Religião (17)

A Romaria de Nossa Senhora da Penha trás este ano o tema “Maria, Mãe dos leigos e leigas na Igreja, ajuda-nos a superar a violência e construir um mundo de paz”.

Já na reta final  para comemorar os 256ª edição da Romaria da Penha, um dos maiores eventos religiosos da Paraíba, que começa no próximo sábado (23), em João Pessoa. Segundo estimativas, a celebração à Nossa Senhora da Penha deve reunir mais de 500 mil fiéis na capital.

ESTRUTURA DO PERCURSO
- 80 comerciantes informais foram cadastrados para trabalhar no evento religioso. Não será permitida a venda de bebida alcoólica nem comercialização de bebidas em garrafas de vidro.
- 100 guardas municipais que, a partir das 15h30 do sábado já estarão em atividade, dando suporte na concentração de fiéis no entorno da Igreja de Lourdes, em Jaguaribe. A Guarda Municipal também vai atuar com postos fixos em pontos estratégicos do percurso e com motopatrulhamento durante a Romaria, distribuídos em locais de maior concentração de romeiros.
- 05 equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estarão a postos para atender a população durante a Romaria da Penha.
As Unidades de Saúde da Família (USF) da Penha, a Unidade de Pronto Atendimento Especialidades (UPA-E) dos Bancários, e o Ortotrauma de MAngabeira estarão preparados para dar o suporte necessário aos fiéis.
- Mais de 100 agentes de mobilidade urbana vão realizar as intervenções necessárias no percurso e orientar os condutores. No Centro, as interdições começam a partir das 16h do sábado (24), com interdição parcial da Avenida João Machado entre a Rua das Trincheiras e Avenida Tabajaras. O Santuário da Penha estará totalmente interditado a partir das 7h do sábado (24). 
- 135 ônibus devem garantir a volta pra casa dos fiéis após a Romaria. Os ônibus ficarão estacionados na PB-008, próximos do posto de combustíveis “Federal”.
 

Até chegar o grande dia, porém, haverá durante toda a semana uma extensa programação religiosa, com diversas celebrações na cidade.

Confira a programação:

Terça-feira, 19 de novembro
19h30: Celebração Eucarística com Frei Evilásio Andrade (Vigário Forâneo)

Quarta-feira, 20 de novembro
19h30: Celebração Eucarística com Luiz Júnior (Vigário Geral da Arquidiocese da Paraíba)

Quinta-feira, 21 de novembro
19h30: Celebração Eucarística com Dom Limacêdo Antônio (Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife)

Sexta-feira, 22 de novembro
19h30: Celebração Eucarística com Dom Leonardo Steiner (Bispo Auxiliar de Brasília)

Sábado, 23 de novembro
15h: Louvor e Recitação do Terço
17h: Carreata de Nossa Senhora da Penha conduzindo a imagem até à Igreja de N. Sra. De Lourdes, de onde sai a Romaria
22h: Romaria da Penha
23h: Louvor No Santuário da Penha

Domingo, 24 de novembro
2h: Acolhimento aos Romeiros no campo
3h30 Previsão da chegada da Imagem no Santuário. Missa Campal – celebrante Dom Manoel Delson (Arcebispo da Paraíba)
10h: Celebração Eucarística com Monsenhor Nereudo Freire (Reitor do Santuário da Penha)

 

 

Fonte Da Internet

A Romaria de Nossa Senhora da Penha trás este ano o tema “Maria, Mãe dos leigos e leigas na Igreja, ajuda-nos a superar a violência e construir um mundo de paz”.

Já na reta final  para comemorar os 256ª edição da Romaria da Penha, um dos maiores eventos religiosos da Paraíba, que começa no próximo sábado (23), em João Pessoa. Segundo estimativas, a celebração à Nossa Senhora da Penha deve reunir mais de 500 mil fiéis na capital.

ESTRUTURA DO PERCURSO
- 80 comerciantes informais foram cadastrados para trabalhar no evento religioso. Não será permitida a venda de bebida alcoólica nem comercialização de bebidas em garrafas de vidro.
- 100 guardas municipais que, a partir das 15h30 do sábado já estarão em atividade, dando suporte na concentração de fiéis no entorno da Igreja de Lourdes, em Jaguaribe. A Guarda Municipal também vai atuar com postos fixos em pontos estratégicos do percurso e com motopatrulhamento durante a Romaria, distribuídos em locais de maior concentração de romeiros.
- 05 equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estarão a postos para atender a população durante a Romaria da Penha.
As Unidades de Saúde da Família (USF) da Penha, a Unidade de Pronto Atendimento Especialidades (UPA-E) dos Bancários, e o Ortotrauma de MAngabeira estarão preparados para dar o suporte necessário aos fiéis.
- Mais de 100 agentes de mobilidade urbana vão realizar as intervenções necessárias no percurso e orientar os condutores. No Centro, as interdições começam a partir das 16h do sábado (24), com interdição parcial da Avenida João Machado entre a Rua das Trincheiras e Avenida Tabajaras. O Santuário da Penha estará totalmente interditado a partir das 7h do sábado (24). 
- 135 ônibus devem garantir a volta pra casa dos fiéis após a Romaria. Os ônibus ficarão estacionados na PB-008, próximos do posto de combustíveis “Federal”.
 

Até chegar o grande dia, porém, haverá durante toda a semana uma extensa programação religiosa, com diversas celebrações na cidade.

Confira a programação:

Terça-feira, 19 de novembro
19h30: Celebração Eucarística com Frei Evilásio Andrade (Vigário Forâneo)

Quarta-feira, 20 de novembro
19h30: Celebração Eucarística com Luiz Júnior (Vigário Geral da Arquidiocese da Paraíba)

Quinta-feira, 21 de novembro
19h30: Celebração Eucarística com Dom Limacêdo Antônio (Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife)

Sexta-feira, 22 de novembro
19h30: Celebração Eucarística com Dom Leonardo Steiner (Bispo Auxiliar de Brasília)

Sábado, 23 de novembro
15h: Louvor e Recitação do Terço
17h: Carreata de Nossa Senhora da Penha conduzindo a imagem até à Igreja de N. Sra. De Lourdes, de onde sai a Romaria
22h: Romaria da Penha
23h: Louvor No Santuário da Penha

Domingo, 24 de novembro
2h: Acolhimento aos Romeiros no campo
3h30 Previsão da chegada da Imagem no Santuário. Missa Campal – celebrante Dom Manoel Delson (Arcebispo da Paraíba)
10h: Celebração Eucarística com Monsenhor Nereudo Freire (Reitor do Santuário da Penha)

 

 

Fonte Da Internet

O dia 20 de novembro faz alusão à morte de Zumbi dos Palmares, último líder do quilombo dos Palmares, assassinado em 1695.

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) realiza neste mês de novembro uma programação especial pelo Dia Nacional da Consciência Negra, 20 de novembro. O evento, Novembro Negro, é organizado pela Coordenadoria de Promoção à Cidadania LGBT e Igualdade Racial e tem início na próxima terça-feira (5), com a apresentação do grupo Aja Mulher, às 9h, no Paço Municipal.

O coordenador Municipal de Promoção e Cidadania LGBT, Roberto Maia, lembra que é importante discutir como o racismo ainda acontece no Brasil. Ele lembra ainda que dentro da programação há um enfoque especial sobre como a questão racial afeta as mulheres. “Pretendemos chamar a atenção da sociedade para que a gente reflita sobre a questão do racismo. Um recorte importante dentro dessa questão é a situação das mulheres negras, que são as que mais têm dificuldade de acessar as políticas públicas e são as maiores vítimas de violência”, explica.

 A programação segue até o dia 29, com serviços de saúde, palestras, exposições e apresentações culturais no Parque da Lagoa, escolas, Centros de Referências, entre outros locais. Para realizar este evento, várias secretarias estão engajadas, a exemplo das Secretarias Extraordinária de Políticas Públicas para Mulheres (SEPPM) e de Saúde (SMS).

A secretária da SEPPM, Adriana Urquiza, concorda com a fala de Roberto Maia de que as mulheres negras são as maiores vítimas do racismo e por isso merecem uma atenção especial nos debates sobre o tema. “A mulher negra, sobretudo as mais pobres, se encontram numa situação de vulnerabilidade social muito maior e sofrem ainda mais preconceito. Não há como discutir o racismo sem dar atenção especial a essa questão”, explicou.

Na sexta, 29 de novembro, último dia do evento, duas ações marcam a programação. Às 8h, será ofertado ao público uma tenda de Saúde, além de apresentação de capoeira, danças tradicionais e grupos locais no Busto de Tamandaré. Já às 15h tem início a Semana Municipal do Hip Hop, na Praça da Cultura do bairro de Mandacaru.

Data – O dia 20 de novembro faz alusão à morte de Zumbi dos Palmares, último líder do quilombo dos Palmares, assassinado em 1695.

Confira a programação completa:

Terça (05)

9h – Abertura Oficial – Apresentação do grupo Aja Mulher

Paço Municipal

Quarta (06)

7h às 12h – Ação com serviços de saúde e apresentações culturais afro

Local: USF Integrada Mumbaba

9h – Roda de diálogo sobre racismo e suas especificações para servidoras da Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para Mulheres e do Centro de Referência da Mulher

Local: SEPPM

13h- Oficina de capoeira e maculelê

Local: Cras São José

Quinta (07)

8h30 – Seminário-oficina: desconstruindo o racismo, a discriminação religiosa e racial

Local: Centro Cultural de Mangabeira

Sexta (08)

8h – Roda de diálogo sobre racismo institucional para gestores de saúde

Local: Hospital Municipal Santa Izabel

Segunda (11)

13h – Palestra sobre Consciência Negra

Local: Cras São José/ AFA Bessa

Terça (12)

7h – Ação de Saúde e apresentações culturais

Local: Academia de Saúde no Geisel

9h- Palestra sobre a Consciência Negra com a professora Valdeci Chagas da UFPB

Local: Escola Municipal Zulmira de Novaes

14h – Exibição de curtas e debates sobre racismo

Local – Coordenadoria LGBT e Igualdade Racial

Terça (19)

13h – II Dia D em saúde

Local: Quilombo Paratibe

Quarta (20)

13h- Diálogo sobre o tema do Novembro Negro com teatro e dança

Local: Cras do Grotão

Apresentações culturais sobre diversidade e inclusão e exposição

Local: Escola Municipal Zumbi dos Palmares, Escola Municipal Padre Pedro Serrão e Escola Municipal Padre Pedro Serrão

Quinta (21)

8h – Ação Consciência Negra e pelo Fim da Violência Contra a Mulher e tenda de serviços de saúde

Local: Parque da Lagoa

15h – Campanha desconstruindo o racismo, a discriminação racial e religiosa

Local: Praça das Mulheres – Lagoa

Sábado (23)

8h – Ações culturais sobre o combate ao racismo

Local: Escola Quilombola Antônia do Socorro Machado

Terça (26)

13h – Dialogando sobre o tema Novembro Negro e Dança Intergeracional

Local: CRAS do Alto do Mateus

Sexta (29)

8h – Tenda de Saúde e apresentação de capoeira, danças tradicionais e grupos locais

Local: Busto de Tamandaré

15h – Semana Municipal do Hip Hop

Local – Praça da Cultura (Mandacaru)

 Por Mônica Melo 

A intervenção foi decidida pela Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, e aprovada pelo papa Francisco.

Pouco mais de dois anos após determinar que a administração da Associação Internacional dos Arautos do Evangelho, bem com o “estilo de vida” dos membros do conselho da ordem apostólica, fossem minuciosamente analisados, o Vaticano decidiu nomear um interventor para “guiar” as ações da associação.

A intervenção foi decidida pela Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, e aprovada pelo papa Francisco.

Papa Francisco aprovou intervenção na Associação Internacional dos Arautos do Evangelho  (Arquivo/Alessandro Bianchi/Reuters/Direitos reservados

Segundo o portal de notícias do Vaticano, todas as ações desenvolvidas pelos Arautos do Evangelho passarão a ser “guiadas” pelo cardeal brasileiro Raymundo Damasceno Assis, arcebispo emérito de Aparecida que, na última quinta-feira (26), foi recebido em audiência pelo papa, no Vaticano.

Ainda de acordo com o portal Vatican News, “a decisão da Santa Sé não deve ser considerada como uma punição, mas sim como uma iniciativa destinada ao bem das instituições comissionadas para procurar resolver os problemas existentes” – uma alusão às justificativas apresentadas pela Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica em junho de 2017 visando justificar uma “visita apostólica” à associação a fim de analisar “o estilo de governo, a vida dos membros do conselho da ordem, a pastoral vocacional, a formação de novas vocações, a administração, a gestão das obras e a captação de recursos”.

TFP

Fundada em 1999 pelo monsenhor João Scognamiglio Clá Dias, um ex-membro da Sociedade Brasileira de Defesa da Tradição, Família e Propriedade (TFP), a associação Arautos do Evangelho foi reconhecida pelo papa João Paulo II em 2001.

De orientação tradicionalista católica, a entidade afirma estar presente em mais de 70 países onde seus membros podem ser identificados pelo uso de um hábito marrom e branco, com uma grande cruz no peito, parecida com a de cavaleiros medievais.

Em junho de 2017, logo após o Vaticano instaurar a investigação para apurar denúncias da suposta prática de exorcismos e de cultos a pessoas não reconhecidas pela igreja católica, o monsenhor Clá Dias decidiu renunciar ao cargo de Superior-Geral da Sociedade Clerical de Vida Apostólica.

A reportagem tentou contatar representantes da associação Arautos do Evangelho por meio dos telefones informados no site da entidade, mas não foi atendida.

 

Fonte Da Internet

 

 

papa Francisco anunciou nesta segunda-feira, durante o Consistório Ordinário Público, a data de canonização da Irmã Dulce. A canonização será celebrada no domingo, 13 de outubro de 2019, no Vaticano, durante o Sínodo para a Amazônia.

Durante o Consistório, o pontífice anunciou a canonização de cinco beatos. Além de Irmã Dulce, serão canonizados os beatos John Henry Newman, cardeal, fundador do Oratório de São Filipe Néri na Inglaterra; Giuseppina Vannini (no século Giuditta Adelaide Agata), fundadora das Filhas de São Camilo; Maria Teresa Chiramel Mankidiyan, fundadora da Congregação das Irmãs da Sagrada Família e Margherita Bays, Virgem, da Ordem Terceira de São Francisco de Assis.

Irmã Dulce se torna santa apenas 27 anos após seu falecimento. Só a santificação do papa João Paulo II, nove após sua morte, e de madre Teresa de Calcutá, 19 anos após o falecimento, exigiram menos tempo. Irmã Dulce será a primeira santa nascida no Brasil, que até agora só tem um santo brasileiro de nascimento - Santo Antônio de Sant'Ana Galvão, o Frei Galvão.

papa Francisco autorizou a promulgação do decreto de canonização no dia 14 de maio, em audiência com o prefeito da Congregação das Causas dos Santos, cardeal Angelo Becciu, após o reconhecimento do segundo milagre da freira. Embora não tenham sido divulgados detalhes, a arquidiocese confirmou que o milagre seria a cura de uma pessoa cega.

Conforme o arcebispo, o milagre validado pelo Vaticano passou por três etapas de avaliação, incluindo o aval científico dado por peritos médicos, os pareceres de teólogos e a aprovação final pelo colégio cardinalício. “É importante ressaltar que uma graça só é considerada milagre após atender a quatro pontos básicos: a instantaneidade, que assegura que a graça foi alcançada logo após o apelo; a perfeição, que garante o atendimento completo do pedido; e a durabilidade e permanência do benefício e seu caráter preternatural, não explicado pela ciência”, informou.

Fonte Da internet

 

Theodore McCarrick ocupou posições de destaque na Igreja Católica dos Estados Unidos até ser denunciado por meninos e seminaristas

papa Francisco aceitou neste sábado a renúncia do cardeal americano Theodore McCarrick como membro do Colégio de Cardeais. Acusado de ter cometido abusos sexuais, o cardeal foi orientado a manter “uma vida de orações e penitência” em uma casa a ser designada pelo pontífice até que o julgamento da igreja seja realizado, informou o Vaticano.

Francisco reagiu rapidamente após receber a carta de renúncia de McCarrick na tarde de sexta-feira, diante de uma série de acusações contra o cardeal de 88 anos de idade. Segundo relatos de vítimas, ele teria abusado sexualmente de meninos e seminaristas durante a sua carreira clerical. As revelações testam as recentes declarações do pontífice sobre combate ao que ele chamou de “cultura do acobertamento” de abusos na hierarquia da Igreja Católica.

McCarrick está afastado de suas funções desde 20 de junho, enquanto a polícia investiga alegações de que ele teria acariciado um adolescente há 40 anos, em Nova York. A vítima, que tinha 11 anos na época dos abusos, afirma que o relacionamento abusivo continuou por mais duas décadas. McCarrick tem negado as acusações.

Em sua longa carreira, o sacerdote ocupou diversas posições na Igreja Católica dos EUA. Antes de chegar a Washington, capital do país e cidade onde o embaixador papal para os EUA está baseado, McCarrick foi auxiliar do bispo da cidade de Nova York, bispo em Metuchen, Nova Jersey e arcebispo de Newark, Nova Jersey.

Embora a maior parte dos escândalos de pedofilia dentro do clero envolva padres, as denúncias também têm atingido bispos e cardeais, incluindo o cardeal George Pell, da Austrália, um dos conselheiros mais próximos do papa Francisco e que agora é alvo de um processo criminal em seu país.

No caso do cardeal escocês Keith O’Brien, acusado por ex-seminaristas em 2013 de má conduta sexual, Francisco só aceitou a renúncia após a promotoria do Vaticano ter concluído as investigações, dois anos após o surgimento das primeiras denúncias.

 

 

 
 

 

O Tribunal do Vaticano condenou neste sábado (23) a cinco anos de prisão o sacerdote Carlos Alberto Capella, ex-conselheiro da Nunciatura de Washington, nos Estados Unidos, por posse e troca de material pornográfico infantil.
 
O julgamento começou  no último dia (22), mas a decisão foi tomada hoje. O promotor Gian Piero Milano tinha pedido uma pena de cinco anos e nove meses de prisão, enquanto a defesa solicitava a condenação mínima, sem especificar o período que o acusado ficaria detido.
 
A Promotoria do Vaticano argumentou que Capella deveria ser condenado porque possuía grande quantidade de fotos e vídeos com menores em atos sexuais explícitos. Ele era acusado da posse e transmissão das imagens, já que havia feito postagens do material em um blog criado na plataforma Tumblr.
 
A defesa afirmou que o comportamento de Capella não é sinal “periculosidade”, mas sim de um “problema psicológico”. Para comprovar a tese, os advogados do sacerdote apresentaram uma avaliação que mostrava que ele não revelava “tendências de pedofilia” e sofria de “problemas relativos à sua fragilidade”.
 
Capella teve a oportunidade de falar no julgamento antes da sentença e disse estar arrependido. Ele também afirmou que esperava que a situação fosse considerada com um incidente no caminho de sua vida sacerdotal.
 
 
Fonte:  Assessoria
 

 

Pontífice pediu que os dois governos sigam colaborando pelo bem de seus povos e do mundo

O papa Francisco elogiou o acordo firmado entre Coreia do Sul e Coreia do Norte depois da histórica cúpula da última sexta-feira e pediu que os dois governos sigam colaborando pelo bem de seus povos e do mundo. O pontífice comemorou o “resultado positivo” do “valente” acordo em mensagem aos fiéis que se reuniram hoje na Praça de São Pedro.

 

“Acompanho com orações o resultado positivo da cúpula intercoreana da sexta-feira e o valente compromisso assumido pelos líderes das duas partes para promover um processo de diálogo sincero por uma península coreana livre de armas nucleares”, disse o papa, sendo aplaudido pelos fiéis no Vaticano.
 
 
Fonte : Jornaldeluzilandia
 
 
 

 O evento  este ano  está marcado para acontecer no dia 25 do próximo mês, tem como tema “No Sim de Maria, Deus restaurou a criação. Ó Mãe, ensina-nos a viver em comunhão e a preservar o meio ambiente”

A Arquidiocese da Paraíba já se prepara para a 254ª Romaria da Penha, realizada sempre na noite do último sábado do mês de novembro. Este ano, o evento que está marcado para acontecer no dia 25 do próximo mês, tem como tema “No Sim de Maria, Deus restaurou a criação. Ó Mãe, ensina-nos a viver em comunhão e a preservar o meio ambiente”.

O Tríduo (três noites de celebração) que antecede a romaria será iniciado no dia 22 de novembro, às 18h30, com o Terço Mariano no Santuário da Penha.

A programação começa com o Tríduo (três noites de celebração) em Honra e Preparação para a Romaria. Será no Santuário localizado na Praia da Penha, em João Pessoa. Às 19h15, uma procissão leva a imagem de Nossa Senhora da Penha até o Santuário. A saída do cortejo se dá de uma rua que dá acesso ao local. Já por volta das 19h30 tem início a celebração eucarística. 

No dia 23, segunda noite do Tríduo, será realizado o Terço Mariano. A programação está marcada para ter início às 18h45. Às 19h30 terá início a celebração eucarística, com o tema “Deus restaurou a criação”. Por volta das 20h30, está prevista a apresentação de grupos culturais e, às 22h, shows com artistas regionais.

Na terceira e última noite do Tríduo, a programação começa às 18h45, com o Terço Mariano. Às 19h30 haverá celebração eucarística, cujo tem é “Viver em comunhão e preservar o meio ambiente”.

No dia da Romaria, a programação começa às 6h, com o Ofício de Nossa Senhora. Ao meio-dia, está prevista a chegada da imagem de Nossa Senhora da Penha ao Santuário (a imagem vai passar a manhã, fora do Santuário, sendo preparada para ser colocada no andor), seguida de Oração do Ângelus e Catequese Mariana. 

Por volta das 16h, haverá o Terço, e às 17h, uma carreata de levará a imagem da santa para a igreja de Nossa Senhora de Lourdes, no Centro da Capital, de onde, às 22h, começa a romaria.

A bênção de envio dos romeiros deverá ser feita pelo Arcebispo Metropolitano da Paraíba, Dom Manoel Delson. O percurso será o mesmo do ano passado. Às 22h, no Santuário, terá uma Noite de Louvor.

De acordo com a Arquidiocese, a romaria deve chegar por volta das 4h do domingo (26) ao santuário, onde será celebrada uma missa campal pelo arcebispo.

 

Fonte:PortaldaCorreio

 

O líder Católoco Jorge Mario Bergolio bateu o rosto no vidro do veículo

 

O papa Francisco explicou nesta segunda-feira (11) que machucou seu rosto no vidro do papamóvel, justificando a ferida com a qual apareceu durante sua viagem à cidade de Cartagena das Índias, na Colômbia. 

"Abaixei para cumprimentar as crianças e não vi o vidro. Pum!", disse o líder católico, aos 80 anos, em uma conversa com jornalistas dentro do avião papal, enquanto voltava hoje para Roma, após uma visita de cinco dias pela Colômbia.

 

Francisco tinha preocupado a imprensa internacional ao aparecer com um ferimento perto do olho esquerdo, com um corte e um hematoma. No avião que o levou de volta para Itália, o Papa explicou o ocorrido e afastou dúvidas sobre um possível incidente mais sério ou alguma agressão vinda do público.                                                                                                                                                                                                   Logo após se ferir no vidro do papamóvel, Francisco recebeu o apoio de um segurança, que lhe ofereceu um lenço para limpar o sangue dos olhos. A roupa branca do Papa também ficou manchada com gotas de sangue. Francisco, no entanto, continuou sua visita como se nada tivesse ocorrido.

Pagina 1 de 2

PUBLICIDADE

JR Esquadrias