Cidades (138)

A Prefeitura de João Pessoa está oferecendo segurança não só para os feirantes, mas também para os consumidores que vão precisar frequentar esses locais. Disse Ana Giovana

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio das Secretarias de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) e de Saúde (SMS), deu início nesta segunda-feira (20) as ações de prevenção à saúde com 1.500 feirantes. A ação faz parte do plano de preparação para a retomada das atividades nas feiras livres da Capital. Nesta segunda (20) e terça-feira (21), 400 feirantes da Feira de Jaguaribe estão sendo atendidos na Escola Municipal Francisco Edward de Aguiar, no bairro de Jaguaribe.

“Demos início pelos feirantes da Feira de Jaguaribe, que serão os primeiros a retomar as atividades, já nesta quarta-feira (22). Foram 176 atendidos nesta segunda. Todos eles passaram por medição de temperatura, vacinação contra a gripe e pelos testes rápidos para a covid-19. Destes, 157 testaram negativo e 19 positivos. Os feirantes que testaram positivos foram encaminhados à Unidade de Saúde da Família de referência. Já os feirantes que testaram negativo já receberam o crachá da Sedurb comprovando que ele está apto para voltar ao trabalho”, afirmou a secretária adjunta de Saúde, Ana Giovana Medeiros.A ação segue um cronograma de atendimento, acontecendo sempre no turno da tarde. Até a próxima sexta-feira (24), haverá palestras e orientações sobre cuidados e prevenção ao novo coronavírus, aferição de temperatura, vacinação contra a influenza, testes rápidos para a covid-19 e a distribuição de equipamentos de proteção individual (EPIs), como máscaras e protetores facial (face shield).

Ana Giovana ressaltou a importância dessa ação desenvolvida pela PMJP. “A Prefeitura de João Pessoa está oferecendo segurança não só para os feirantes, mas também para os consumidores que vão precisar frequentar esses locais. É importante frisar que esse é mais um passo importante para a retomada das atividades econômicas. A Prefeitura está fazendo a sua parte, mas, principalmente, os feirantes e a população também precisam contribuir para que não haja surgimento de novos casos de covid-19 e retrocesso no plano de flexibilização”, disse a secretária.

Profissionais envolvidos

 A atividade faz parte do Plano Estratégico de Flexibilização da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e envolve mais de 100 profissionais, entre enfermeiros e técnicos de enfermagem e de apoio da SMS, além de profissionais da Diretoria de Serviços Urbanos e agentes de Controle Urbano da Sedurb.

Cronograma

Na segunda (20) e terça-feira (21), 400 feirantes da Feira de Jaguaribe estão sendo atendidos na Escola Municipal Francisco Edward de Aguiar, em Jaguaribe. Na quarta-feira (22), 150 feirantes do Mercado Central passarão pelos atendimentos no Parque da Lagoa.

Na quinta-feira (23), 60 feirantes da Feira do Rangel serão atendidos na Escola Municipal Dumerval Trigueiro, localizada no Varjão. Também na quinta-feira, 50 feirantes de Mangabeira VIII devem comparecer à Escola Municipal Afonso Pereira da Silva.  Já os 500 trabalhadores cadastrados na Feira do Oitizeiro devem comparecer na quinta ou sexta-feira (24) à Escola Municipal Castro Alves, em Oitizeiro.

Também na sexta-feira (24), 200 comerciantes da Feira do Grotão serão atendidos na Escola Municipal Antônio Nominando Diniz, bairro Funcionários II, e 150 feirantes da Central de Comercialização da Agricultura Familiar (Cecaf) serão atendidos na própria Cecaf, no bairro do José Américo.

Cronograma das ações:

Feiraslivres

Quantitativo dos feirantes

Dia e Horário

Distritos

Locais – Escolas Municipais

Jaguaribe

400

20/07: segunda-feira das 13h30 às 16h. 21/07: terça-feira das 13h30 às 16h.

DS IV

E. M. Rotari Francisco Edward de Aguiar

Central

150

22/07: quarta-feira das 13h00 às 16h.

DS IV

Parque da Lagoa

Rangel

60

23/07: quinta-feira das 13h30 às 16h.

DS II

E.M. Dumerval Trigueiro

Mangabeira VIII

50

23/07: quinta-feira das 13h30 às 16h.

DS III

E.M. Afonso Pereira da Silva

Oitizeiro

500

23/07: quinta-feira das 13h30 às 16h. 24/07: sexta-feira das 13h30 às 16h.

DS I

E.M. Castro Alves

Grotão

200

24/07: sexta-feira das 13h30 às 16h.

DS II

E. M. Antônio Nominando Diniz

CECAF

140

24/07: sexta-feira das 13h00 às 16h.

DS III

CECAF

TOTAL

1.500

     

 

Fonte: Da Internet

 

Para a reabertura vai existir  as normas anunciadas e tem que obedecerá  protocolos sanitários no setor da economia

 

Romero Rodrigues (PSD), prefeito de Campina Grande  por meio de transmissão ao vivo pelas redes sociais que ocorreu nesta sexta-feira (10), divulgou detalhes de relatório de inspeção técnica sobre o avanço da pandemia da Covid-19 na cidade e anunciou medidas que serão tomadas na próxima etapa de flexibilização das atividades econômicas, que deve começar na próxima segunda-feira (13).

Obedecendo protocolos sanitários definidos para cada setor da economia, Romero anunciou o retorno das atividades presenciais em bares, restaurantes, academias e parques na cidade.

De acordo com explicação do prefeito, os bares e restaurantes poderão funcionar com, no máximo, 50% da capacidade de ocupação, em duas faixas de horário, das 10h às 15h, e das 18h às 22h, havendo fiscalização por parte do Procon Municipal.

Conforme detalhou, o intervalo de fechamento entre as 15h e as 18h deverá ser utilizado para as medidas de combate ao novo coronavírus nos estabelecimentos. “Fecha, higieniza. Se não disciplinar, a gente vai ter que voltar para a etapa anterior”, disse Romero.

Com relação às academias, o prefeito explicou que a liberação das atividades ocorrerá com obediência ao distanciamento e redução do número de acessos. O comparecimento a parques, onde podem ser feitas atividades ao ar livre, também fica liberado.

Romero afirmou que os protocolos específicos serão publicados e divulgados à população, mas não definiu quando isso deve ocorrer.

Nas atividades flexibilizadas, o gestor lembrou que na convivência com o vírus a população deve seguir usando máscaras e adotando as práticas de higiene recomendadas. Ele também ressaltou que idosos e pessoas com comorbidades devem procurar manter o isolamento social.

Romero concluiu pedindo desculpas aos setores que ainda não foram liberados para flexibilização e evidenciou que as decisões tomadas pela gestão municipal estão embasadas em questões científicas.

Educação

Também na próxima segunda-feira serão liberadas apenas atividades internas do setor educacional. Na prática, voltarão a funcionar a sede da Secretaria Municipal de Educação (Seduc), além da escolas e creches municipais.

As atividades administrativas vão ocorrer em horário reduzido, das 9h às 12h, de segunda à sexta-feira, tanto para a Seduc quanto para as unidades de educação. Para o retorno ao trabalho, a Seduc está adotando uma série de medidas sanitárias e distanciamento, com redução no número de servidores e restrição no número de atendimento.

No caso das escolas e creches, irão retornar ao trabalho presencial apenas os servidores que desempenham funções administrativas e não será permitida a entrada de funcionários nem público em geral sem o uso da máscara. Já os professores continuam com as atividades online, como vêm sendo realizadas desde o início da pandemia.

Conforme o planejamento, permanecem em regime de teletrabalho os servidores integrados ao grupo de risco, que são gestantes, lactantes, pessoas com mais de 60 anos, pessoas com doenças crônicas ou respiratórias, obesidade mórbida, imunossuprimidas ou com outras comorbidades preexistentes, que possam conduzir agravamento do estado geral de saúde a partir do contágio.

A retomada das aulas presenciais será discutida em fases futuras de flexibilização.

Relatório epidemiológico

Romero Rodrigues esteve acompanhado na live pelo secretário municipal de Saúde, Filipe Reul, e pelo diretor do Hospital Municipal Pedro I, Tito Lívio, que divulgaram dados sobre o relatório epidemiológico promovido pela Prefeitura em Campina Grande.

“Estamos entrando na sexta semana de estabilização da doença na cidade. Percebemos que atingimos o platô da doença em Campina Grande e esperamos uma queda na curva de crescimento de casos nos próximos dias”, disse Filipe Reul.

O secretário afirmou que a quantidade de pessoas circulando na cidade não influenciou os atendimentos na UPA Alto Branco (porta de entrada dos pacientes do SUS em Campina Grande), mesmo após a primeira fase de flexibilização. Ele acrescentou que outras unidades registraram poucas admissões de pacientes, que têm procurado os sistemas de Saúde 

A população pode fazer a solicitação do serviços, pelo telefone 0800.031.1530 e email  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


Trabalho da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), execultado pela Secretaria de Infraestrutura do Município (Seinfra), que tem reforçado as ações de recuperação e pavimentação em toda a cidade, garantindo assim mais mobilidade e segurança a condutores e pedestres. Esta quinta-feira (26) teve inicio os trabalhos da Operação Tapa Buraco sendo executados em ruas e avenidas do Distrito Industrial, Cristo, Bancários, Cruz das Armas, Gramame e Mangabeira.

No bairro mais populoso da capital paraibana, Mangabeira, uma das vias beneficiadas com a Operação Tapa Buraco é a Rua João Rodrigues de Lima. Já no Distrito Industrial, atendendo ao pedido de moradores, a recuperação da pavimentação está sendo executada na Avenida das Indústrias.

A Operação Tapa Buraco beneficia todos os bairros da cidade, disponibilizando equipes que trabalham na manutenção diária na restauração do pavimento em PMF, paralelepípedo convencional e britar.

A Seinfra define a programação com base nas demandas que chegam diariamente à Secretaria.

A população pode fazer a solicitação do serviço.

Pelo telefone 0800.031.1530 email  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  

que a solicitação entrará em uma programação.

 Fonte: Secom-JP / redação

 

 

 

Luciano Cartaxo amplia número de UTI para o enfrentamento da covide - 19, totalizando 282 implantados na cidade e anuncia entrega de mais de 20 mil cestas nutricionais 

 

Um dia depois de apresentar o Plano Estratégico de Flexibilização, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, utilizou as redes sociais no ultimo domingo (14) para anunciar a abertura de 14 novos leitos de UTI para o enfrentamento da Covid-19, totalizando 282 implantados na cidade. Desses, quatro já foram abertos no domingo (14), no Hospital Universitário Lauro Wanderley, e outros 10 passam a funcionar a partir da segunda (15), no Hospital Santa Isabel. Além da ampliação na rede de saúde, o gestor determinou o início de distribuição de 20,8 mil cestas nutricionais do Programa João Pessoa Sustentável, na terça-feira (16), e garantiu a antecipação da primeira parcela do décimo-terceiro salário dos servidores para a sexta-feira (19).

 

O prefeito informou que são ações em diversas frentes, com ampliação das redes de saúde e de proteção social, além da injeção de recursos na economia da cidade. “Esse novo conjunto de medidas demonstra nossa atenção permanente com as ações de enfrentamento ao novo coronavírus. Como disse, a nova fase que vamos começar amanhã não significa uma liberação total de todas as atividades. Estamos dando mais um passo no combate ao vírus, com etapas graduais que oferecem ainda mais segurança até a nova normalidade. A recomendação segue a mesma: ficar em casa e só sair em caso de necessidade”, explicou Luciano Cartaxo.

O início da distribuição das 20,8 mil cestas nutricionais e kits de higiene é resultado de uma ação piloto do Centro de Monitoramento da Cidade, que integra o programa “João Pessoa Sustentável”, realizado a partir de acordo internacional com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Nesta primeira fase, que segue até o dia 19 deste mês, serão entregues 3.426 cestas, em um esforço integrado de seis secretarias municipais em parceria com o exército. A distribuição será feita porta a porta, em oito áreas, evitando aglomerações. Em todas as etapas, mais de 41 mil pessoas serão contempladas.

Reforço na economia – Com o pagamento da primeira parcela do décimo-terceiro salário esta semana, junto com a folha mensal a ser paga no final deste mês, a capital paraibana irá injetar aproximadamente R$ 136 milhões em um intervalo de 16 dias. “Mesmo diante de um cenário de muita adversidade, nos reunimos com a equipe econômica, remanejamos recursos e cortamos despesas para assegurar a antecipação da primeira parcela do décimo-terceiro. Com isso, mantemos um compromisso assumido com a população por oito anos consecutivos, injetando mais recursos na economia ainda nesta primeira fase de flexibilização”, disse o prefeito Luciano Cartaxo.

Fonte da Internet

A Defesa Civil reforça que, caso a população precise de atendimento, ligar para o número 0800-285-9020.

A cidade de João Pessoa já registrou chuvas de 150 milímetros nas últimas 24 horas. Por causa disso, a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil segue em alerta e com as equipes nas ruas desde as primeiras horas da manhã deste sábado (23). O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) emitiu alerta com o aviso de chuvas com risco de nível alto e a previsão é de mais precipitação ao longo do dia. A Defesa Civil reforça que, caso a população precise de atendimento, ligar para o número 0800-285-9020.

“A Defesa Civil já está em alerta e com equipes nas ruas desde as primeiras horas desta manhã. Essa quantidade de chuva de 146 milímetros é muito alta, com previsão de pontos de alagamentos na cidade. A última grande chuva desse mês foi de 124 milímetros no dia 15. A população precisa ficar em alerta e nos acionar pelo telefone 0800-285-9020 para alguma emergência, principalmente as pessoas que moram em comunidade ribeirinhas”, afirmou o coordenador da Defesa Civil, Noé Estrela.

Noé Estrela ainda ressaltou que todas as secretarias da Prefeitura Municipal de João Pessoa também estão em alerta. “Nós temos o projeto ‘João Pessoa em Ação’, que conta também com o trabalho das secretarias de Infraestrutura, Desenvolvimento Urbano, Desenvolvimento Social, Meio Ambiente, Semob e Emlur. Já acionamos todas elas para ficar em alerta máximo durante todo este sábado”, disse.

Semob – A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) também fica alerta em caso de chuva intensa. Se um condutor precisar acionar os agentes para semáforos apagados ou ruas intransitáveis por alagamentos, é só ligar para o Centro Operacional de Trânsito e Transportes (COTT).

Os telefones são 3218-9420, 118 ou 98760-2134 (whatsapp).

Secom João Pessoa 

As chuvas das últimas horas atingiram 160 milímetros de ontem para hoje e o acumulado no mês de maio é de 472,8 milímetros, 167% acima do previsto para o período

Após reunião com secretários municipais na tarde deste sábado (23) nesta capital, o prefeito Luciano Cartaxo anunciou medidas para minimizar os efeitos das chuvas nas comunidades e na cidade. Redobra os cuidados em decorrência da pandemia provocada pelo coronavírus, que a gestão está na luta para reduzir o número de infectados pela doença.

As chuvas das últimas horas atingiram 160 milímetros de ontem para hoje e o acumulado no mês de maio é de 472,8 milímetros, 167% acima do previsto para o período. Por isso, o prefeito Luciano agiu rápido na reunião on-line com os secretários da Defesa Civil, Desenvolvimento Social (Sedes), Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Infraestrutura, Habitação, Saúde, Planejamento, Educação, Gabinete, Articulação Política e Comunicação.

Cartaxo determinou, ainda, que todas as secretarias se mantenham de plantão e disponibilizem equipes mobilizadas e trabalhando para prestar assistência imediata, em caso de problemas e possíveis chamadas da população.

Fonte: Da Internet

 

O decreto com as novas medidas sociais será publicado na ultima terça-feira dia (19) no Diário Oficial do Estado (DOE)

João Azevêdo autorizou, a distribuição de mais 60 mil cestas básicas à população em situação de vulnerabilidade social na Paraíba, devido à pandemia do coronavírus. As novas ações na área social também autorizam investimentos de R$ 1 milhão para a aquisição de alimentos da agricultura familiar e asseguram recursos na ordem de R$ 1 milhão para atender as Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs), por meio do projeto Acolher. O decreto com as novas medidas sociais foi publicado na  ultima terça-feira (19) no Diário Oficial do Estado (DOE).

Durante o programa semanal ‘Fala, governador’, transmitido em cadeia estadual pela Rádio Tabajara, o chefe do Executivo estadual ainda anunciou a distribuição de 253 mil cestas básicas a alunos da rede estadual de ensino. Os alimentos serão distribuídos de forma regionalizada e a logística de entrega será definida pela Secretaria de Estado da Educação, Ciência e Tecnologia com cada escola.

“Nós já fizemos, no primeiro mês, a distribuição de 52 mil cestas e vamos continuar dando assistência às entidades e às pessoas que mais precisam, incluindo novos grupos, como taxistas e motoristas de transporte coletivo da Região Metropolitana de João Pessoa. Estamos identificando os segmentos e chegando com a ajuda necessária”, destacou.

Transmissão ao vivo de cerimônias religiosas - O governador João Azevêdo esclareceu, na ocasião, que o decreto publicado no último sábado (16), que prorroga as medidas de isolamento social, não proíbe as transmissões pela internet ou veículos de comunicação de cultos, missas e demais cerimônias religiosas e lamentou a disseminação de mais uma fake news.

“No decreto que iremos publicar amanhã, nós vamos incluir esclarecimentos de que a vedação de missas e cultos não se aplica às transmissões na internet ou veículos de Comunicação. Não há de nossa parte a intenção de proibir que se façam cultos, missas ou outras cerimonias religiosas porque sabemos da importância da fé e da religião na vida das pessoas. As atividades continuarão sendo realizadas da mesma maneira que estavam ocorrendo anteriormente, com a presença de ministros, oficiais religiosos e músicos, adotando todos os cuidados de proteção com as pessoas que estão nesses ambientes”, disse. 

Construção civil – João Azevêdo ainda explicou que a suspensão, pelo período de dez dias corridos, das atividades da construção civil na Região Metropolitana de João Pessoa e em Campina Grande se deu devido à constatação do aumento da contaminação pelo novo coronavírus nos trabalhadores desse segmento.

“Nós identificamos problemas muito sérios nos canteiros, a exemplo de empresas que forneceram apenas duas máscaras por mês ao trabalhador, quando o certo seria trocar a cada três horas. Também percebemos a ausência de álcool nos locais de trabalho e de pontos de lavagem de mãos, o uso de bebedouros coletivos nas obras e alojamentos com quatro ou seis pessoas sem ventilação natural, ou seja, estamos colocando em risco os trabalhadores da construção civil e peço a compreensão do segmento durante esse período de sete dias úteis de obras paralisadas. A nossa intenção é diminuir o número de contaminação e, consequentemente, de mortes”, observou.

Fonte: Da Internet

Em caso de problemas, o Inmet orienta que as pessoas entrem em contato com a Defesa Civil, por meio do número 199, e com o Corpo de Bombeiros, por meio do número 193.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu, nesta sexta-feira (15), um alerta de perigo de chuvas intensas para João Pessoa e mais 62 municípios da Paraíba. A previsão é válida até às 8h deste sábado (16). 

A previsão é válida até às 8h deste sábado (16). O órgão prevê ainda que poderá chover de 30 a 60 milímetros por hora, ou até 100 milímetros por dia, nessas cidades.

De acordo com o Inmet, há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas. Em caso de problemas, orienta que as pessoas entrem em contato com a Defesa Civil, por meio do número 199, e com o Corpo de Bombeiros, por meio do número 193.

Confira os 63 municípios que poderão ter chuvas intensas nessas próximas horas:

Alagoa Grande
Alagoinha
Alhandra
Araruna
Araçagi
Areia
Bananeiras
Bayeux
Baía da Traição
Belém
Borborema
Caaporã
Caiçara
Caldas Brandão
Capim
Conde
Cruz Do Espírito Santo
Cuitegi
Cuité De Mamanguape
Curral De Cima
Dona Inês
Duas Estradas
Guarabira
Gurinhém
Ingá
Itabaiana
Itapororoca
Itatuba
Jacaraú
João Pessoa
Juarez Távora
Juripiranga
Lagoa De Dentro
Logradouro
Lucena
Mamanguape
Marcação
Mari
Mataraca
Mogeiro
Mulungu
Natuba
Pedras De Fogo
Pedro Régis
Pilar
Pilões
Pilõezinhos
Pirpirituba
Pitimbu
Riachão
Riachão Do Poço
Rio Tinto
Salgado De São Félix
Santa Rita
Sapé
Serra Da Raiz
Serraria
Sertãozinho
Sobrado
Solânea
São José Dos Ramos
São Miguel De Taipu
Tacima

 

Fonte: Internet

Objetivo é evitar que os estudantes tenham perdas nutricionais e ajudar as famílias durante a interrupção das aulas

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) anunciou nesta segunda-feira (11) a ampliação do programa que garante refeições para alunos da rede municipal de ensino durante o isolamento social, período em que as aulas estão suspensas para evitar a disseminação do novo coronavírus. Serão integrados 14 mil novos estudantes, totalizando uma cobertura de 49 mil estudantes e, com isso, serão 153 unidades de ensino da Capital que poderão ofertar o almoço.

“Depois de atender a 100% das creches e escolas em tempo integral, estamos ampliando a oferta do serviço para as unidades que funcionam em um turno, alcançando quase 50 mil estudantes beneficiados”, explicou o prefeito Luciano Cartaxo.

Para participar, os pais precisam apenas entrar em contato com a escola onde os filhos estudam e informar que vão querer a refeição naquele dia, uma medida necessária para evitar desperdícios. Inicialmente, o programa atendeu Centros de Referência em Educação Infantil (Creis) e Escolas em Tempo Integral, já que nessas unidades a refeição já fazia parte da rotina dos alunos. Com a ampliação, 20 novas instituições serão atendidas, atingindo 153 das 189 unidades da rede municipal de ensino.

Fonte! SECOM

O perigo potencial, em virtude de previsão de chuvas intensas para 143 municípios da Paraíba, seguem até as 10:00horas desta sexta-feira

Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu dois alertas na manhã desta quinta-feira (16), de perigo e de perigo potencial, em virtude de previsão de chuvas intensas para 143 municípios da Paraíba.

Algumas cidades foram incluídas nos dois avisos, que seguem até as 10h desta sexta-feira (17).

Perigo

O aviso de perigo (alerta laranja) vale para 67 cidades do Litoral, Zona da Mata, Agreste e Brejo.

O Inmet indica que podem ocorrer chuvas com volumes entre 30 e 60 mm por hora ou entre 50 e 100 mm por dia, com ventos intensos (60-100 km/h).

Conforme a previsão, há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

O instituto aconselha que em caso de rajadas de vento as pessoas não devem se abrigar debaixo de árvores ou estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Se possível, devem desligar aparelhos elétricos e quadro geral de energia.

Cidades incluídas no alerta laranja:

  1. Alagoa Grande
  2. Alagoinha
  3. Alhandra
  4. Arara
  5. Araruna
  6. Araçagi
  7. Areia
  8. Bananeiras
  9. Barra De Santa Rosa
  10. Bayeux
  11. Baía Da Traição
  12. Belém
  13. Borborema
  14. Caaporã
  15. Cabedelo
  16. Cacimba De Dentro
  17. Caiçara
  18. Caldas Brandão
  19. Capim
  20. Casserengue
  21. Conde
  22. Cruz Do Espírito Santo
  23. Cuitegi
  24. Cuité
  25. Cuité De Mamanguape
  26. Curral De Cima
  27. Damião
  28. Dona Inês
  29. Duas Estradas
  30. Guarabira
  31. Gurinhém
  32. Itabaiana
  33. Itapororoca
  34. Jacaraú
  35. João Pessoa
  36. Juripiranga
  37. Lagoa De Dentro
  38. Logradouro
  39. Lucena
  40. Mamanguape
  41. Marcação
  42. Mari
  43. Mataraca
  44. Mogeiro
  45. Mulungu
  46. Natuba
  47. Pedras De Fogo
  48. Pedro Régis
  49. Pilar
  50. Pilões
  51. Pilõezinhos
  52. Pirpirituba
  53. Pitimbu
  54. Riachão
  55. Riachão Do Poço
  56. Rio Tinto
  57. Salgado De São Félix
  58. Santa Rita
  59. Sapé
  60. Serra Da Raiz
  61. Serraria
  62. Sertãozinho
  63. Sobrado
  64. Solânea
  65. São José Dos Ramos
  66. São Miguel De Taipu
  67. Tacima

Perigo potencial

O aviso de perigo potencial (alerta amarelo) vale para 83 cidades do Cariri, Seridó, Sertão, Agreste e Brejo.

O Inmet indica que podem ocorrer chuvas com volumes entre 20 e 30 mm por hora ou até 50 mm por dia, com ventos intensos (40-60 km/h).

De acordo com a previsão, há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

O instituto também aconselha que em caso de rajadas de vento as pessoas não devem se abrigar debaixo de árvores ou estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Precisam também evitar o uso de aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

Cidades incluídas no alerta amarelo:

  1. Alagoa Grande
  2. Alagoa Nova
  3. Alcantil
  4. Algodão De Jandaíra
  5. Areia
  6. Areial
  7. Aroeiras
  8. Assunção
  9. Baraúna
  10. Barra De Santa Rosa
  11. Barra De Santana
  12. Barra De São Miguel
  13. Belém Do Brejo Do Cruz
  14. Bernardino Batista
  15. Boa Vista
  16. Bom Sucesso
  17. Boqueirão
  18. Brejo Do Cruz
  19. Brejo Dos Santos
  20. Cabaceiras
  21. Campina Grande
  22. Catolé Do Rocha
  23. Caturité
  24. Cubati
  25. Cuité
  26. Esperança
  27. Fagundes
  28. Frei Martinho
  29. Gado Bravo
  30. Gurjão
  31. Ingá
  32. Itatuba
  33. Jericó
  34. Joca Claudino
  35. Juarez Távora
  36. Juazeirinho
  37. Junco Do Seridó
  38. Lagoa
  39. Lagoa Seca
  40. Lastro
  41. Massaranduba
  42. Matinhas
  43. Mato Grosso
  44. Mogeiro
  45. Montadas
  46. Natuba
  47. Nova Floresta
  48. Nova Palmeira
  49. Olivedos
  50. Paulista
  51. Pedra Lavrada
  52. Picuí
  53. Pocinhos
  54. Poço Dantas
  55. Poço De José De Moura
  56. Puxinanã
  57. Queimadas
  58. Remígio
  59. Riacho De Santo Antônio
  60. Riacho Dos Cavalos
  61. Riachão Do Bacamarte
  62. Salgado De São Félix
  63. Santa Cecília
  64. Santa Cruz
  65. Santa Helena
  66. Santa Luzia
  67. Santo André
  68. Serra Redonda
  69. Soledade
  70. Sossêgo
  71. São Bento
  72. São José Do Brejo Do Cruz
  73. São José Do Sabugi
  74. São João Do Cariri
  75. São João Do Rio Do Peixe
  76. São Sebastião De Lagoa De Roça
  77. São Vicente Do Seridó
  78. Tenório
  79. Triunfo
  80. Uiraúna
  81. Umbuzeiro
  82. Vieirópolis
  83. Várzea

Mais informações podem ser obtidas junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

 

Fonte: porta da Correio

Pagina 1 de 10

PUBLICIDADE

JR Esquadrias