Terça, 11 Junho 2019 16:27

Forró e saúde: Por que essa dança faz tão bem para o corpo? Veja 5 razões

Escrito por  postado por revista atual nordeste
Avalie este item
(1 Votar)
Forró e saúde: Por que essa dança faz tão bem para o corpo? Veja 5 razões imagem da internet

Das festas juninas para as academias! Esse é o forró, estilo de dança tão tradicional no Brasil e que também pode ser um ótimo exercício físico para a saúde

Para quem busca bem-estar, autoconfiança e qualidade de vida, qualquer momento é propício para cuidar da saúde. Até mesmo em um simples forró, dança brasileira tão tradicional em nossas festas juninas, é possível tirar bons proveitos para o nosso corpo. Tanto que, atualmente, diversas academias de ginástica passaram a implantar a prática dentre as aulas de atividades aeróbicas oferecidas para quem deseja tonificar os músculos, principalmente das pernas, e precisa perder calorias de forma natural e extremamente prazerosa. 

Dançar é uma atividade incrível para a saúde. E, muito mais do que meros "dois pra lá e dois pra cá", o forró está enraizado na cultura brasileira. O som feito por triângulos, zabumbas e sanfonas, traz melodias agradáveis, dançantes e muito animadas para praticar a dois. Para o professor de dança Leandro Rocha, as razões principais pelas quais o forró faz contagiar as academias são os seus benefícios para a saúde e o ritmo que a dança embala naturalmente o corpo dos praticantes:

"O forró ganhou espaço nas academias por ser uma atividade que ajuda na melhora da coordenação motora e, praticada com frequência, ajuda no fortalecimento muscular, principalmente pernas. Além disso, atua naturalmente no alívio do estresse, como uma dança alegre e quando o praticante mantém uma regularidade contribui com a perda peso", explica o professor, reiterando a frequêcia ideal para um iniciante:

"Fazer duas a três aulas de forró por semana já é uma ótima forma de renovação de energia corporal e mental".

Conheça os 5 principais benefícios do forró para sua saúde

                                                                                                                                  1 - Controla a ansiedade: Por ser uma atividade que exige concentração nos passos, ritmos e no parceiro de dança, a prática ajuda a controlar a ansiedade em outros âmbitos da sua vida. Quando você dançar forró, tente libertar seus pensamentos e aproveitar o momento de dança e alegria que o ritmo proporciona.

2 - Favorece a perda de peso: Para quem quer diminuir as medidas e conquistar o peso ideal, o forró também pode te ajudar! Cerca de uma hora de dança em um ritmo mais acelerado, é capaz de queimar mais de 200 calorias.

3 - Tonifica os músculos: O forró não beneficia apenas os músculos inferiores, é possível conquistar aquela barriga sarada com a prática constante da dança. O ritmo ainda ajuda a melhorar a flexibilidade e evitar as cãibras.

4 - Afasta a depressão: A dança favorece a socialização, a conhecer novas pessoas, conversar e ter um novo hobby, ajudando na liberação de serotonina, o hormônio do bem-estar que atua no combate a depressão.

5 - Melhora o equilíbrio: São tantos "dois pra lá e dois pra cá", giros e controle no ritmo que exercitamos o nosso equilíbrio a cada aula, fazendo com que os passos sejam feitos com mais segurança e até agilidade.

Todo mundo pode dançar forró?

Uma dança tão alegre e contagiante, não podia ser seletiva. Segundo o professor Leandro, o forró é democrático e todos podem praticar: "A dança não tem limites, hoje em dia temos projetos que até pessoas em cadeira de rodas dançam. Lógico, tem uma certa adaptação para que a dança em geral tenha um campo cada vez maior de público para atingir em qualidade de vida. Mas não existem restrições e sim alguns cuidados para que a atividade seja feita com segurança e apenas proporcione saúde, bem-estar e alegria", explica o especialista.

Redação/Professor Leandro Rocha (SPDRJ nº 37110)

 

O forró é brasileiro, ele é nordestino:                     

 

O forró é nosso! Dançar faz bem ao corpo, à  alma e a mente.

 

                                                                                                                    As festas juninas homenageiam três santos católicos: Santo Antônio (no dia 13 de junho), São João Batista (dia 24) e São Pedro (dia 29). No entanto, a origem das comemorações nessa época do ano é anterior à era cristã. No hemisfério norte, várias celebrações pagãs aconteciam durante o solstício de verão.

As festas juninas brasileiras podem ser divididas em dois tipos distintos: as festas da Região Nordeste e as festas do Brasil caipira, ou seja, dos estados de São Paulo, Paraná (Norte), Minas Gerais (sobretudo na parte Sul) e da Região Centro Oeste.

O forró é uma dança popular de origem nordestina. ... A origem do nome Forró tem várias versões, porém a mais aceita é a do folclorista e pesquisador da cultura popular Luiz Câmara Cascudo. Segundo ele, a palavra forró é deriva da abreviação de forrobodó, que significa arrasta-pé, confusão, farra.

E  vamos  dançar forró neste São João!

Ler 4 vezes
JR Esquadrias