Terça, 07 Maio 2019 18:00

Não cuidar dos dentes pode causar câncer, infarto e aneurisma Destaque

Escrito por  postado por revista atual nordeste
Avalie este item
(0 votos)

 

Waldânio Muniz Barros explica as consequências de não cuidar bem da boca, os dentes possuem circulação sanguínea, e qualquer infecção dentro dessa unidade dentária pode acometer o resto do organismo

                                                                                                                                            Você sabia que não cuidar dos dentes pode causar sérios problemas à saúde? O cirurgião-dentista Dr. Waldânio Muniz Barros explica que muitas pessoas acabam separando a boca do resto do corpo, sem lembrar que cáries e doenças periodontais podem ter como consequência doenças graves, como o câncer, infarto e aneurisma. 

“A boca é totalmente integrada ao corpo. Os dentes possuem circulação sanguínea, e qualquer infecção dentro dessa unidade dentária pode acometer o resto do organismo. Quando cai na corrente sanguínea, isso pode cair no pulmão, coração, nos rins, intestino, vasos linfáticos”, explica.

Dr. Waldânio Muniz Barros em atendimento. Crédito: divulgação.

Muitos pacientes têm câncer bucal e isso pode espalhar para outros órgãos. “Às vezes os pacientes oncológicos fazem tratamentos e esquecem da boca. É preciso fazer um tratamento odontológico. Às vezes o câncer está instalado na boca e migra para outras partes”, aponta o cirurgião-dentista. 

Em muitos casos a prevenção é o melhor remédio. Aneurisma e infartos também podem estar relacionados. “Qualquer procedimento cirúrgico pode causar embolia ou entupimento de artérias. Um coágulo de sangue no dente pode migrar para o coração ou o cérebro. A boca é muito irrigada em vasos, e um trombo pode ir a qualquer lugar. Depende da fisiologia de cada indivíduo, mas não é algo raro de acontecer”, acrescenta Waldânio Muniz Barros.

Crédito: divulgação.

O ideal é que o acompanhamento médico esteja atrelado ao odontológico. “É preciso ir ao médico, mas também é preciso visitar o dentista a cada seis meses. Existem pessoas que o acúmulo de tártaro é tão grande que aconselho vir até de três em três meses. Uma gengivite também pode virar uma infecção e espalhar pelo corpo”, finaliza o profissional da odontologia.

Por  Waldânio Muniz Barros

 

Ler 246 vezes
JR Esquadrias