Cultura (24)

Homenageando a Cidade Criativa que valoriza a arte popular, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) coloca o bloco na rua e dá início ao ‘Carnaval de Boa’ no próximo dia 02 de fevereiro, no Ponto de Cem Réis, com show da paraibana Elba Ramalho. No final da tarde desta quarta-feira (17), o prefeito Luciano Cartaxo anunciou, no Centro Cultural Pavilhão do Chá, a programação da festa, que contará ainda com Márcia Fellipe animando o bloco Virgens de Tambaú e Banda Mel no Bloco Banho de Cheiro. Com um investimento da gestão municipal de quase R$ 1 milhão, a festa contará ainda com o total apoio da PMJP para garantir a tranquilidade do folião.

“Mostramos que com capacidade de organização e planejamento a gente consegue manter e valorizar a nossa arte e cultura. Desde dezembro do ano passado, a Prefeitura antecipou 50% dos recursos para as agremiações do Carnaval Tradição para elas pudessem se organizar e comprar suas fantasias. E agora nós antecipamos os recursos do Folia de Rua, para os blocos que estarão na Orla, Centro Histórico e também nos bairros, homenageando João Pessoa Cidade Criativa, reconhecida pela Unesco por valorizar a arte popular e o artesanato”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

O diretor-adjunto da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), Jonildo Cavalcanti Filho, afirmou que o Carnaval de Boa contará com atrações artísticas nos bairros de João Pessoa, do dia 2 a 10 de fevereiro, na prévia carnavalesca, e também com blocos alternativos fazendo a movimentação na cidade, saindo do Centro para diversos bairros. O investimento no Folia de Rua este ano foi de R$ 450 mil, enquanto que no apoio aos blocos de bairros foi de R$ 50 mil.

Já no Carnaval Tradição, que acontece de 10 a 12 de fevereiro, o investimento foi superior a R$ 460 mil. A festa, que acontece na Avenida Duarte da Silveira, está completando 104 anos e contará com apresentações de Orquestras de Frevo e Tribos Indígenas, no sábado (10); Orquestras de Frevo, Tribos Indígenas e Escolas de Samba, no domingo (11); e agremiações de Ala Ursa na segunda-feira (12).

O presidente da Associação Folia de Rua, Raimundo Nonato (Bola), afirmou que este ano está sendo preparada uma grande festa. “Já fechamos a grade dos blocos. Temos as atrações confirmadas e faremos uma grande prévia carnavalesca neste ano, superando o sucesso dos anos anteriores. Elba Ramalho, uma estrela da nossa música, fará a abertura e também teremos um diferencial neste ano, que será a Terça-feira da Cultura Popular, onde serão mais de 20 grupos que vão descer a Via Folia, e no Busto de Tamandaré acontecerá um grande show em tributo à Clara Nunes”, declarou.

Festa segura – Dentre as ações que serão disponibilizadas, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) garantirá toda a assistência da rede hospitalar de emergência 24 horas. João Pessoa conta com três Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e com o Complexo Hospitalar Mangabeira Governador Tarcísio Burity (Ortotrauma). Além disso, as equipes de ambulâncias e motolâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu- 192) estarão de plantão nos pontos de maior concentração da folia.

Outra ação importante é a de monitoramento de trânsito e segurança, realizado em parceria entre a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) e Guarda Municipal, por meio das câmeras do Centro de Operações de Trânsito e Transporte (COTT). A Guarda Municipal também terá uma base móvel com câmeras de monitoramento no corredor da folia, que fica na Avenida Epitácio Pessoa.

A Secretaria Municipal de Turismo (Setur), Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPPM), Coordenadoria de Promoção da Cidadania LGBT e da Igualdade Racial, além da própria Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), também intensificarão a atuação durante todo o Carnaval de Boa.

Abertura (Ponto de Cem Réis)
02/02 – Show de Elba Ramalho;

Via Folia (Avenida Epitácio Pessoa)
03/02 – Show da Banda Mel, no Bloco Banho de Cheiro;
04/02 – Show de Márcia Felipe, nas Virgens de Tambaú;

Carnaval Tradição
Dias 10 a 12 de Fevereiro

Fonte Secom/PMJP com foto de Alessandro Potter
 

Empresas interessadas em patrocinar o Carnaval Cultural 2018 de Conde, considerado um dos mais procurados da Paraíba, gerando visibilidade para suas marcas e produtos durante todo o evento,  já podem ter acesso ao edital lançado pela Prefeitura Municipal.

O recebimento e início da abertura dos envelopes de documentação e proposta ocorrerá no dia 19 de janeiro das 7 às 13h.

As melhores ofertas para aquisição de cota de patrocínio, terão direito a apresentação de atrações artísticas, de exibição de publicidade/merchandising em espaços e equipamentos públicos do Município nas localidades dos eventos, excetuando-se instituições bancárias públicas e órgãos da Administração Pública Federal e do Estado da Paraíba.

O Carnaval Cultural de Conde 2018 estima contar com um público de 100.000 (cem mil) pessoas e o patrocínio se dará por meio do fornecimento de bens e/ou serviços necessários ao alcance do interesse público na execução do evento.

A prefeita Márcia Lucena ressalta que o investimento da iniciativa privada é essencial para a realização de um Carnaval com infraestrutura suficiente para atender à demanda do evento e cita o sucesso e aceitação que o Carnaval Cultural teve em 2017, durante o início da sua gestão.

"Em 2017 nós tínhamos acabado de iniciar nossa gestão e mesmo em meio ao caos em que encontramos a prefeitura conseguimos realizar o Carnaval Cultural, sem onerar os cofres públicos. O evento foi um sucesso e a expectativa é que esse ano seja ainda melhor. O carnaval traz muita visibilidade para a nossa cidade e consequentemente para o patrocinador que desejar associar a sua marca às nossas festividades" destacou a gestora.

O edital pode ser solicitado pessoalmente na sede da Comissão Permanente de Licitação (Rua Rodovia PB-018, s/n, Km 3,5 - Centro), na edição Nº 1322 do Diário Oficial e pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . Poderão participar do chamamento público pessoas físicas ou jurídicas.

Empreendedoras que estão numa constante busca por inovação, elas já vinham desenvolvendo esta coleção há meses e decidiram lançar no dia da inauguração do Celeiro Espaço Criativo, que aconteceu no último dia 10. “Para uma data super especial, decidimos lançar essa coleção que será um divisor de águas no nosso trabalho”, disse a artesã Joseane Izidro, Presidente da Associação Sereias da Penha.

Nesta nova coleção, foram desenvolvidas desde porta guardanapos, descansos para pratos, arranjos de mesas e arranjos florais. As ‘Sereias’ contaram com a parceria do ceramista Jonas Nogueira, que desenvolveu vasos e pratos para compor as criações desenvolvidas por elas. Esta é uma parceria pioneira entre as artesãs e outro artista, abrindo espaço para futuras parcerias com outros profissionais do segmento do artesanato.

Todas as peças desta nova coleção podem ser encontradas no Celeiro Espaço Criativo, que fica na Avenida João Cirilo, 850, Altiplano. O horário de funcionamento é das 10 às 19h, todos os dias, com entrada gratuita.

Sereias da Penha – O projeto ‘Sereias da Penha’ é pioneiro em João Pessoa e o sucesso deve-se ao fortalecimento da parceria entre a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio do programa João Pessoa Artesã (JPA), com o Instituto Federal da Paraíba (IFPB) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que possibilitou a inclusão social com a apropriação da cultura local na comunidade Praia da Penha.

João Pessoa Artesã- O projeto João Pessoa Artesã tem como finalidade resgatar a identidade cultural, fomentar a economia criativa e sustentável, capacitar e incluir socialmente artesãos que vivem em comunidades carentes.

Fonte: Secom/PMJP

Nesta edição o evento acontece de 06 a 28 de janeiro, sempre aos sábados e domingos. A programação reúne nove espetáculos de teatro, circo e contação de histórias de grupos locais já conhecidos e apreciados pelo público pessoense, como também, um grupo convidado de Campina Grande. O tradicional festival infantil é realizado pelo Grupo Arretado Produções Artísticas e coordenado pelo arte educador e figurinista Nelson Alexandre. O evento que, em João Pessoa, sempre foi predominantemente pago, esse ano traz uma novidade: apresentações gratuitas para o público geral em comemoração aos 20 anos do grupo Arretado Produções. O espetáculo de abertura do festival, intitulado "De ponto a ponto, canto um conto" do Grupo Arretado Produções, será apresentado gratuitamente no próximo sábado (06 de janeiro) na Praça da Paz nos Bancários às 18hs.

Com o objetivo de alcançar novos públicos e ocupar espaços ainda não explorados ao longo desses sete anos, os espetáculos foram distibuídos entre os teatros Santa Roza (Centro) e Paulo Pontes (Tambauzinho), a Sala de Concertos Maestro José Siqueira (Tambauzinho), Praça da Paz (Bancários), o Centro Cultural Tenente Lucena (Mangabeira) e, o Centro Cultural Adeilton Pereira Dias (Gervásio Maia). Compõem a programação 12 apresentações, sendo 06 gratuitas e 06 pagantes. Os espetáculos que vão acontecer na praça e centros culturais serão gratuitos e abertos ao público graças a uma parceria com a FUNJOPE – Fundação Cultural de João Pessoa. Para os demais, será cobrado o valor R$ 20,00 inteira e R$ 10,00 meia entrada. Os ingressos serão vendidos na hora, mas também podem ser obtidos antecipadamente nas lojas Brinquedos & Presentes dos bairros de Tambaú e Bairro dos Estados no valor promocional de R$ 10,00 acompanhado de um item de higiene pessoal que será doado para uma instituição de caridade, e deve ser levado para o local da apresentação e deixado na bilheteria.     

JANEIRO ARRETADO

Janeiro Arretado é festival não competitivo, que surgiu em 2012, realizado pelo Grupo Teatral Arretado Produções Artísticas. São sete anos consecutivos de teatro, voltado para a infância e adolescência, no ano de 2018, acontecerá nos dias 06, 07, 13,14,20,21, 27 e 28 de Janeiro, que também é o mês que o grupo completa 20 anos de existência.

ARRETADO PRODUÇÕES ARTÍSTICAS

Arretado Produções Artísticas é um grupo de teatro que surgiu em Janeiro de 1998, em João Pessoa, Capital da Paraíba, tendo como foco principal o teatro infantil, com ações pedagógicas trabalhando o lúdico através da arte cênica em uma vivência social e cultural ao mesmo tempo. Apreciado por mais de 100.000 pessoas, que prestigiam seu repertório espetáculos de cunho educacional, infantil e adulto. Atuando também em seguimentos como: Campanhas Educativas e Publicitárias; Maquiagens Artísticas; Oficinas de Artes; Telegrama Animado; Produção Executiva de Espetáculos; Cerimonial e Animação de Festas; Espetáculo por Encomenda; Lançamentos de Livro, CD e DVD; Confraternizações; Festas Populares; Festivais; Criação e Produção de Cenários, Figurinos, Adereços para Teatro, Dança, Televisão, Cinema e Festas Temáticas.

Montagens:

1998 - BENFEITINO X ROUBALINDO

1999 - ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA TANTO BATE ATÉ QUE FURA

2004 - FUZUÊ NO GALINHEIRO

2004 - A BELA E A FERA

2006 – ALADIM

2006 - NUA NA IGREJA

2007 - A COELHINHA CHAPEUZINHO e CHAPEUZINHO VERMELHO

2007 - E A VIDA? – PENSANDO EM MIM, PENSO-NOS OUTROS (Myriam Muniz)

2008 - PÁSCOA EM FÁBULAS

2009 - A BATALHA DA VÍRGULA CONTRA O PONTO FINAL

2012 – I FESTIVAL JANEIRO ARRETADO DE TEATRO PARA CRIANÇAS

2012 – SE ESSA RUA FOSSE MINHA (EDITAL Cultura e Saúde 2010)

2012 – ROCHEL E OS RÚBIS DESAPARECIDOS

2012 – II FESTIVAL JANEIRO ARRETADO DE TEATRO PARA CRIANÇAS

2013 – SALVE QUEM TEM FÉ

2013 – III FESTIVAL JANEIRO ARRETADO DE TEATRO PARA CRIANÇAS

2014 – A BATALHA DA VÍRGULA CONTRA O PONTO FINAL

2014 – ZUZU ANGEL – FRAGMENTOS DA DITADURA

2014 – TROCA-SE HISTÓRIAS POR BRINCADEIRAS

2014 – O MUNDO ENCANTADO DO TRÂNSITO

2015 – IV FESTIVAL JANEIRO ARRETADO DE TEATRO PARA CRIANÇAS

2015 - FUZUÊ NO GALINHEIRO – UM CONTO DE PÁSCOA

2016 – V FESTIVAL JANEIRO ARRETADO DE TEATRO PARA CRIANÇAS

2016 – BRANCA DE NEVE

2016 - MAR DE LUTO

2017 – VI FESTIVAL JANEIRO ARRETADO DE TEATRO PARA CRIANÇAS

2017 – DE PONTO A PONTO, CANTO UM CONTO

2017 – DE PONTO A PONTO, CANTO O TRÂNSITO

Outras informações no site:  www.arretadoproduces.com.br

                           Facebook: Arretado Produções Artísticas

                           Instagram: arretadoproducoes

 

PROGRAMAÇÃO:

DIA 06, às 18h00min.

Espetáculo: DE PONTO A PONTO, CANTO UM CONTO

Local: Praça da Paz (Bancários)

Texto e Direção: Nelson Alexandre

Grupo: Grupo Teatral Arretado Produções Artísticas / João Pessoa

Sinopse: Personagens cantam fatos, cantam contos, cantam fábulas, em diversos locais, encantando com o canto, cada plateia, que nos prestigiam e que também, nós os levamos a cantar. Chega, chega minha gente! Eu sou o Tempo a chegar... Criação é meu nome, pois estou sempre a criar... Eu me chamo Curioso, curioso à curiar... É nas toadas da vida que estou sempre a tocar... Esperança é meu nome, Vivo sempre a esperar, Tocando o tempo no compasso, Curiosidade a passar, Finalizando a criação, Que um dia deus nos dará.

Elenco: Neide Melo, Marcel Liberato, Maronilton Henrique e

Matheus Henrique

 

DIAS 13 e 14, às 17h00min.

Espetáculo: BRANCA DE NEVE

Local: Theatro Santa Roza (Centro)

Adaptação e Direção: Nelson Alexandre
Grupo: Arretado Produções Artísticas / João Pessoa

Sinopse: Era uma vez, em um reino muito distante, vivia uma rainha, um rei, com seus servos e sua corte, e uma linda princesinha, alva como a neve, lábios vermelhos, como uma rosa, cabelos negros como o ébano. Branca de Neve, esta é apenas o início da minha história.

Elenco: Aymê Vasconcelos, Diogo Soares, Jardson Állex, Gorette Araújo, Maronilton Henrique, Mariana Petit, Marcel Liberato, Miguel Rebert e Sanzia Márcia.

Técnica: Leandro Gonçalves

Músicas: Misael Batista e Fabiano Diniz

 

DIA 20, às 18h00min.

Espetáculo: TROCA-SE HISTÓRIAS POR BRINCADEIRAS

Local: Praça da Paz (Bancários)
Grupo: Arretado Produções Artísticas / João Pessoa
Roteiro e Direção: Edilson Alves

Sinopse: Dengoso é um palhaço, aventureiro que anda em parceria com Pitoco, seu Afilhado, um menino curioso, músico e ao mesmo tempo brincalhão, trocando brincadeiras por histórias, transportando crianças, jovens e adultos para o mundo do faz de conta, da brincadeira, magia e feitiço das contações de histórias.

Elenco: Edilson Alves e Matheus Henrique
Técnica: Nelson Alexandre

 

DIA 20 e 21, às 17h00min.

Espetáculo: JACK, O JACARÉ DO AÇUDE VELHO

Local: Sala de Concertos Maestro José Siqueira (Tambauzinho)

Texto e Direção: Saulo Queiroz

Grupo: Companhia Caras e Bocas / Campina Grande

Sinopse: A peça inicia contando um pouco da história da construção do açude velho, através de rimas e canto. Na escola, a professora pede para que seus alunos escolham um tema para um trabalho de biologia. Um deles, o DUDA, resolve falar sobre o JACARÉ DO AÇUDE VELHO e todos os seus amigos começam a rir, pois, eles acham que o jacaré não existe.

Elenco: Valquíria Gonçalves, Raissa Celine, Luís Augusto, Monika Lima, Erik Breno, Ricardo Augusto, Sara Cristine, Hermano Júnior e Petryck Hipólito.

Técnica: Jorge Ribeiro, Guga Almeida, Victor Gonçalves e Thayse Ramaína.

 

DIAS 21, às 17h00min.

Espetáculo: O CIRCO DO CARA DE CLOWN

Local: Centro Cultural Adeilton Pereira Dias (Gervásio Maia)

Roteiro e Direção: Kleber Marone e Simone Alves

Grupo: Companhia Lua Crescente / João Pessoa

Sinopse: Espoleta é um palhaço versátil, com o seu circo de um homem-só. Além de palhaço, Espoleta é também o equilibrista de corda bamba, o malabarista, o engolidor de fogo, o mágico e chicoteador do circo, que em meio as suas técnicas e gags, dialoga e convida o público a participar diretamente dos números apresentados.

Elenco: Kleber Marone

Técnica: João Amaro

DIAS 21, às 17h00min.

Espetáculo: QUEM QUISER QUE CONTE OUTRA

Local: Centro Cultural Tenente Lucena (Mangabeira)

Roteiro: Companhia Oxênte de Atividades Culturais

Direção: Edilson Alves

Grupo: Companhia Oxênte de Atividades Culturais / João Pessoa

 

Sinopse: Este musical infantil resgata as cantigas, brincadeiras de roda e brincadeiras de fundo de quintal, trazendo à tona a magia do mundo de Vó Gracinha, com suas estórias da literatura de cordel, como a do Boi Estrela, bem para próximo de você.

Elenco: Edilson Alves, Fabio Azevedo, Gorette Araújo, Jacinta de Lourdes, José Maciel, Jô Carvalho e Neide Melo.

DIAS 27, às 17h00min.

Espetáculo: O LABIRINTO ZUMBI

Local: Centro Cultural Adeilton Pereira Dias (Gervásio Maia)

Texto: Everaldo Vasconcelos

Direção: Mônica Macedo

Grupo: Companhia Oxênte de Atividades Culturais / João Pessoa

 

Sinopse: Uma trupe de meninas, encontram-se sozinhas, em um quarto de dormir, de pijamas e camisolas percorrem o mundo da fantasia criado por elas mesmas, onde fantasmas, dragões, bonecas zumbis, assombração, suspense, aventura e muita diversão são elementos que transitam por esse imenso labirinto, que além de revelar os medos, anseios e características individuais das personagens que por ele desfila, desemboca numa prévia de carnaval, culminando com o “Abre Alas”, da Oxente Meninas, que segue pedindo passagem, para essa grande viagem sem pressa para acabar.

Elenco: Kívia Sabrina, Maria Louiza, Sophia Vidal, Beatriz Yasmim, Júlia Gaião e Júlia Chiara.

Técnica:Eloy Pessoa, Jacinta de Lourdes e Lúcia Helena, Margarida Santos e Sânzia Márcia

 

DIAS 27, às 17h00min.

Espetáculo: GUARAMAMO

Local: Centro Cultural Tenente Lucena (Mangabeira)

Texto e Direção: Walter Olivério

Grupo: Companhia Mutuca / João Pessoa

 

Sinopse: “Guaramamo” é um espetáculo de circo/teatro e foi criado baseado nos “causos” dos mestres do vale do Gramame, trazendo as vivencias e rituais Griôs como elementos guia da encenação. Com muita música ao vivo, máscaras, técnicas de circo e poesia o espetáculo conta quatro histórias que permeiam o rio Gramame.

Elenco: Walter Olivério, Wladimir Santiago e Winsthon Aquilles

Técnica: Lívio Brandão e Maria Dolores

 

DIAS 27 e 28, às 17h00min.

Espetáculo: IMAGINART NO MUNDO DA IMAGINAÇÃO

Local: Teatro Paulo Pontes (Tambauzinho)

Roteiro e Direção: Flavio Lira
Grupo: Imaginart Festas e Fantasias / João Pessoa

Sinopse: Lopes é um rapaz sonhador, que vai desvendar um lugar para transformar no seu maior sonho: Ser um palhaço de verdade e levar alegria para todos, para isso contará com a ajuda da Bailarina Lili e da Fada Lua, eles se divertem juntos e também convidam crianças que se transformam em uma linda Princesa e Soldadinho de Chumbo, ao lado de outros personagens como Princesa, Super-Herói, Palhaços, Mickey e Minie e muito mais.

 

SERVIÇO:

 

VII FESTIVAL JANEIRO ARRETADO DE TEATRO PARA CRIANÇAS

 

Data: 06 de janeiro (sábado)
Espetáculo: DE PONTO A PONTO, CANTO UM CONTO

Local: Praça da Paz (Bancários)

Horário: 18 hs

Realização: Arretado Produções Artísticas

ESPETÁCULO GRATUITO

Informações: 99981 2901 / 988984317/ 988316521


            A Trupe de  humor da  Paraíba, é conhecida pelos  parabanos por  todo ano, durante o mês de janeiro lançar  seu  novo espetáculo de comédia. A exemplo do  Pastoril Profano. Este ano a trupe estreia neste  fim de semana o seu mais novo espetáculo “Como Enlouquecer  os homens” que tem texto e direção coletiva. O espetáculo ficara em cartaz durante todo mês de janeiro em três teatros de João Pessoa, a começar por este fim de semana ( 5,6 e 7) de janeiro na Sala de concertos do espaço cultural. Sala confortavel, ar-condicionado e capacidade para 500 pessoas.

O espetáculo tem no seu contexto um um programa de televisão com  auditório que se chama  “Na tonga da Moringa do Kabuleté” (nenhuma referencia à  música de  Wilson Simonal) , apenas  um titulo que até  hoje desperta  curiosidade a quem se pergunta o que significa esta frase, exatamente o que se quer..

O referido  programa se passa  em  tempos modernos, com plateia, convidados e  cantores. A plateia do espetáculo “Como enlouquecer um homem”  estará dentro de um auditório e participará das gravações do programa “Na tonga da Moringa do Kabuleté”.

Nele a apresentadora  Maria Dubu e  seu Dj Baltazar  irão  receber convidados  ilustres a  exemplo; das pastoras do espetáculo  Pastoril Profano que irão dar dicas de como enlouquecer os  homens, como também  outras convidadas e  convidados que irão t razer assuntos e  conversas polêmicas, atuais e  contemporâneos  sobre Como enlouquecer os homens, não importa se  é sexual, social ou econômico.

Ainda dentro do  programa terá a ex-paquita Paluchita que irá lançar um livre de como se manter em forma, a cantora de  Funk  Lulu Brasil, um candidato da  Presidente da  República e muito mais ,sempre  com muita irreverência e  muito bom humor, marca  que  sempre foi da Companhia Paraibana de Comédia.

O novo espetáculo “Como enlouquecer  os  homens” tem no seu elenco o mesmo do  Pastoril Profano. A Trupe  também resolveu fazer  algo diferente a começar mudando o nome do  grupo, a antiga Companhia Paraibana de Comédia  passa a se chamar  Trupe de  humor da  Paraiba, como também trazendo para  cena, novos atores em substituição de alguns que já não fazem mais parte do a ntigo grupo.

O espetáculo  “Como enlouquecer  os homens”  tras a cena os atores  Tony Silva( Maria Dubu), Dinart Silva ( Verinha Show), Sergio Lucena ( Irmã Luzinete), Alessandro Barros ( A mudinha), Billy William ( Magaly Mel), Aluisio Silva ( Veronica show), Raymon Farias ( Selma Camburão) e  Edilson Alves ( Dj Baltazar). Na  Técnica  Nelson Alexandre responsável pelo cenário, figurinos , adereços e Iluminação. Na execução de sonoplastia Wagner Nascimento.  Produção de divulga&cce dil;ão Giovanna Gondim, Antonio  hino e Wagner Nascimento. Realização Trupe de Humor da Pariaba. Classificação 12 anos.

SERVIÇOS:

COMO ENLOUQUECER OS  HOMENS – (comédia adulta) Classificação 12 anos

Local:  SALA DE CONCERTOS DO ESPAÇO CULTURAL

DIAS: 5,6 E 7 DE JANEIRO – HORA  20 HS

PREÇOS DE INGRESSOS:  R$ 40,00 (inteira) - R$ 20,00 (Estudante)

                                                    R$ 20,00 - (Promocioanal-    comprado  ATÉ AS 18 HS nos pontos

                                                                  Venda e/ou bilheteria nos dias de espetáculo)

Fonte: Assessoria de Comunicação

Com uma programação artística e cultural bastante eclética para agradar a todos os públicos, idades e estilos, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) divulgou nesta terça-feira (2) a programação do mês de janeiro do AnimaCentro. O programa, lançado no mês de dezembro do ano passado pelo prefeito Luciano Cartaxo, visa ocupar os espaços históricos revitalizados pela atual gestão.


Serão atrações de teatro, dança, circo, música e cinema, além de exposições de cinema e artes plásticas. O programa oferece sentido à ocupação da área central da Capital que foi dividida em seis polos: Parque da Lagoa, Praça da Independência, Hotel Globo, Casa da Pólvora, Casarão 34 e a Praça Antenor Navarro.

“O programa AnimaCentro garante a ampliação e manutenção de uma agenda de atividades artísticas para dar ainda mais vida a um conjunto de espaços históricos resgatados e revitalizados na região onde o município nasceu. Este é o maior projeto de intervenção cultural já realizado, unindo revitalização e dando sentido à ocupação da área central da Capital”, destacou Pricila Camboim, da gestão de planejamento e eventos da PMJP.
 

ANIMACENTRO
PROGRAMAÇÃO JANEIRO 2018

 
Exposições de Artes Visuais
 

Data Horário Atividade/ Atração Local
02/01 a 31/01 10h às 16h Relatos Cicatrizados – Beth Moysés Casarão 34
10/01 a 31/01 10h às 16h Invisível Equilíbrio - Pinturas de Josenildo Suassuna Centro Cultural Casa da Pólvora –
10/01 a 31/01 10h às 16h Esculturas de J. Maciel Monumento Casa da Pólvora –
 
Sabadinho Bom – Praça Rio Branco
 
Data Horário Atividade/ Atração
06/01 12h30 Bateria da Escola de Samba Malandros do Morro
13/01 12h30 Bateria da Escola de Samba Independente de Mandacaru
20/01 12h30 Bateria da Escola de Samba Unidos do Roger
27/01 12h30 Bateria da Escola de Samba Pavão de Ouro
 
Parque da Lagoa
 
Data Horário Atividade/ Atração
06/01 17h Prévia Carnavalesca:
- Urso Gavião
- Escola de Samba Unidos do Roger
- Tribo Indígena Tupy Guarany
- Clube de Frevo Adolescente e Criança Feliz
- Clube de Frevo Alegria da Torre
07/01 16h Axé Capoeira do Mestre Manhoso
13/01 17h Prévia Carnavalesca:
- Urso Celebridade
- Tribo Indígena Tupinambá
- Tribo Indígena Africanos do Cristo
- Clube São Rafael Frevo e Folia
13/01 17h BMX Parque Radical
14/01 16h Espetáculo Infantil Família Fantasma (Cia Cara Dupla de Teatro)
14/01 16h Capoeira Angola Infantil
21/01 16h Espetáculo circense: Clownssicos – Uma Nova História de Amor (Trupe Arlequim)
21/01 16h Capoeira Angola Palmares do Mestre Dário
28/01 16h Personagens infantis do mundo Disney (Imaginart)
28/01 16h Maracastelo (Maracatu do Baque Virado)
28/01 17h Juventude nas férias
 
Centro Cultural Casa da Pólvora (Pólvora Cultural)
 
Data Horário Atividade/ Atração
07/01 15h Capoeira Angola Palmares do Mestre Dário
07/01 16h Helô Nascimento
14/01 16h Rotten Flies
Convidada: Carrapato’s
21/01 16h Sandra Belê
28/01 16h Banda-Forra
Convidada: Banda Vieira
 
Praça da Independência
 
Data Horário Atividade/ Atração
14/01  16h Agitada Gang no Picadeiro – Show de Palhaços
21/01  16h Palhaçaria no Picadeiro - Trupe de Palhaços
28/01  16h Espetáculo Circense Travessuras – Engenho Imaginário
 
Hotel Globo – Pôr do Sol
 
Data Horário Atividade/ Atração
05/01 16h Costinha Quarteto
12/01 16h Trio Ars Nova
19/01 16h Tortorello Jazz Band
26/01 16h Amaro Freitas Jazz Trio
 
Praça Antenor Navarro
 
Data Horário Atividade/ Atração
19/01 e 20/01 14h Balaiada Cultural

 

Nesta quarta-feira (3), será realizada mais uma edição do projeto ‘De Repente no Espaço’. A partir das 19h, na Fundação Espaço Cultural, em João Pessoa, vão se apresentar os repentistas Raulino Silva, do Rio Grande do Norte e Valdir Teles, de Pernambuco.

 

Como de costume, a noite da poesia popular acontece na primeira quarta-feira do mês, no mezanino do Teatro Paulo Pontes do Espaço Cultural José Lins do Rego. A entrada é gratuita. A apresentação é de Iponax Vila Nova, declamador oficial do evento.

 

Para o público fiel do projeto, é a oportunidade de conferir a performance desses dois nomes da arte do repente. Poetas que trazem consigo o dom que os permite trazer o verso no improviso. Rápidos no raciocínio e no gatilho mental, os dois têm sempre a resposta de imediato ao oponente.

 

Valdir Teles - Valdir Teles, 61, é poeta repentista dos mais consagrados da poesia popular nordestina. Nasceu em Livramento, Cariri paraibano, mas foi levado ainda recém-nascido para São José do Egito, sertão do Pajeú pernambucano, onde recebeu forte influência da cultura local e teve o primeiro contato com a cantoria de viola.

 

A partir de 1979, quando fixou residência em Patos (PB), iniciou a trajetória poética que já se anunciava de grande dimensão para a cultura popular nordestina. Seu primeiro LP foi com o poeta Lúcio da Silva pela gravadora Chantecler. Em 1993 Valdir Teles mudou-se para Tuparetama (PE), cidade vizinha a São José do Egito e também situada no alto sertão do Pajeú, região conhecida como ‘paraíso dos cantadores’.

 

Com admirável acesso no meio artístico, Valdir traz em seu rol de confrades artistas como Maciel Melo, Alcymar Monteiro, Chiquinho de Belém, Santana, Flávio José, Flávio Leandro, Galego Aboiador, Nico Batista, Amazan, Bia Marinho, Val Patriota e Raimundo Fagner.

 

Valdir já cantou em dupla com os maiores nomes do universo da poesia popular, a exemplo de Louro Branco, Ivanildo Vila Nova, Sebastião Dias, Sebastião da Silva, Zé Viola, Geraldo Amâncio e Zé Cardoso. É a primeira vez que Valdir Teles participa de uma edição do ‘De Repente no Espaço’.

 

Com mais de 500 troféus de primeiro e segundo lugares, uma turnê pela Europa com Ivanildo Vila Nova, outra pelo norte do país até a Bolívia, Valdir (com mais de 50 CDs e DVDs) é reconhecido e mencionado em tudo que envolva os grandes nomes da viola.

 

Raulino Silva - Nascido no Rio Grande do Norte, na cidade de Antônio Martis, atualmente reside em Caruaru-PE. Com 17 anos de profissão já participou de centenas de festivais e ganhou exatamente 10 deles. Já gravou em 3 Cds e 1 DVD e agora se aventura no universo da música romântica.

 

Iponax Vila Nova – Nascido na cidade de Cajazeiras no alto sertão paraibano, filho do pernambucano Ivanildo Vila Nova, o maior dos repentistas da atualidade, Iponax cresceu com a poesia no seu dia-a-dia. A poesia e a viola de Ivanildo estavam em todos os lugares da casa, e aos poucos foi despertando no menino o desejo de participar dessa disseminação da cultura popular.

 

Fez da poesia a régua e compasso no seu projeto de vida. Ainda muito jovem, levou sua arte para os mais distantes grotões do país. Um verdadeiro ativista da cultura matuta, é um grande articulador da arte do repente, considerado um dos grandes nomes da poesia e da declamação dos nossos dias.

 

Sobre o projeto – Em julho de 2016, o projeto completou um ano de existência em grande estilo com o 2º Desafio De Repente, edição especial que reuniu cinco duplas de competidores mais uma dupla convidada. Para celebrar à altura, o evento aconteceu no Teatro Paulo Pontes do Espaço Cultural, que ficou lotado.

 

O “De Repente no Espaço” é um evento mensal da Funesc lançado em julho do ano passado e faz parte das ações de ocupação do Espaço Cultural. Os encontros acontecem na primeira quarta-feira do mês. A cada nova edição, o público conta com diferentes atrações da Paraíba e de outros Estados da região. De julho a dezembro de 2015, foram realizadas seis edições simples.

 

Em janeiro de 2017, quando a iniciativa completou seis meses, contou com um formato diferente – o 1º Desafio De Repente - com a participação de seis duplas de repentistas. Sucesso de público, a edição especial lotou o mezanino do Teatro Paulo Pontes. O apresentador oficial e declamador é Iponax Vila Nova, coordenador do projeto que além conduzir as cantorias realiza oficina de declamação e versos pelo Estado, dentro do projeto.

 

Serviço:

 

De Repente no Espaço

Com Raulino Silva (RN) e Valdir Teles (PE)

Data: 3 de janeiro (quarta-feira)

Hora: 19h

Local: Mezanino do Teatro Paulo Pontes

Entrada: gratuita

As árvores serão montadas em praças e canteiros e  terão todas lâmpadas de LED, que são mais econômicas deixando a cidade em clima de festa, aos  todo serão montadas 62 árvores natalinas. 

O encanto e o brilho do Natal começam a invadir a Capital. A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) iniciou na manhã da última sexta-feira (10) a instalação das árvores natalinas, que vão garantir um colorido especial aos bairros, preparando a cidade para a principal festa do cristianismo, a celebração do nascimento de Cristo.

As árvores serão montadas em praças e canteiros, deixando a cidade em clima de festa. Ao todo serão 62 árvores natalinas. As primeiras serão instaladas nesta sexta-feira no bairro do Cristo Redentor, próximo ao viaduto. O bairro receberá três árvores, duas no viaduto, uma em cada lado da via, e a terceira no Vale das Palmeiras. Depois será a vez da rotatória da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), no Castelo Branco.

O serviço está sendo executado por equipes da Divisão de Iluminação (Dilup) da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra). As árvores, instaladas estrategicamente em vários pontos, têm entre 15 e 17 metros de altura e terão todas lâmpadas de LED, que são mais econômicas. A expectativa é de que o trabalho de instalação das árvores esteja concluído na primeira semana de dezembro.

Na montagem serão reutilizados material usados em anos anteriores, garantindo economia, sem comprometer o brilho e a magia do Natal. “Com certeza a cidade vai ficar mais bonita para quem vive aqui e mais atraente para os nossos visitantes”, afirmou o secretário de Infraestrutura, Cássio Andrade.

Os pontos e bairros que receberão as árvores natalinas são: Bancários (Praça da Paz), Altiplano, Ipês, Avenida Cruz das Armas, Avenida João Machado, Bairro São José, Beira Rio, BR-230, contorno dos Funcionários I e II, entrada do Bairro das Indústrias, Epitácio Pessoa (Praça da Independência), Estação Cabo Branco, Ilha do Bispo, João Paulo II, Mangabeira (Praça do Coqueiral), Mercado de Jaguaribe, Mercado do Valentina, Parque da Lagoa, Praça da Cultura (Mandacaru), Praça da Penha, Praça das Muriçocas, Praça de Tambiá, Praça do Alto do Mateus, Praça do Caju (Bessa), Praça do Costa e Silva, Praça do Ernani Sátiro, Praça Hildon Bandeira (Beira Rio), Praça Padre Zé, Praça Pedro Gondim e Praça Tiradentes (Torre).

Também serão instaladas árvores de Natal na avenida principal do Bessa, Retão de Manaíra, Rotatória do Bessa Shopping, Rotatória do Castelo Branco, Rotatória do Valentina, São Rafael (praça), Tancredo Neves, Timbó, Três Lagoas, Varadouro, Cristo Redentor, 13 de Maio, Colinas do Sul II, Mandacaru, Mangabeira (Cidade Verde), Valentina (Mar da Galileia), Praça do Cemitério Senhor da Boa Sentença, Rotatória de Mangabeira, Rotatória do Geisel, Trincheiras (Balaustrada), Aeroclube, Busto de Tamandaré, Canteiro da Ruy Carneiro, Distrito Mecânico, Manaíra (próximo ao Mag Shopping), Miramar (Igreja Nossa Senhora de Fátima) e Nova Mangabeira.

Fonte: Secom Municipal

 

A obra faz parte do projeto de revitalização do Centro Histórico

Assim como aconteceu com o Parque da Lagoa, o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) transformou o Pavilhão do Chá em caso de sucesso. Ele entregou o equipamento, novinho em folha, no final da tarde desta quinta-feira .

A gestão modernizou as instalações, implantou o conforto, adotou cuidados de limpeza e multiplicou mais uma área de lazer do Centro de João Pessoa. Já fez esquecer o tempo de abandono do Pavilhão do Chá.

A obra faz parte do projeto de revitalização do Centro Histórico, idealizado desde o comando da gestão de Cartaxo, um esforço do governo municipal já absolvido pela população.

Quando afirma que “nossa política é dar vida ao centro da cidade”, o prefeito apresenta a sociedade o que João Pessoa tem de bom. A despeito desse assunto, Cartaxo comentou:

“Nosso esforço é para que a gente possa efetivamente gerar um potencial turístico, econômico e cultural, cada vez mais forte”, destacou.

Sexta, 11 Agosto 2017 23:59

História do Dia dos Pais

Escrito por

Atualmente, tal como o dia das mãesdia dos pais é uma das datas mais prestigiadas no mundo como um todo e no Brasil, em especial. Entretanto, pouco se sabe sobre a origem dessa data.

No Brasil, ela é comemorada no segundo domingo de agosto, mas já foi comemorada fixamente no dia 16 desse mesmo mês. Nos Estados Unidos e em várias outras nações, a data é comemorada no terceiro domingo de junho; em Portugal e Espanha, em 19 de março; na Rússia, no dia 23 de fevereiro. Mas qual é a razão dessas diferenças?

Origem da comemoração nos Estados Unidos

O dia dos pais passou a ter repercussão mundial a partir do início do século XX, quando a data foi institucionalizada nos Estados Unidos da América. Os Estados Unidos comemoraram pela primeira vez o dia dos pais em 19 de junho de 1910. Tal data foi escolhida a partir da sugestão de uma moça chamada Sonora Louis Dodd, que quis homenagear seu pai, William Jackson Smart.

Smart era um veterano da Guerra Civil Americana que, após a morte da esposa, teve que criar sozinho Sonora e os outros filhos. A homenagem de Sonora começou em 1909, em sua cidade, Spokane, no estado de Washington. O dia em questão, 19 de junho, era a data de nascimento de seu pai. O gesto simples da moça acabou por mobilizar muitas pessoas da mesma cidade a fazer o mesmo tipo de homenagem. De Spokane, a prática alastrou-se para outros estados dos EUA.

Entretanto, em 1966, houve uma alteração na comemoração da data em decorrência de outros fatores. Do dia 19 de junho, a comemoração passou para o terceiro domingo de junho. Em 1972, o presidente Richard Nixon declarou o terceiro domingo de junho como o dia oficial da comemoração do dia dos pais. Essa data foi adotada como modelo por vários países ocidentais.

Origem da comemoração no Brasil

No Brasil, o dia dos pais só foi comemorado pela primeira vez em 1953, no dia 16 de agosto. Ao contrário do que ocorreu nos EUA, essa data não foi pensada como forma de homenagem local e simples, que se alastrou depois, sem planejamento. Na verdade, ela foi pensada por um publicitário chamado Sylvio Bhering, à época diretor do jornal O Globo e da rádio homônima.

O objetivo de Bhering era tanto social quanto comercial. A tentativa inicial foi associar a data ao dia de São Joaquim, pai de Maria, mãe de Jesus Cristo, que é comemorado em 16 de agosto, no calendário litúrgico da Igreja Católica, já que a população brasileira era predominantemente constituída de católicos. No entanto, nos anos seguintes, a data também foi deslocada para um domingo, o segundo domingo do mês de agosto – e assim permanece até hoje.

O caso particular de outros países

Há o caso de outros países nos quais o dia dos pais está relacionado com aspectos culturais muito específicos. É caso, por exemplo, de Portugal, Espanha, Itália, Andorra, Bolívia e Honduras, que o comemoram em 19 de março. Isso ocorre porque tais países, também de tradição católica, associam o dia dos pais ao dia de São José, esposo de Maria.

Um caso curioso é o da Rússia, que celebra o dia dos pais em 23 de fevereiro. O motivo é o fato de que esse dia também é reservado à comemoração do Dia do Defensor da Pátria Local – data celebrada desde 1919. As duas datas acabaram por se entrelaçar.


Por Me. Cláudio Fernandes

Pagina 1 de 2
JR Esquadrias