Terça, 26 Novembro 2019 14:07

Agentes de limpeza da cidade de Campina Grande, paralisam serviços de coleta

Escrito por  postado por revista atual nordeste
Avalie este item
(0 votos)
Imagem da Internet Imagem da Internet

Serviços de varrição e coleta de lixo só serão retomados quando o pagamento dos vales transporte e alimentação forem efetuados

Cerca de 80 agentes de limpeza paralisaram os serviços de coleta de lixo e varrição em Campina Grande. Segundo a Secretaria de Limpeza Urbana do Estado da Paraíba (SindLimp), as atividades foram paradas na última segunda-feira (25),devido ao atraso no pagamento de vales-transporte e alimentação dos trabalhadores.

De acordo com a SindLimp, casos de atraso acontece constantemente e, desta vez, já ultrapassam os 20 dias. A empresa para a qual eles trabalham, terceirizada pela prefeitura da cidade, informou que só poderá fazer o pagamento quando receber o repasse da gestão municipal, sendo assim, os serviços só serão retomados quando o pagamento for efetuado.

Em nota, a Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG) esclareceu que a coleta de lixo da cidade está em transição porque o contrato com a empresa que faz o serviço foi oficialmente encerrado. O prazo previsto para uma nova empresa assuma o trabalho é até próxima segunda-feira (2).

Nota da PMCG

A Prefeitura Municipal de Campina Grande vem a público prestar os seguintes esclarecimentos a respeito de problemas pontuais e recentes em relação ao sistema de coleta e transporte de resíduos sólidos em Campina Grande:

A paralisação anunciada, nesta segunda-feira, 25, pelos trabalhadores da coleta domiciliar que prestam serviços à empresa contratada para o serviço diz respeito exclusivamente ao processo de negociação entre o sindicato da categoria e o ente privado, no tocante ao pagamento de vale transporte e alimentação dos servidores.

De sua parte, além de fiscalizar e monitorar o serviço de coleta domiciliar, a Prefeitura de Campina Grande vem adotando medidas, embora paliativas, para que os problemas atinentes à suspensão parcial da coleta não fuja do controle e espera, penhoradamente, que as partes em conflito cheguem a um bom termo, de forma a não prejudicar substancialmente o sistema de limpeza pública do Município.

Informamos, por oportuno, que o serviço de coleta e transporte de resíduos sólidos de Campina Grande encontra-se numa fase de transição, já que oficialmente foi encerrado, em outubro último, o contrato com a empresa Light Engenharia – que, com aval do Tribunal de Contas do Estado, passou a atender o Município em caráter emergencial, pelo prazo de 90 dias, enquanto se desenvolvia o processo licitatório para contratação de uma nova firma.

Como resultado da licitação, que já foi homologado, a empresa Limpmax saiu vencedora no processo, por apresentar preço competitivo em relação ao valor padrão por tonelada coletada e transportada, além de ter sido aprovada na avaliação técnica compulsória, cumprindo todos os requisitos necessários no fornecimento do serviço. A Limpmax deve assumir de vez os serviços em Campina Grande, efetivamente, já a partir da próxima segunda-feira, 1º de dezembro.

A Prefeitura de Campina Grande, que na atual gestão tem primado pela excelência no sistema de coleta domiciliar, espera que os problemas pontuais atinentes à relação entre a empresa que ainda presta serviços no setor e o sindicato da categoria possam ser resolvidos a contento e sem demora, ao longo dessa semana que marca a transição para uma nova realidade contratual numa área que o Município tem recebido altos índices de aprovação por parte da população e de turistas, desde 2013.

 

Imformação da Internet 

Ler 104 vezes

PUBLICIDADE

JR Esquadrias