Cultura (10)

Além do acesso gratuito a todos os locais do evento, a maior mudança acontecerá na localização do chamado “palco principal”, na parte superior do Parque do Povo

Quartel General do Forró durante o mês de junho, o Parque do Povo vai ganhar uma nova estrutura para oferecer conforto e mais segurança aos milhares de forrozeiros que vão prestigiar o Maior São João do Mundo 2017, em Campina Grande.

A novidade foi anunciada na manhã desta quarta-feira, 19, durante o lançamento oficial da festa, em solenidade que aconteceu no auditório da Federação das Indústrias da Paraíba (Fiep) com a presença do prefeito Romero Rodrigues, do vice Enivaldo Ribeiro, empresários, secretários municipais, vereadores e outras autoridades.

Além do acesso gratuito a todos os locais do evento, a maior mudança acontecerá na localização do chamado “palco principal”, na parte superior do Parque do Povo. O palco, este ano, terá um formato em 360 graus, com quatro passarelas nas laterais, aproximando os artistas dos forrozeiros.

Quanto à segurança, a área do Parque do Povo será monitorada por um circuito interno de câmaras, que ganhará novos pontos de observação. Também haverá a ampliação do número de entradas, que este ano serão nove, além de ser ampliado o número de saídas de emergência.

Outra grande novidade é em relação à rua Sebastião Donato, ao lado do Parque do Povo, que ficará com o fluxo liberado durante o dia. Também haverá inovação quanto ao segmento das pessoas com deficiência, pois serão implantadas acessibilidades nas entradas, com rampas de acesso nas escadarias e a implantação do camarote da acessibilidade.

O público disporá ainda de posto médico com total mobilidade urbana, onde a ambulância ficará dentro da estrutura da festa, com a saída da viatura diretamente para as vias públicas.

Já na parte de baixo do Parque do Povo, a reorganização das barracas vai abrir mais espaço nas ruas para fluir o trânsito e a circulação dos forrozeiros. Os restaurantes irão ficar nas laterais, deixando espaço do centro livre com o palco central. A área será decorada com bandeirolas. Na parte externa dos restaurantes, as mesas serão disciplinadas, fazendo com que todos os clientes possam dançar na frente dos estabelecimentos.

Outra ação será a instalação de um sistema de som de mais qualidade para atender as apresentações musicais e de grupos folclóricos, especialmente de quadrilhas juninas, que se exibirão naquele espaço cultural. No local, ainda, serão instaladas arquibancadas removíveis, possibilitando mais conforto para o público.

De acordo com o prefeito Romero Rodrigues, graças à parceria com a empresa Aliança, os campinenses e os turistas vão contar com um evento marcado pela grandiosidade, conforto e segurança, garantindo-se a realização da maior edição da festa, que em 2017 chega ao seu 34º ano.

Fonte: Codecom

 A  cidade de Campina Grande  se prepara pra receber turista  vindo  de  todo país com o lançamento do  Maior São João  do Mundo.

Confirmado pelo prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues o lançamento do Maior São João do Mundo, edição 2017, para  quarta-feira, (19). A solenidade será realizada no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), a partir das 10h. Na ocasião, Romero anunciará, em conjunto com a empresa Aliança, as novidades deste ano em termos de layout e programação artística do Parque do Povo.

De acordo com Romero Rodrigues, o Maior São João do Mundo deste ano será um divisor de águas na história de um evento com mais de três décadas de sucesso. Através da Parceria Público Privada (PPP), um novo modelo de gestão do evento deve gerar uma economia de, no mínimo, R$ 5 milhões para os cofres municipais. Com isso, estes recursos serão aplicados na construção da nova unidade hospitalar.

Conforme relatou, a população de Campina Grande e os turistas que marcarão presença em Campina Grande neste ano vão desfrutar da mais importante edição do Maior São João do Mundo, tendo, inclusive, diversificada programação, tanto no Parque do Povo, quanto nos distritos.

Na condição de coordenador geral da festa, o prefeito já esteve fazendo a vistoria da montagem da nova estrutura do Parque do Povo que abrigará o maior evento turístico da Paraíba, marcado para acontecer de 2 de junho até 2 de julho.

Sobre o fluxo turístico, o prefeito confirmou ter mantido contatos com autoridades federais, recebendo a garantia de uma divulgação nacional do Maior São João do Mundo. Além disso, ele estará visitando prefeitos de capitais e governadores, convidando-os para a grande festa popular.

Fonte: Codecom

Além de vereador, João Dantas é um pesquisador da cultura e do homem nordestino.

O produtor cultural, pesquisador, cenógrafo, teatrólogo e vereador João Dantas (PSD), que atualmente lidera a bancada governista na Câmara Municipal, recebeu o convite dos sócios fundadores do Instituto Histórico de Campina Grande, Felix Araújo Filho e Maria Ida Steinmuller, para ocupar uma das cadeiras dos quadros da Instituição.

João Dantas relata que é com imensa alegria que recebe este convite, ao tempo em que agradece a todos os sócios da instituição em nome da Presidente Juciene Ricarte Cardoso.

Além de vereador, João Dantas é um pesquisador da cultura e do homem nordestino. Dantas desenvolveu uma longa pesquisa de campo sobre o Cangaço, visitando e entrevistando parentes de cangaceiros do bando de Lampião. Além disso, João Dantas desenvolve diversas atividades que buscam a valorização da cultura e da história de Campina Grande.

Sítio São João

João Dantas é o idealizador e fundador do Sítio São João, com a proposta de valorizar a cultura popular, o sítio é um espaço cenográfico que remonta a um vilarejo rural da década de 30, com imóveis como a casa de farinha, o engenho de cana, a bodega, uma difusora, entre outros. Em parte do dia acontece apresentações de trios de forró. Hoje o Sítio São João é uma das principais atrações turísticas do Brasil durante o período junino.

Na Câmara Municipal de Campina Grande, João Dantas tem um histórico de proposituras que buscam valorizar o patrimônio histórico e cultural de Campina Grande. Dantas é um dos idealizadores e o autor do Projeto de Lei que criou o monumento aos Tropeiros da Borborema, localizado no antigo posto Berro D’água, em homenagem aos 150 anos de Campina Grande.

Outra bandeira encampada por João Dantas visa a criação do Memorial do Maior São João do Mundo, onde seria construída uma estátua de São João Batista com mais de 75 metros de altura, sendo assim, a maior escultura católica do mundo, ultrapassando em altura, o Cristo Redentor no Rio de Janeiro e a estátua de Santa Rita de Cássia no Rio Grande do Norte.

João é o autor do Projeto de Lei que cria o Memorial Urbano de Campina Grande. Este projeto visa identificar todos os monumentos e estátuas de Campina Grande através de placas de metal padronizadas, onde nelas serão contadas as histórias dos personagens retratados nas estátuas ou nos monumentos.

Outro projeto de Dantas visa criar o Memorial Poeta Ronaldo Cunha Lima, em homenagem a um dos homens públicos mais importantes de Campina Grande e da Paraíba. João pretende criar um museu com todas as obras literárias, toda sua atuação parlamentar no Congresso Nacional e ainda como prefeito de Campina Grande e Governador da Paraíba.

Blog da simoneduarte

As tribos indígenas desfilam no Carnaval Tradição neste sábado (25), a partir das 17h. O evento completa este ano 103 anos de história. Já no domingo, as escolas de samba vão batucar na avenida a partir das 17h. As ala ursas desfilam na segunda-feira (27), último dia das festividades, a partir das 18h . Cerca de 40 agremiações passarão pela Avenida Duarte da Silveira, na Torre.

Nos três dias de festa, o Carnaval Tradição irá contar com uma estrutura preparada pela Funjope com arquibancadas para o público, camarotes para jurados e uma tenda para portadores de deficiência. Vinte banheiros, sendo dois adaptados para deficientes, também vão ser instalados na Duarte da Silveira. Os desfiles começam por volta das 17h e se estendem até a meia-noite.

Este ano, as agremiações do Carnaval Tradição foram contempladas com um investimento público no valor total de R$ 329 mil através de edital do Fundo Municipal de Cultura (FMC) da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope). Cada grupo recebeu entre R$ 6,5 mil e R$ 20 mil.

 

Veja toda programação 

Sábado (25) a partir das 17h

Clube de Orquestra Adolescente Criança Feliz

Tribo Indígena Pele Vermelha do Cristo Redentor

Tribo Indígena Flecha Negra de Cruz das Armas

Clube de Orquestra Acorda Torre

Tribo Indígena Papo Amarelo Cruz das Armas

Tribo Indígena Tupi Guarani de Mandacaru

Clube de Orquestra São Rafael

Tribo Indígena Xavantes do Bairro dos Novais

Tribo Indígena Tupi Guanabara Águas Frias

Tribo Indígena Tupinambás de Mandacaru

Clube de Orquestra Piratas de Jaguaribe

Domingo (26) a partir das 17h

Clube de Orquestra Alegre do Frevo
Tribo Indígena Tupi Guanabara
Clube de Orquestra Dona Emília
Tribo Indígena Tabajara do Alto do Mateus
Clube de Orquestra Ciganos do Esplanada
Tribo Indígena Africanos do Cristo Redentor
Clube de Orquestra Bandeirantes da Torre
Escola de Samba Unidos do Róger
Escola de Samba Pavão de Ouro Bairro São José
Escola de Samba Império do Samba do Bairro do Róger
Escola de Samba Independente de Mandacaru
Escola de Samba Malandros do Morro do Bairro da Torre

Segunda (27) a partir das 18h

Batucada Nova Liberdade
Batucada Águia de Ouro
Urso Infantil Gorila Louco
Urso Anos Dourados
Urso Jamaica
Urso Preto do SESI
Urso Alegria do Panda
Urso Amigo Batucada
Urso Celebridade
Urso da Paz
Urso Gavião
Urso Canibal
Urso Folião
Urso Cachorro Louco
Urso Sem Lenço e Sem Documento
Urso Panda
Urso Reboliço
Urso Santa Cruz
Urso Fiel
Urso Atrevido

As tribos indígenas desfilam no Carnaval Tradição neste sábado (25), a partir das 17h. O evento completa este ano 103 anos de história. Já no domingo, as escolas de samba vão batucar na avenida a partir das 17h. As ala ursas desfilam na segunda-feira (27), último dia das festividades, a partir das 18h . Cerca de 40 agremiações passarão pela Avenida Duarte da Silveira, na Torre.

Nos três dias de festa, o Carnaval Tradição irá contar com uma estrutura preparada pela Funjope com arquibancadas para o público, camarotes para jurados e uma tenda para portadores de deficiência. Vinte banheiros, sendo dois adaptados para deficientes, também vão ser instalados na Duarte da Silveira. Os desfiles começam por volta das 17h e se estendem até a meia-noite.

Este ano, as agremiações do Carnaval Tradição foram contempladas com um investimento público no valor total de R$ 329 mil através de edital do Fundo Municipal de Cultura (FMC) da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope). Cada grupo recebeu entre R$ 6,5 mil e R$ 20 mil.

 

Veja toda programação 

Sábado (25) a partir das 17h

Clube de Orquestra Adolescente Criança Feliz

Tribo Indígena Pele Vermelha do Cristo Redentor

Tribo Indígena Flecha Negra de Cruz das Armas

Clube de Orquestra Acorda Torre

Tribo Indígena Papo Amarelo Cruz das Armas

Tribo Indígena Tupi Guarani de Mandacaru

Clube de Orquestra São Rafael

Tribo Indígena Xavantes do Bairro dos Novais

Tribo Indígena Tupi Guanabara Águas Frias

Tribo Indígena Tupinambás de Mandacaru

Clube de Orquestra Piratas de Jaguaribe

Domingo (26) a partir das 17h

Clube de Orquestra Alegre do Frevo
Tribo Indígena Tupi Guanabara
Clube de Orquestra Dona Emília
Tribo Indígena Tabajara do Alto do Mateus
Clube de Orquestra Ciganos do Esplanada
Tribo Indígena Africanos do Cristo Redentor
Clube de Orquestra Bandeirantes da Torre
Escola de Samba Unidos do Róger
Escola de Samba Pavão de Ouro Bairro São José
Escola de Samba Império do Samba do Bairro do Róger
Escola de Samba Independente de Mandacaru
Escola de Samba Malandros do Morro do Bairro da Torre

Segunda (27) a partir das 18h

Batucada Nova Liberdade
Batucada Águia de Ouro
Urso Infantil Gorila Louco
Urso Anos Dourados
Urso Jamaica
Urso Preto do SESI
Urso Alegria do Panda
Urso Amigo Batucada
Urso Celebridade
Urso da Paz
Urso Gavião
Urso Canibal
Urso Folião
Urso Cachorro Louco
Urso Sem Lenço e Sem Documento
Urso Panda
Urso Reboliço
Urso Santa Cruz
Urso Fiel
Urso Atrevido

Folia de Rua 2017, está confirmado e com programação completa anunciada.

O evento é uma das principais festas do Carnaval de João Pessoa, atraindo um grande público da cidade e alguns turistas, e foi realizado pela primeira vez em 1987, na praia de Cabo Branco, Ponto de Cem Réis.

Seus blocos mais conhecidos são as Virgens de Tambaú, o Boi do Bessa e o Muriçocas do Miramar e o Picolé de Manga, que tornam a folia pré-carnavalesca uma das mais animadas do Nordeste.

Tradicionalmente, a animação acontece em mais de um dia e os blocos realizam as concentrações em horários variados, saindo de diversos pontos da cidade.

Folia de Rua. Imagem: Divulgação/Facebook Folia de Rua.

Folia de Rua. Imagem: Divulgação/Facebook Folia de Rua.

Entre as novidades anunciadas para este ano, os blocos Sou Formando e Kíhei, desfilam no dia 11 de fevereiro no Bosque das Arapiracas, e os dois realizam eventos fechados.

Através das redes sociais, O Folia de Rua criou uma enquete para saber do público quem eles preferem ver no Carnaval e animando o tradicional bloco Virgens de Tambaú. O folião deveria optar entre a cantora Anitta e Joelma.

Para organizar o transito, a SMTT vai fazer alguns bloqueios durante os trajetos e em cada bloqueio vai ficar dois agentes.

Folia de Rua 2017 será realizado entre os dias 12 e 24 de fevereiro.

Programação Folia de Rua 2017

Confira a programação oficial e completa do Folia de Rua em 2017:

Dia 12 de fevereiro 

– Festival de Músicas Carnavalescas.

Parque da Lagoa – 17:00.

Dia 17 de fevereiro

100 anos do Samba- 30 anos de Folia

Ponto de Cem Reis – 18h30. – Dudu Nobre, Helo Nascimento, Dandara Alvese Preto Neto.

Bloco Pinguim

- Praça João Pessoa, às 19h.

Bloco Folia Cidadã

Porto do Capim, às 17h.

Bloco Confete e Serpentina

- Praça Dom Ulrico, às 20h. – Mirandinha e Pura Raiz

Bloco da Cueca

- Ponto de Cem Reis, às 20h – Orquestra.

Bloco Anjo Azul

- Beco da Faculdade de Direito, 20h – Banda Macumbia e orquestra.

Bloco Jaguaribe Folia

- Avenida 1º de Maio, às 18h – Aldair Play Boy, Só Swing, Os Estourados.

Bloco Maluco Beleza

- Em frente ao Sintep, 21h – Banda Um, Banda Geovan Morais e orquestra.

Bloco Piratas dos Bancários

- Antigo Polígono, 19h – Banda Raiany Stefanny e orquestra.

Dia 18 de fevereiro

Bloco Agitada Gang

- Em frente à Academia Corpo Livre, 16h – Banda Agitada Gang e orquestra.

Bloco dos Atletas

- Farmácia Pague Menos, 19h – Claudia Leitte.

Bloco Fla Torre

Av. Carneiro da Cunha, 18h – Banda Farra Elétrica e orquestra.

Bloco Boi Vermelho

Rua Alberto de Brito – orquestra.

Bloco Virgens de Mangabeira

Em frente a Escola Luiz Ramalho, 19h.

Bloco Amoringa dos Bancários

Praça da Paz, 21h – Beto Movimento.

Bloco Peruas do Valentina

Mercado Público do Valentina, 18h – DJ Marcilio, Claudiano Geração é Massa e orquestra.

Bloco Eternamente Flamengo

Rua Professor José Rolmes, Ernani Satyro, 18h – Só Swing e Bandas Rebolice.

Bloco Banho de Cheiro

Antes da Farmácia Pague Menos, 20h.

Bloco Tambiá Folia

Praça Prefeito Manoel Moreira da Nóbrega.

Bloco Bom D+

Em frente à Rádio Comunitária 104.9, 21h.

Blocos Imprensados

Praça Rio Branco, 18h – banda e orquestra.

Bloco Piabas

Em frente ao Hotel Tambaú.

Dia 19 de fevereiro

Bloco Viúvas da Torre 

Esquina do Supermercado Santiago, 15h30 – Banda Sandra Belê e orquestra.

Bloco Virgens de Tambaú

Em frente ao Restaurante Cajueiro, 17h – Renata Arruda, Raianny Stefanny, Liss Albuquerque, Joelma, Gracinha Telles, Jairo Madruga, Zé Filho.

Dia 20 de fevereiro

Bloco Muriçoquinhas do Miramar

Academia Corpo Livre – Banda Convidada.

Bloco Melhor Idade

Busto de Tamandaré – Banda Splok e Orquestra Gambiarra.

Dia 21 de fevereiro

Bloco Portadores da Folia

Empadinhas Barnabé, 15h – Banda Acredite.

Bloco Chama Pra Louvar

Academia Corpo Livre, 19h –  Ministério Toque Novo.

Bloco Galo do Treze de Maio

Praça Assis Chateaubrind, Treze de Maio, 16h.

Bloco 25 Bichos

Av Floriano Peixoto.

Bloco Canto do Tetéu

Busto de Tamandarém, 19h – Walter Luis e Banda.

Bloco Acorde Miramar

Praça das Muriçocas.

Dia 22 de fevereiro

Bloco Muriçocas do Miramar

Praça das Muriçocas, 21h – Os Gonzagas, Bambarte,orquestra, Malandros do Momo, Os Mulatos, Mira Maya.

Bloco Pira na Folia

Do lado da Igreja Nossa Senhora de Fátima, Miramar, 18h.

Dia 23 de fevereiro

Bloco Cordão do Frevo Rasgado

Atrás do Mag Shopping, 21h – Liss Albuquerque e orquestra.

Bloco Viúvas do Bela Vista

Na frente do depósito da Célia, 19h – Marah Neves e orquestra.

Dia 24 de fevereiro

Bloco Cafuçu

Praça do Bispo, 21h – orquestra.

Bloco Elefante da Torre

Praça São Gonçalo.

Bloco Boi do Bessa

Bessa Grill – Jairo Madruga e orquestra.

Bloco Vaca Morta

Praça da Conquista, 21h – Gil Bala, orquestra e Marah Neves.

 

A festa de Réveillon em João Pessoa começar mais cedo, e seguirá até quando os primeiros raios de sol de 2017 surgirem no céu, informou a Fundação Cultural do município (Funjope), responsável por organizar a festa.

 

Os shows irão começar às 20h40, quando a Banda Tuareg’s subir ao palco da estrutura montada no Busto de Tamandaré, no finalzinho da avenida Epitácio Pessoa. A festa seguirá até às 4 da manhã, no embalo da DJ Dany Andrade, e entre uma atração e outra, haverá shows da sambista Dandara Alves e de Lucy Alves, que sobe ao palco depois de um ano consagrador.

 

A queima de fogos que antecede o show de Lucy Alves terá a mesma duração do ano passado: seis minutos. Como de costume, uma balsa no mar de Tambaú, situada a 500 metros do Busto de Tamandaré, irá disparar os fogos pontualmente à meia-noite para saudar a chegada do novo ano.

 

A partir das 18h do dia 31, todo o tráfego marítimo fica interrompido e isolado pela Capitania dos Portos, por medida de segurança. Nesse mesmo dia e horário, a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana da Capital (Semob) também interrompe o fluxo de veículos no entorno do Busto de Tamandaré.

 

São esperadas nas areias de Tambaú e Cabo Branco, cerca de 500 mil pessoas. Pelo menos metade desse público deverá estar de olho na estrutura de 600 metros quadrados onde irão acontecer os shows. Só o palco tem 18 metros de largura, por 15 de profundidade (é maior que o do ano passado) e haverá três grandes telões de LED, um no palco e dois nas laterais.

 

A estrutura também vai abrigar os serviços de segurança e atendimento médico ao público, com postos da Guarda Civil, Conselho Tutelar, Polícia Militar, Samu e Corpo de Bombeiros.

 

Serão 90 banheiros químicos para atender o público. Dez deles são voltados aos portadores de necessidades especiais, que contarão novamente com uma estrutura no Busto de Tamandaré para acomodá-los durante a queima de fogos e os shows.

 

Entre 80 e 100 guardas civis municipais atuarão na segurança, a pé e motorizada, em coordenação com a Polícia Militar. Para prevenir acidentes, cem agentes da Semob e outros 40 da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) ficarão espalhados pela festa, controlando o trânsito, e atuando junto ao ordenamento da montagem das tendas na praia e na fiscalização dos ambulantes, respectivamente.

 

Ao todo, a festa de réveillon mobilizará quase 600 servidores da Gestão Municipal, entre funcionários da Samu, Semob, Emlur, Funjope, Sedurb, Seinfra, Secom, Seman e Guarda Municipal.

Fonte: agendaparaiba

Carla Nascimento e Michael Figueredo
 

A Constituição Federal garante que, no Brasil, o estado é laico. Ainda assim, casos de intolerância religiosa são frequentes no país. E o assunto foi tratado na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016. Com o tema "Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil", o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) fez milhões de jovens discutirem a pauta. A escolha foi aprovada por líderes religiosos.

 

— Acho extremamente oportuno que esse tema seja tratado com a juventude brasileira. É um problema mundial, mas, sobretudo, local. O Brasil é muito intolerante — afirmou o diácono Nelson Águia, da Arquidiocese do Rio.

 

Nelson se mostrou curioso em relação ao pensamento dos candidatos. Para ele, a divulgação de algumas redações poderia ser benéfica, por revelar a visão dos jovens sobre o tema. E a presidente da Congregação Espiritual Umbandista, Fátima Damas, concorda.

 

— Entender o que a garotada pensa seria fundamental. É importantíssimo para ampliar as ideias e o conhecimento. Acontece no mundo inteiro, mas aqui, contra a umbanda e o candomblé, está demais. Por mais que a gente lute, não temos respaldo — comenta Fátima.

 

O pastor Silas Malafaia considera o tema contextualizado com o atual momento do país. Ele diz que sua própria religião também são vítimas de intolerância. E critica os mais radicais.

 

— Se tem algum evangélico, espírita ou católico intolerante, ele não representa o pensamento das religiões, menos ainda suas lideranças. As práticas de uns não podem ser espalhadas para o todo — afirma o pastor.

 

Para o babalaô Ivanir dos Santos, da Comissão de combate à Intolerância Religiosa, a escolha do tema foi um passo importante. Mas pede que o assunto seja ainda mais aprofundado.

 

— Nós de matriz africana sofremos muito com essa violência. Importante tratarmos não só na redação, mas continuamente na escola. É o melhor meio para disseminar o respeito — diz Ivanir.

Vítimas comemoram a escolha do tema

 

A menina Kaylane Coelho ainda não chegou no momento de fazer o Enem. Mas, aos 13 anos, conhece muito bem o tema da redação. Ela foi uma das muitas vítimas do ódio e da intolerância contra religiões afro-brasileiras. Quando ainda tinha 11 anos, foi apedrejada na cabeça, simplesmente por estar na rua com trajes brancos do candomblé. A pedra fez dela mais forte e a transformou em ativista contra a intolerância, apesar da pouca idade. Ao saber, pela internet, o assunto tratado na prova, comemorou.

 

— Nem todo mundo presta atenção no caso da religião, nem todo mundo sabe do que se trata ou procura saber. Quando você faz a prova do Enem, é obrigado a pensar sobre a respeito e acaba sabendo mais — diz.

 

A avó de Kaylane, Kátia Marinho, é mãe de santo e também ficou satisfeita com o tema.

 

— Para a gente que levanta essa bandeira, foi um avanço na conscientização dos jovens. Principalmente para quem não entende a intolerância com a gravidade que ela tem — afirma Kátia.



 

 

Disputa judicial envolveu os direitos da novela 'Pantanal'

 

O autor de novelas Benedito Ruy Barbosa - atualmente no ar com Velho Chico - venceu uma ação na Justiça movida contra a emissora SBT e deve receber cerca de R$ 100 milhões por danos morais. A vitória, sacramentada pela Terceira Turma do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), se refere a uma disputa judicial entre o SBT e Benedito pelos direitos da novela Pantanal, produzida pela extinta Rede Manchete, em 1990

Tudo começou quando a emissora comandada por Sílvio Santos comprou parte da massa falida da Manchete e reprisou Pantanal em 2008. Mas a Rede Globo havia comprado os direitos autorais do folhetim diretamente de Benedito Ruy Barbosa. Com a volta ao ar da novela, o autor acionou a Justiça pedindo indenização por perdas e danos contra o SBT. No julgamento da causa na primeira e na segunda instância, no entanto, o pedido de indenização havia sido indeferido.

O ministro-relator do caso, João Otávio de Noronha, julgou a ação de Benedito procedente. Segundo o magistrado, uma vez que não houve "consulta prévia ou qualquer tipo de movimentação por parte do SBT para conciliação ou compra dos textos", o canal de Sílvio Santos, mesmo tendo os direitos de exibição após a compra das fitas brutas junto à massa falida da Manchete, precisava dos direitos autorais da novela, então de propriedade de Benedito Ruy Barbosa. Com a decisão, o STJ determinou que o SBT pague uma indenização por dano moral ao autor. Nesta terça-feira (9), o órgão divulgou o resultado da disputa em sua página no Twitter.

 

Durante os anos em que a disputa na Justiça aconteceu, a polêmica sobre o assunto aó aumentou. No ano passado, Benedito Ruy Barbosa disse que o SBT e Sílvio Santos roubaram a novela em uma entrevista ao programa Pânico na Band. "Roubou Pantanal! Levaram Pantanal e não me pagaram até hoje", disse à época. “Levei para o Sílvio Santos porque eu queria fazer no SBT. Ele não quis porque achou que podia ficar caro. Eu fiz na Manchete. Pra ele [Silvio Santos] saiu de graça", afirmou.

A reprise de Pantanal rendeu boa audiência ao SBT: média de 14 pontos e picos de 18 no Ibope. A novela contava a história de Juma Marruá (Cristiana Oliveira), que virava onça quando era irritada, e do Velho do Rio (Cláudio Marzo), que se transformava em sucuri, entre outros personagens marcantes.

 

 
Recomendados para você

 

Uma Bíblia com mais de 1500 anos foi descoberta e causou enorme preocupação ao Vaticano. Isso porque a bíblia encontrada contém o evangelho de Barnabé, que teria sido um dos discípulos de Cristo que viajava com o apóstolo Paulo e descreve Jesus de maneira semelhante à pregada pela religião islâmica.
O livro teria sido descoberto no ano 2000 na Turquia, e foi mantido em segredo na cidade de Antara. O livro, feito em couro tratado e escrito em um dialeto do aramaico, língua falada por Jesus, tem as páginas negras, por causa da ação do tempo. De acordo com as notícias; peritos avaliaram o livro e garantiram que o artefato é original.
Autoridades religiosas de Teerão insistem que o texto prova que Jesus nunca foi crucificado, não era o Filho de Deus, mas um profeta, e chama Paulo de “Enganador.” O livro também diz que Jesus ascendeu vivo ao céu, sem ter sido crucificado, e que Judas Iscariotes teria sido crucificado em seu lugar. Falaria ainda sobre o anúncio feito por Jesus da vinda do profeta Maomé, que fundaria o Islamismo 700 anos depois de Cristo. O texto prevê ainda a vinda do último Messias islâmico, que ainda não aconteceu.
O Vaticano teria demonstrado preocupação com a descoberta do livro, e pediu às autoridades turcas que permitissem aos especialistas da Igreja Católica avaliar o livro e seu conteúdo.
Acredita-se que a igreja Católica durante o Concílio da Nicéia tenha feito a seleção dos Evangelhos que fariam parte da Bíblia, suprimindo alguns, dentre deles possivelmente o Evangelho de Barnabé. Há ainda a crença de que existiram muitos outros evangelhos, conhecidos como Evangelhos do Mar Morto.
JR Esquadrias