alta nas vendas de agosto, além da relativa melhora no mercado de trabalho, as compras para o Dia dos Pais e a liberação dos recursos do fundo PIS/Pasep.

Na Paraíba, por exemplo, além do pagamento em dia dos servidores públicos, o indicador é influenciado pela melhora do mercado de trabalho e pelas contas públicas equilibradas do Estado.

Ranking do indicador – De acordo com a pesquisa do IBGE, a variação das vendas do comércio varejista nacional de agosto deste sobre o ano anterior subiu em 23 das 27 Unidades Federativas, com destaque para Paraíba (14,1%), Maranhão e Espírito Santo (ambos com 9,6%). Entre os estados que mostraram queda de vendas, os destaques, em termos de magnitude, foram observados no Amapá (-3,9%), Piauí (-2,7%) e Roraima (-2,4%). Já as vendas do comércio em agosto sobre julho cresceram em 24 das 27 unidades da Federação com destaque para Paraíba (7,5%) e Acre (7,1%). Os estados de Tocantins (-2,0%) e Piauí (-0,5%) apresentaram as únicas variações negativas no mês.

Taxas do varejo de Agosto de 2018 sobre agosto 2017

Brasil 4,1%
PARAÍBA 14,1%
Espírito Santo 9,6%
Maranhão 9,6%
Pará 9,1%
Rio Grande do Sul 7,3%
Santa Catarina 6,5%
Rio G. do Norte 6,4%
Goiás 6,0%
São Paulo 5,3%
Tocantins 4,2%
Acre 3,9%
Sergipe 3,6%
Paraná 3,5%
Ceará 3,3%
Mato Grosso 2,6%
Alagoas 2,6%
Minas Gerais 2,3%
Rio de Janeiro 1,2%
Rondônia 1,1%
Pernambuco 1,0%
Mato G. do Sul 0,8%
Bahia 0,1%
Amazonas -1,1%
Distrito Federal- -2,3%
Roraima   -2,4%
Piauí -2,7%

 

FONTE: PMC/IBGE

Ler 32 vezes
JR Esquadrias